Pokémon Mythology
Olá, visitante! Vejo que ainda não está conectado ao nosso fórum, faça login.
Espere, você ainda não está cadastrado? D:
Inscreva-se em nosso fórum e venha aproveitar as novidades que estamos preparando pra vocês. Nós teremos o maior prazer em recebê-lo no fórum e se precisar de qualquer ajuda, temos muitos membros e nossa equipe para ajudá-lo! Lembrando que você pode postar sua fanfic, seus desenhos ou edição de imagens, seu vídeo-detonado ou gameplay, participar de um RPG, postar e ler notícias do mundo Pokémon, tirar todas as suas dúvidas sobre todos os jogos de Pokémon, comentar sobre o desenho do momento ou apenas jogar um papo fora. Além de fazer amigos!
Para cadastrar-se clique no botão 'Sign-Up' ou em 'Registrar-se' aqui abaixo. Seja bem vindo!
[Tutorial]Clichê - Como domesticar o Ogro. Pikalove

[Tutorial]Clichê - Como domesticar o Ogro.

Ir em baixo

[Tutorial]Clichê - Como domesticar o Ogro. Empty [Tutorial]Clichê - Como domesticar o Ogro.

Mensagem por Eros em Sab 9 Abr 2011 - 2:12

Esse é o meu primeiro tuto, espero que resolva seus problemas!

— Vida e Obra do animal selvagem Clichê Von Repetitiff...

Desde os primórdios da criação havia o clichê (example: Eva pecou, Adão imitou, e você fez o MESMO!), como dá para entender isso é bem relativo e pré-histórico, até a evolução é um clichê, se você não percebeu.
Esse bicho é realmente uma criatura de sete milhões de cabeças, um digno transmorfo. Seu principal talento é de arrombar estragar doces, inocentes e promissoras histórinhas de pocémaun...
Em vida esse monstro pode ser seu pior pesadelo, mas após domesticá-lo ele pode ser uma arma nuclear para concursos de fanfics, redação e filhos dos tais.

— Matando o bicho...

Se você pretende fazer isso, DESISTA, nenhum ser humano ou alien tem talento para isso, prossiga para o passo 2!

— Domesticando e adestrando

Isso é muito simples, basta algum tempo de interpretação de texto, tipo, você procura um intermediário (o MEIO da história) interessante para a sua história pocémaun ex.: O personagem quer ver e estudar um objeto com poderes sobrenaturais que está localizado no hall da fama... PERAÊ? Pra chegar lá é nescessário batalhar feito um louco passando por ginásios e uma cambada de brutos, não? Para domesticar esse animal mordente basta fazer-lhe uma pergunta para que o mesmo se intimide: E SE? Basta isso e você faz ele brincar com você feito um gatinho (FIDALGO ROX!!!!).
Irei dedicar esse parágrafo à solução encontrada no último... A resposta é: E se ele pusesse seus próprios termos, condições e limites, determinar sua rota e estratégias para fazer tudo isso? A partir do momento em que você encontra às soluções possíveis para essa inequação de resultado um número irracional, tudo fica mais fácil.

— Eu não quero mudar nada e vou pôr essa besta do jeito que eu encontrei!

Em primeiro lugar: Tens certeza disso, Gafanhoto? Como seria dito em um livro de RPG solo: Uma escolha de vida ou morte lhe aguarda! Jogue dois dados, se o resulta do for acima de 8 avance para X e se for abaixo, Game over amigo.

— Dá um exemplo?

Acho que já dei, mas vou dar outro: O person é o um LINDS, POWERFUL AND ALL OTHER GOOD THINGS... Como diria um absol por aí: Os medos e outras coisas servem para humanizar o seu personagem. E o cara se encontra em estado de graça/certeza/whatever, pôr características defeituosas no cara dá humanidade ao mesmo, você está criando um humano ou uma máquina?

— E os deus ex machina?

E ocê sabe do que eu falo? Primeiro a definição: A expressão é usada hoje para indicar um desenvolvimento de uma história que não leva em consideração sua lógica interna e é tão inverossímil que permite ao autor terminá-la com uma situação improvável porém mais palatável. Em termos modernos, Deus ex machina também pode descrever uma pessoa ou uma coisa que de repente aparece e resolve uma dificuldade aparentemente insolúvel. Enquanto que em uma narrativa isso pode parecer insatisfatório, na vida real este tipo de figura pode ser bem-vindo e heróico. OU: A noção de Deus ex machina também pode ser aplicada a uma revelação dentro de uma história vivida por um personagem, que envolva realizações pessoais complicadas, às vezes perigosas ou mundanas e, porventura, seqüência de eventos aparentemente não relacionados que conduzem ao ponto da história em que tudo é conectado por algum conceito profundo. Essa intervenção inesperada e oportuna visa a dar sentido à história no lugar de um evento mais concreto na trama.
Esses bicho são dumal, uns demos do caramba. EVITE.

— E a equipe do mal?

Isso é um caso aparte, e muy, muy complicado... Ela sempre tá lá decolando de novo, cada um do seu jeito... Do mais burro ao mais complicado... Bem esse clichê consegue ser o mais insuportável e adorado da Terra, se for um comédia é sempre legal ter aquele tipo de equipe Rocket engraçada, mas sempre removendo os clichês do anime.

— Acabou?

Acho, tomara, espero... Queres inventar algo?


Última edição por Eros em Sab 9 Abr 2011 - 20:28, editado 1 vez(es) (Razão : Erros básicos)
Eros
Eros
Membro
Membro

Masculino Idade : 21
Alerta Alerta :
[Tutorial]Clichê - Como domesticar o Ogro. Left_bar_bleue0 / 100 / 10[Tutorial]Clichê - Como domesticar o Ogro. Right_bar_bleue

Data de inscrição : 23/05/2010


http://dicerolls.blogspot.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

[Tutorial]Clichê - Como domesticar o Ogro. Empty Re: [Tutorial]Clichê - Como domesticar o Ogro.

Mensagem por Bakujirou em Dom 10 Abr 2011 - 12:01

O texto é atraente, curti as explicações e objeções sobre o clichê. Me lembro de, quando vi uma das cenas da novela, um personagem (chamado Guilherme) estava em apuros e conseguiu conversar sozinho com uma das garotas (uma personagem que não me lembro o nome). A garota descobriu uma das mentiras dele que o colocaria numa situação delicada com a mãe e com o seu trabalho... Eu apostava as minhas fichas de que ele teria sangue-frio pra esganar ou matar ela, por descobrir a verdade... Mas, vi que estava errado, no outro epi da novela, eu vi ele enganando a pobre moça, com desilusões românticas e ficou por assim mesmo... /.=."

Achei bem previsível, a possibilidade de ele a matar, mas vi que não aconteceu isso de fato. Quando algo se torna um tanto "previsível" e, mesmo assim, você consegue surpreender "e enganar" as suposições do leitor, se torna uma surpresa agradável e atraente.

________________


Heir of Life

Atualmente um pouco de tempo no fórum PokéMyRPG

a target="_blank" href="??"
Um novo challenge breve

Spoiler:

[Tutorial]Clichê - Como domesticar o Ogro. 82270bc5f7
sign dork princess & original art by RhuanFPS
[Tutorial]Clichê - Como domesticar o Ogro. 2F0LZvC
CONFIRA!
[Tutorial]Clichê - Como domesticar o Ogro. MXtyRkA
Veja meus outros perfis!
Bakujirou
Bakujirou
Moderador
Moderador

Masculino Idade : 31
Alerta Alerta :
[Tutorial]Clichê - Como domesticar o Ogro. Left_bar_bleue0 / 100 / 10[Tutorial]Clichê - Como domesticar o Ogro. Right_bar_bleue

Data de inscrição : 12/02/2009

Frase pessoal : ~"You are my lucky charm"


http://bit.ly/docrJs

Voltar ao Topo Ir em baixo

[Tutorial]Clichê - Como domesticar o Ogro. Empty Re: [Tutorial]Clichê - Como domesticar o Ogro.

Mensagem por Eros em Seg 11 Abr 2011 - 20:41

Isso é outro recurso que uma vez expliquei à um usuário aqui da PM, o Kyun, sobre quebrar o clichê, dando o gosto de que ele vai acontecer e no final colocando algo inusitado... Quando eu arranjar mais coisas desse tipo, vou atualizar meu tuto. Obrigado pelo comentário.
Eros
Eros
Membro
Membro

Masculino Idade : 21
Alerta Alerta :
[Tutorial]Clichê - Como domesticar o Ogro. Left_bar_bleue0 / 100 / 10[Tutorial]Clichê - Como domesticar o Ogro. Right_bar_bleue

Data de inscrição : 23/05/2010


http://dicerolls.blogspot.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

[Tutorial]Clichê - Como domesticar o Ogro. Empty Re: [Tutorial]Clichê - Como domesticar o Ogro.

Mensagem por Dark_Absol em Sab 16 Abr 2011 - 19:49

Na minha humilde opinião, você deveria dar um pouco mais destaque ao clichê, sendo ele o protagonista desse tutorial. Nada que leve seis páginas, como eu prefiro fazer, mas algo que não deixe aquela confusão e a impressão de que queria deixar o tutorial cheio de gírias e coisa e tal pra ficar mais "atrativo" (como um random faz por aí).

Não foi ruim, de qualquer jeito. Mas poderia ser sido melhor.

Me parece que vossa pessoa não sabe exatamente o que é clichê. E pra não perder o costume... eu vou te abarrotar de críticas! Começaremos com um exemplo simples e de fácil entendimento sobre o que é o clichê:

"Imagine uma receita de bolo. Você sempre faz a mesma receita porque todas as pessoas adoram o bolo. E como todos gostam, comem e elogiam, você sempre repete o mesmo bolo, sempre e sempre.... até que um dia, elas enjoam."

Isto é um clichê. Uma receita pronta que várias pessoas usam, ou seja, uma sequência de eventos que sempre resulta no mesmo resultado. Entende? Sim? Então vamos às citações!

@Eros escreveu:— E a equipe do mal?

Isso é um caso aparte, e muy, muy complicado... Ela sempre tá lá decolando de novo, cada um do seu jeito... Do mais burro ao mais complicado... Bem esse clichê consegue ser o mais insuportável e adorado da Terra, se for um comédia é sempre legal ter aquele tipo de equipe Rocket engraçada, mas sempre removendo os clichês do anime.
Ora, ninguém pode chamar isso de clichê, afinal, lutas contra o mal dão mais tempo de vida às histórias, e mais protagonistas/antagonistas interessantes. Todo conto que se preze tem de ter um vilão e seus capangas fúteis. De Barbie a Looney Tun... Toon... Tunes, sei lá, toda animação, filme ou novela ou seja lá o que for, tem um cara mau.

O que não significa que você, aberração da natureza, vai sair usando a velha merda da equipe Rocket com moleque emogay e gostosa de cabelo grande (de vez em quando tem até gato falante, veja só).

@Eros escreveu:— E os deus ex machina?

E ocê sabe do que eu falo? Primeiro a definição: A expressão é usada hoje para indicar um desenvolvimento de uma história que não leva em consideração sua lógica interna e é tão inverossímil que permite ao autor terminá-la com uma situação improvável porém mais palatável. Em termos modernos, Deus ex machina também pode descrever uma pessoa ou uma coisa que de repente aparece e resolve uma dificuldade aparentemente insolúvel. Enquanto que em uma narrativa isso pode parecer insatisfatório, na vida real este tipo de figura pode ser bem-vindo e heróico. OU: A noção de Deus ex machina também pode ser aplicada a uma revelação dentro de uma história vivida por um personagem, que envolva realizações pessoais complicadas, às vezes perigosas ou mundanas e, porventura, seqüência de eventos aparentemente não relacionados que conduzem ao ponto da história em que tudo é conectado por algum conceito profundo. Essa intervenção inesperada e oportuna visa a dar sentido à história no lugar de um evento mais concreto na trama.
Esses bicho são dumal, uns demos do caramba. EVITE.
Champs, vai ter gente que não vai entender pôrra nenhuma dissaê. Tente usar palavras de fácil compreensão. Mázinfin, esse é um ponto interessante. Personagens que só aparecem para vencer, e sempre ganham tudo de uma forma irreal ou forçada demais são extremamente chatos, EVITEM ELES EM SUAS FICS! Um bom exemplo são aqueles caras que aparecem no anime só para vencer a Liga Pokémon sem nunca terem aparecido antes (como o champz do Darkrai).

Enfim, tô com vontade de jogar, então vou terminar logo essa bagaça de comentário. Acho que a única coisa que me decepcionou fortemente no tutorial foi a maldita falta de interesse de sua parte. É, isso que vocês ouviram, fanboys imbecis.

Eu esperava de você nada menos que um tuto tão fodástico quanto a AKL v1, mas não, o que eu ganhei foi um maldito tutorial que fica enrolando e não explica nada, com fonte azul que arde os olhos, ou o que quer que seja. Admito que fiquei indignado, gritei "puta falta de sacanagem" e fui bater uma bronha pra acalmar (essa última é brinks). Mas antes de vazar, só mais uma última citação:

@Eros escreveu:
— Dá um exemplo?

Acho que já dei, mas vou dar outro: O person é o um LINDS, POWERFUL AND ALL OTHER GOOD THINGS... Como diria um absol por aí: Os medos e outras coisas servem para humanizar o seu personagem. E o cara se encontra em estado de graça/certeza/whatever, pôr características defeituosas no cara dá humanidade ao mesmo, você está criando um humano ou uma máquina?
Usando meu nick com letra minúscula, hein espertinho? Estou de olho em você.

Hã... é só isso mesmo.
Desculpe a demora pra comentar.
Dark_Absol
Dark_Absol
News Editor
News Editor

Masculino Idade : 23
Alerta Alerta :
[Tutorial]Clichê - Como domesticar o Ogro. Left_bar_bleue0 / 100 / 10[Tutorial]Clichê - Como domesticar o Ogro. Right_bar_bleue

Data de inscrição : 15/05/2010

Frase pessoal : Olet tuhlannut aikaasi kääntämisestä, ystävä.


Voltar ao Topo Ir em baixo

[Tutorial]Clichê - Como domesticar o Ogro. Empty Re: [Tutorial]Clichê - Como domesticar o Ogro.

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum