Pokémon Mythology
Olá, visitante! Vejo que ainda não está conectado ao nosso fórum, faça login.
Espere, você ainda não está cadastrado? D:
Inscreva-se em nosso fórum e venha aproveitar as novidades que estamos preparando pra vocês. Nós teremos o maior prazer em recebê-lo no fórum e se precisar de qualquer ajuda, temos muitos membros e nossa equipe para ajudá-lo! Lembrando que você pode postar sua fanfic, seus desenhos ou edição de imagens, seu vídeo-detonado ou gameplay, participar de um RPG, postar e ler notícias do mundo Pokémon, tirar todas as suas dúvidas sobre todos os jogos de Pokémon, comentar sobre o desenho do momento ou apenas jogar um papo fora. Além de fazer amigos!
Para cadastrar-se clique no botão 'Sign-Up' ou em 'Registrar-se' aqui abaixo. Seja bem vindo!
[RPG]Helldays. Pikalove

[RPG]Helldays.

Ir em baixo

[RPG]Helldays. Empty [RPG]Helldays.

Mensagem por Caio. em Seg 20 Ago 2012 - 19:34

=X= INTRO =X=

O RPG se passa no continente de Stjärna, em cinco locais distintos: As Terras do Norte; a cidade dourada Tahqkülna; o Pântano Rubro; a Capela D'Ame e as Montanhas de Slóvkis.

=X= MAPA =X=

[RPG]Helldays. Auietv

Das Terras Centrais (53):

1. A CAPITAL.
2. Pótzkam.
3. Etille
6. Rämvr
Das Montanhas Slóvkis (50):

10. Tahqkülna. - LAR DA SHIMAAYA
11. Meinhof - LAR DO MIKH

Do Oriente (57):

7. Alkipanz.
8. Kjarna
9. Capital Oriental.

Do Pântano Rubro (54):

15. Vjara. - LAR DO UMB

Das Terras Sem Dono (56):

4. Crusà
5. Polski.

DESCONHECIDO? (55):

15. CAPITAL ?
14. ?

Terras do Norte (51-52-58-59):

13. Vila Navahllo - LAR DO FUSCA
12. Capital e Capela D'Ame. - LAR DO JET

=X= ESTÓRIA =X=

Tudo começo quando coisas estranhas começaram a acontecer nos locais de moradia de cada um. Os vastos animais das montanhas próximas à Meinhof estavam morrendo; Tahqkülna sofreu uma seca o que levou à uma forte crise; as águas do Pântano Rubro em Vjara começaram a ficar claras e límpidas; e todos da Vila Navahllo e na Capela D'Ame morreram, exceto por Jet e Fusca, que saíram para às montanhas próximas.
Buscando uma resposta, os dois últimos vão à Capital das Terras Nórdicas, e lá encontram uma cidade cinza e negra, deserta. Toda a população estava morta, e o chão fedia a sangue. Os únicos vivos eram os rapazes, que em algum momento se encontraram...
Graças a situação de Tahqkülna, a Sorceress - que não possuia muita relação com a sua cidade e vivia isolada de todos, perto das montanhas - decide partir em direção às Planícies, cruzando toda a barreira para ir à cidade de Meinhof... O caçador da cidade, por sua vez, decide adentrar as montanhas para chegar ao oriente, na cidade de Tahqkülna...
Sendo o Xamã representante da pequena Vjara, o chefe decide ir Crusà, buscar alguma resposta...
Mal sabiam todos que algo muito ruim os aguardava... Mensageiros do inferno...

=X= O que Fazer? =X=

Cada um de vocês terá de descrever um encontro com um demônio, e uma luta. Claro, não vou pedir linhas, mas também sejam honestos e façam uma real estória, como num RPG. NENHUM, repito, NENHUM, se encontram até agora. Os que eu falei que se encontram só irão realmente realizar o ato após matarem os demônios responsáveis por serem os mensageiros do inferno.
Como eles são? Bem simples... Demônios de 2 metros de altura, completamente malhados, carregando garras de ferro enferrujado fedendo a enxofre. O resto, é com vocês.

E claro, no momento, vocês não têm nada se não as armas padrão de suas classes, ou seja:

Archery = Arco Básico;
Sorceress = Cajado Básico;
Necromancer = Gema Básica (pode invocar um morto -q);
Dragooner = Espada e Escudo básicos;
Witch Doctor = Lança tribal básica;

QUANDO TODOS NARRAREM A LUTA, O RPG PROSSEGUE...


Última edição por Mr. Perry em Ter 21 Ago 2012 - 19:48, editado 1 vez(es)
Caio.
Caio.
Membro
Membro

Masculino Idade : 23
Alerta Alerta :
[RPG]Helldays. Left_bar_bleue0 / 100 / 10[RPG]Helldays. Right_bar_bleue

Data de inscrição : 27/06/2010

Frase pessoal : A noir. E blanc. I rouge. U vert. O bleu.


Voltar ao Topo Ir em baixo

[RPG]Helldays. Empty Re: [RPG]Helldays.

Mensagem por Mikh em Ter 21 Ago 2012 - 18:55

[RPG]Helldays. 7PrPA

00. FOOL
"Tudo parece ser tão real, mas você já viu esse filme também."

Ir para a cidade de Tahqkülna.... Nunca gostei de sair da minha cidade natal – parecia errado. Mas agora, era necessário. A caça estava sumindo na minha pequena vila de Meinhof, e isso era cruel. Mesmo assim, tive que lidar com isso. O caminho montanhoso era horrível de se passar e muito lento. Era terrível. Tentei me apressar para chegar logo e comer minha caça, mas decidi ir lentamente. Vai ver alguma coisa do mal me esperava, ou coisa assim – seria um desastre. Então, decidi ir lento. Mas pensava. Continuava pensando o quão lutei duro por aquela vila, para a caça sumir do nada. Eu queria comer, estava com fome. Eu não tinha quase nada para sobreviver lá, só meus instintos. Mas meus instintos não alimentavam a cabeça de pobres homens e mulheres, que trabalhavam duro na vida para tentar ter uma vida boa. As vezes penso que a culpa é minha.

Culpa batia em minha mente. Claro, isso era ruim. Isso era horrível – eu não queria sentir nada. Queria só voltar como um vitorioso, com vários animais em minhas costas. Só isso. Nada de mais, era só isso que eu pedia. Mesmo assim, a culpa e o ódio batia em meu cérebro. Mas continuei andando... Andando. Cheguei ao topo de um penhasco depois de algum tempo. Querendo descansar, montei uma barraca para eu dormir. Estava com sono, e estava anoitecendo. Os perigos a noite são sempre ruins... E eu nunca gostei de enfrentá-los. Montei a tal barraca e fui para dentro dela, dormir. Tranquilo e calmo.

Até que um barulho me acordou. O barulho de um demônio. Aqueles fortes, de 2 metros. Dava para saber. Sai da cabana, e vi aquele gigante. 2 metros de altura mesmo, musculoso, garras de ferro... E o famoso fedor de enxofre, que já batia o ar. Era esse o tal demônio que eu tinha que enfrentar. Ele aparentemente não tinha me visto ainda, então comecei. Lhe dei um tiro no joelho, para chamar a atenção. Sangrava um pouco, mas não o que eu esperava. Isso claramente o irritou. Seus olhos estavam irritados. Queria me matar, claro. Levantou uma das suas garras e sua mão foi bem perto de mim, numa velocidade inacreditável. Porém, consegui desviar com alguma dificuldade.

Tentei olhar ao redor rapidamente. Isso era importante. Até que eu vi... As tais rochas, que estavam empilhadas. E eram bem gigantes, deve matar aquele bicho em um ataque só. Tive um plano. Corri rapidamente para frente das pedras, e lhe dei um tiro no peito. Claro, ricocheteou para o chão, seu peito era bem definido. Mas ele sentiu. Correu para perto de mim, e usou suas garras, de novo. Só que eu desviei, e as garras bateram nas pedras. Que desequilibraram, e todas as pedras caíram nele. Ele gritou, mas não conseguiu impedir o seu destino. As pedras rolaram junto com ele a baixo no penhasco, e isso dava um fim naquela luta ridícula, e finalmente vou poder dormir calmamente, e chegar logo de manhã a cidade Tahqkülna.
Mikh
Mikh
Membro
Membro

Masculino Idade : 24
Alerta Alerta :
[RPG]Helldays. Left_bar_bleue0 / 100 / 10[RPG]Helldays. Right_bar_bleue

Data de inscrição : 02/05/2011

Frase pessoal : You stopped being you.


Voltar ao Topo Ir em baixo

[RPG]Helldays. Empty Re: [RPG]Helldays.

Mensagem por Umbreon_NICE em Ter 21 Ago 2012 - 19:50

[RPG]Helldays. Tumblr_m7qh8v8O0Y1raq62do1_500

Primeira Chamada - 1

Recebi um bilhete anônimo, de um dos moradores de Vjara, sobre uma "invasão demoníaca". Não entendi direito o termo. Em Sjärna nunca se ouviu falar de ataques de demônios, principalmente com a descrição que me passaram. Dois metros, carregando garras de ferro e com um péssimo odor. Então, comecei a me preparar para buscar respostas em Crusà. Peguei meu cajado e segui um longo caminho até a minha meta, que é Crusà. Antes disso, fui verificar que estava tudo certo nas redondezas, não havia sinais de demônios, a pouca população estava com um sentimento de medo, mas confiante que as ameaças não voltariam tudo estava bem. Com isso então, parti para a cidade, mas mal sabia, que boa parte disso era uma emboscada.

Um ser desconhecido, alto, monstruoso, carregando uma espécie de barra de metal, e com um péssimo odor, pulou de uma das árvores da floresta e veio ao meu encontro. De principio, não sabia o que fazer, por isso foi atingido pelo seu ataque surpresa e lançado a um tronco de árvore. Eu então me dei conta, que a luta não seria fácil, mas era necessário para minha sobrevivência, e para isso, o truque mais básico é usar o ambiente de luta.

O demônio começou uma investida contra mim, e já sabia o que fazer. Quando um dos suas garras de metais, consegui levantar uma barreira, que deveria ser forte o suficiente para deter o ataque, mas somente uma das suas garras passou, contudo o escudo conseguiu prender a arma inimiga, fazendo que ele ficasse sem como fugir de qualquer ataque. Comecei a rodar em seu redor até que ele se estressou, conseguiu se desprender e atacou-me, porém, ele derrapou no lodo do pântano, a qual estou adaptado, e caiu sobre uma das suas garras, morrendo. Nesse momento, eu vi algo que me fez perceber que, isso era só o começo.

Umbreon_NICE
Umbreon_NICE
Membro
Membro

Masculino Idade : 21
Alerta Alerta :
[RPG]Helldays. Left_bar_bleue0 / 100 / 10[RPG]Helldays. Right_bar_bleue

Data de inscrição : 05/07/2010

Frase pessoal : COMUNISMO ANTI SOCIAL


Voltar ao Topo Ir em baixo

[RPG]Helldays. Empty Re: [RPG]Helldays.

Mensagem por Cap'n Cook' em Ter 21 Ago 2012 - 20:34

Princípio Confuso
[RPG]Helldays. Tumblr_m8ztq2UylX1rp7xhao1_500

As carnes na ordem já estavam quase por acabar. Os guerreiros dragônicos reclamavam, reclamavam, reclamavam. '' Não posso batalhar de barriga vazia. '' - Era só o que diziam. Estava farto daquilo. Melhor eu ir logo, senão a comida acaba e aí é que eles reclamam mesmo.

Saí para caça acompanhado de minha lança, uma boa faca para fatiar os restos mortais do bicho, e uma saco de pano para carregá-lo. Consegui encontrar um urso, mas só no final da tarde. Ele não percebeu minha presença, então foi fácil de se matar. Mesmo assim, já estava escurecendo. Tinha o risco de ser atacado por um ladrão esfomeado na volta. Não que sejam ameaçadores para mim, mas nunca se sabe. Então, me estabeleci aqui mesmo, e dormi.

E no outro dia, tive que fazer o esforço de carregar o maldito saco de volta pra Ordem. Já estou ficando velho, carregar isso por muito tempo acaba com as minhas costas. Chegando lá, não havia ninguém pelas ruas. Guardas, viajantes, aventureiros, nada. Bom, de qualquer modo, tenho que deixar isso aqui no depósito. E para minha surpresa, entrando lá, o que vi foi a moça responsável por gerenciar o estoque debruçada no chão, morta. O seu sangue penetrava pela madeira no chão. E agora que respirei fundo, que cheiro de morto... Chequei em todos os outros lugares, e só se via a mesma coisa: Pessoas mortas. Tudo que eu poderia fazer agora era notificar a capital.

Se tem algo que eu odeio desde jovem é subir por essas montanhas. Mesmo quando menino, eu já tinha várias dores ao escalar isto, imagine agora, velho que estou. Mas mal pude notar o incômodo. Tudo o que se passava em minha mente agora era... Dor, medo, confusão. Eu ainda não tinha me dado conta do que estava havendo ao meu redor.

Ah, finalmente, a capital. Não que seja um alívio chegar aqui, mas, ela me passa um pouco de segurança, com toda essa grandeza. Ou pelo menos passava. O mesmo cheiro. Os mesmos corpos ao chão. O mesmo sangue por toda parte. O mesmo massacre ocorrendo, e eu ali. O que diabos é isso? Era um demônio. Pude reconhecer pelo rugido. Saquei espada e escudo, cujos tinha trago por segurança, afinal, onde tem gente morta, tem bicho pra matar.

Ele surgiu por trás da parede em que eu estava, quebrando tudo, ele ficou por cima de mim. Tentei dar um golpe com a espada em sua cabeça, mas logo ele defendeu, com sua enorme mão cheia de garras afiadas. Tinha que sair dali, e rápido... Arranjei espaço, e pus meus pés em sua barriga, logo, empurrei-o de cima de mim. Ele veio com tudo para dar uma cabeçada em mim, mas a reação foi rápida, e bem útil. Suas garras ficaram presas em meu escudo, e com o outro braço, num golpe giratório, eu decepei um de seus chifres. Jorrava sangue dele por toda parte. De qualquer modo, não acho que um demônio vá morrer como um humano. Ele gritava, e gritava de dor, pondo suas mãos perigosas por cima da cabeça. Ele estava atormentado. Pouco me importo, eu é que já não aguentava mais aquele barulho maldito. Deixei o escudo no chão, e com as duas mãos, segurei a espada e finquei-a na barriga da fera. Conforme eu tirei a espada, ele caiu ao chão. Sentei-me numa cadeira, e fiquei ali, limpando minha espada, suja de sangue de satã, e pensando, o que seria depois daquilo...
Cap'n Cook'
Cap'n Cook'
Membro
Membro

Masculino Alerta Alerta :
[RPG]Helldays. Left_bar_bleue0 / 100 / 10[RPG]Helldays. Right_bar_bleue

Data de inscrição : 13/12/2011

Frase pessoal : Because everybody hands a poison heart


Voltar ao Topo Ir em baixo

[RPG]Helldays. Empty Sem imagem por hora, ok? ;3

Mensagem por Asami em Ter 21 Ago 2012 - 22:23

Catedral


Estava voltando para a catedral depois de ter ido caçar, peguei um pouco de carne de bezerro e estava levando-as enroladas com um pano. Quando chego me deparo com uma imagem terrível, todos meus companheiros estavam mortos, soltei os panos e não sabia o que fazer. Pensei em mil e umas coisas, mas a única pergunta que pensei é em quem fez aquilo e como iria mata-lo. Me virei, não me importava com aqueles inúteis mesmo, iria sair para buscar informações de quem fez isso para me vingar mas eu me deparei com um monstro vermelho de mais ou menos 2 metros de altura, chifres enormes e um rabo longo. - Um demônio... Okay! - Falei retirando minha gema de minhas vestes, recitei umas palavras baixinho e ela brilhou, coloquei meu capuz para lutar contra esta abominação, a batalha começou.

Suas garras afiadas e sua velocidade aprimorada não era um problema, ele começou atacando com sua mão direita, rasgou parte de minha capa mas eu pulei para a minha direita e consegui se esquivar, lancei um dos móveis contra ele mas foi inútil. O monstro vermelho pegou minhas pernas e me girou no ar, logo depois me jogou na parede como se eu fosse um brinquedo. Sangrei um pouco, minha cabeça estava arranhada por causa do baque. - É só isso que consegue fazer? - Parti para cima dele, correndo como se fosse um louco para ver se ele caia em minha armadilha. Ele correu para me confrontar também mas não daria muito certo pois ele não tinha um plano, a catedral era longa e tinha um lustre em seu centro, aproveitei a chance e pulei em um dos braços da besta e depois chutei a cabeça pegando impulso, subi no enorme lustre e fiquei escondido por um tempo. O demônio pulou rapidamente para me pegar no lustre assim que viu a mim pendurado, ele conseguiu mas ele não esperava que eu revivesse um guerreiro já morto enterrado com suas espada na catedral, o guerreiro chegou de surpresa cortando uma das mãos do monstruoso demônio, logo depois eu pulei e chutei sua boca me soltando do lustre. Ordenei um último golpe para o esqueleto que ergueu sua espada e cortou a cabeça do monstro. Consegui detê-lo com uma estratégia simples e fácil. Minhas vestes estavam só um pouco rasgadas, então nem liguei. Meus machucados não eram tão graves mas estava cheio de hematomas, liberei o morto para voltar ao mundo que este pertence. Eu fiquei com a espada por precaução, era afiada, leve e compacta. Vi que a vila toda estava morta, então parei na entrada dela para ver o que eu iria fazer, olhando para o horizonte do ponto mais alto do lugar.
Asami
Asami
Membro
Membro

Feminino Idade : 21
Alerta Alerta :
[RPG]Helldays. Left_bar_bleue0 / 100 / 10[RPG]Helldays. Right_bar_bleue

Data de inscrição : 17/08/2011

Frase pessoal : É caaaanon!


http://indigoplateau.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

[RPG]Helldays. Empty Re: [RPG]Helldays.

Mensagem por Shii em Qua 22 Ago 2012 - 0:50

"Por que todo demônio chora diante de um anjo."
[RPG]Helldays. Llj1v


Se a paz estivesse denominada em um lugar seria justamente no cume dessa montanha. Olhando para baixo, as coisas eram tão pequenas... As nuvens ao meu lado, a brisa gelada que me fazia tremer. A única coisa me diferenciava das outras mulheres de todos os lugares, era uma capa de cor preta que escondia quase meu corpo inteiro e o meu artefato de magia, claro. Fitei meu cajado que bem em sua ponta, possuía uma esfera de cor branca, lembrava muito uma pérola. Eu estava mergulhada em meus pensamentos, passavam-se tantas coisas em minha mente... “Por que você está se afastando de nossa cidade” Aquela doce voz me perturbava, faziam várias cenas ficarem ocupando minha cabeça e quando eu estava sozinha parecia ser muito pior. “Se você for, estará me abandonando. Caso volte, não vou olhar para você.” Essa lembrança me fez sentir dor. Dor por que eu fui viver sozinha longe da população, dor por que eu não voltei mais para a cidade e sei que mesmo se voltasse, essa pessoa iria me magoar.

Não compreendo. Porque foi tão rude? Seu amor por aquele lugar falou mais alto, não é? Enfim. Duas coisas que eu nunca teria uma resposta. Respirei devagar, tentando esquecer aquelas lembranças que me torturavam, que tiravam quase toda minha felicidade. Eu precisava sair desse inferno. Vire-me, indo em direção ao centro da montanha, mas um som estranho me fez parar. Pareciam passos. Analisei o local. Quem estaria aqui além de mim? Dei alguns passos, pude avistar algo parecido com um... Demônio? Ele era realmente grande. Eu me sentia uma garotinha perto dele. Ele se aproximava cada vez mais grunhindo, e quando chegou mais perto, levantou uma das suas garras com intuito de me acertar. Claro, não permitiria que conseguisse. Levantei meu cajado, que aos poucos começava a resplandecer. Rapidamente joguei minha mão para frente e um tufo de vento foi contra o demônio, fazendo-o errar sua tentativa de ataque. Movimentei mais algumas vezes minha mão, para que o tudo começasse a empurrar o demônio para trás enquanto tentava me acertar com uma série de ataques e que graças o vento que eu era capaz de criar e controlar, errou todas as vezes. Ele era alto e naquelas altitudes, e por isso o monstro perderia o equilíbrio mais facilmente por culpa do vento incansável, que não permitia estar firme ao chão. Aos poucos ele chegava à beirada daquele abismo quase sem fim. E assim que alcançou a beirada, lancei vento em sua frente, fazendo-o cair. Graças ao lugar onde eu me encontrava, foi fácil até demais.

Só que uma coisa me preocupava. Me preocupava em saber como surgiu aquele demônio. Soube que estava acontecendo alguns eventos estranhos em vários pontos desse mundo e talvez, esse seria mais um. Eu precisava de informações. Imaginei também que mais pessoas precisassem de ajuda, poderiam estar sofrendo algum tipo de ataque. Andei até a ponta do penhasco, olhando para frente. Eu sabia que além daquelas montanhas, possuía uma vila chamada Meinhof. Talvez se eu radicalizasse um pouco, chegaria bem rápido. Bati meu cajado no chão enquanto meus cabelos dançavam pelo ar. Respirei fundo, me preparando. Segurei meu objeto com bastante força e iniciei uma corrida, no momento que coloquei meu pé na ponta do abismo, saltei. Estava em uma grande queda, inclinei-me de uma maneira em que minha cabeça ficasse mais para baixo que qualquer parte do corpo, isso faria com que eu caísse com mais velocidade ainda. As imagens das montanhas estavam todas borradas em meus olhos e à medida que começava a me aproximar do chão, conseguia definir alguns lugares. Antes que pudesse virar mil pedaços, coloquei minha mão na frente, criando uma brisa, que fez com que diminuísse minha velocidade. Segundos antes de tocar o chão, fiz mais uma vez e graças a isso, parei no ar bem perto do chão, conseguindo me virar e tocar os pés naquele solo seco e quase morto. Olhei para cima com um sorriso estampado. Foi mais fácil do que das outras vezes. É. Agora iria começar minha pequena viajem para Meinhof.

Shii
Shii
Membro
Membro

Feminino Idade : 25
Alerta Alerta :
[RPG]Helldays. Left_bar_bleue0 / 100 / 10[RPG]Helldays. Right_bar_bleue

Data de inscrição : 22/06/2012

Frase pessoal : Quanta inocência.


Voltar ao Topo Ir em baixo

[RPG]Helldays. Empty Re: [RPG]Helldays.

Mensagem por Caio. em Qua 22 Ago 2012 - 15:35

Excelente, jogadores... Excelente. Por terem derrotado esse kpetão, vocês ganharão 1 Baú cada. E dentro desse Baú, poderá vir qualquer um dos seguintes itens:

Elmo
Luvas
Botas
Cajado/Arco+Flechas/Espada Longa/Lança Tribal Avançada
Peitoral

Eles poderão ser COMUM, INCOMUM, RARO e ÉPICO. Como vocês saberão que eu fui honesto? SImples... Usarei o Random.org. Então vamos lá.

BAÚ 1: MIKH

Item Obtido (1-5): BOTAS.
STATUS:

AGILIDADE +2
VIT +5

Raridade do Item (1-4): 2 (INCOMUM)

STATUS EXTRAS (1-2):
VIT + 5;

BAÚ 2: UMB

Item Obtido(1-5): LUVAS
STATUS:

Força + 5;

Raridade(1-4): ÉPICA.

STATUS EXTRAS:
Tudo +7;

BAÚ 3: BXXXS

Item Obtido (1-5): PEITORAL.
STATUS:

AGILIDADE +5;

Raridade do Item (1-4): 2 (INCOMUM)

STATUS EXTRAS (1-2):
VIT +3;

Baú 4: ~Jet~

Não ganha Baú porque ele decidiu ficar com uma espada...
Status da Espada:
Força +5;

Baú 5: Shii-chan

Item Obtido (1-5): PEITORAL
STATUS:

AGILIDADE +5

Raridade do Item (1-4): 2 (INCOMUM)

STATUS EXTRAS (1-2):
Tudo +7;

=X=

Enfim, peço que editem as suas fichas. Coloquem também que vocês possuem 1550 GOLD. Favor editar os status também... E claro, os itens que possui.

=X=

O que fazer agora? Bem... Darei a liberdade de vocês escolherem:

Shii e Mikh... vocês podem ir à Meinhof ou para Tahqkülna... E vocês se encontram dentro da montanha, claro.

Bxxxs e Jet... Vocês dois se encontram nas Terras Gélidas do Norte. Vocês podem ir para o continente ou explorar a Ordem/Catedral/Cidade. Vocês que decidem... E claro, vocês podem se encontrar ou se separar. A decisão é de vocês.

Umb... Você pode ir à Crusá; voltar à sua cidade; ou ir para a cidade longe pra [palavra censurada] de tudo averiguar lá: Polski.

=X=


Agora, vocês podem escolher quantos monstros quiserem enfrentar. É um RPG 4fun. Mas claro, há um limite: 10 monstros por vez. E pode ser que nem todos dropem algo (também será decidido com o Random). E por favor gente, fale alguma coisa da vida de vocês para não ficar aquele trosso secão -q

VOCÊS ESTÃO NO LV 2 TAMBÉM.
E aqui está o grupo de monstros que podem encontrar:

Goblins;
Esqueletos;
Zumbis;
Pequenos Demônios;
ESPECTRO (esse é o mais fodão... Vocês só podem lutar contra um u.u)

A RODADA ENCERRA QUANDO TODOS POSTAREM...
KEEP ALIVE.
Caio.
Caio.
Membro
Membro

Masculino Idade : 23
Alerta Alerta :
[RPG]Helldays. Left_bar_bleue0 / 100 / 10[RPG]Helldays. Right_bar_bleue

Data de inscrição : 27/06/2010

Frase pessoal : A noir. E blanc. I rouge. U vert. O bleu.


Voltar ao Topo Ir em baixo

[RPG]Helldays. Empty Re: [RPG]Helldays.

Mensagem por Umbreon_NICE em Qua 22 Ago 2012 - 19:34

[RPG]Helldays. Tumblr_m7nyrutzGH1ry4w91o1_500

Rodada do Momento - 2

Andei, andei e muito andei até me ficar cansado de tudo isso que estava fazendo. Sair do meu pântano e tentar descobrir o que estava acontecendo em um mundo todo era algo demais para mim, contudo, resolvi levar tudo sobre meus ombros. No meio da caminhada parei a baixo de uma árvore para descansar, e lá havia poeira de cor cinza no solo, e ao seu lado, duas luvas que liberavam um brilho azul. Peguei-as e troquei pelas que usava. Senti uma nova força fluindo no meu corpo, como se ficasse mais forte e com mais energia.

Com minha nova energia fluindo, recomecei meu trajeto, até que algo me surpreendeu. Havia um monte de corpos mortos ao lado do tronco de uma árvore. E havia três Zumbis, comendo esses corpos. Fiquei aterrorizado e sem querer, deixei minha lança cair no chão. O som do choque atraiu os Zumbis, que perceberam minha presença e lentamente vieram até mim. Levando em consideração o poder auditivo deles, tive uma ideia.

Comecei a correr pelas árvores, dando voltas e voltas nos monstros malignos e então, peguei a ponta da lança e bati em uma pedra sucessivas vezes, até eles perceberem onde estava. Corri novamente, e sem que percebessem, fiquei atrás deles, e com a lança, consegui cortar a cintura de um deles. Consegui cortar um no meio, o outro tentou me morder então rapidamente, usei minha barreira para proteger-me.

Desfiz minha defesa, dei dois passos para trás, abaixei-me e cortei as pernas do segundo Zumbi, que caiu no chão, usando seus braços para se movimentar. Agora era a parte final, eu só precisava perfurar suas cabeças. Com uma cena estranha passando pela minha cabeça, matei os dois com certo ressentimento estranho. Não sabia de onde eram, mas isso me deu outro motivo, para ir pedir explicações em Crusà.

Umbreon_NICE
Umbreon_NICE
Membro
Membro

Masculino Idade : 21
Alerta Alerta :
[RPG]Helldays. Left_bar_bleue0 / 100 / 10[RPG]Helldays. Right_bar_bleue

Data de inscrição : 05/07/2010

Frase pessoal : COMUNISMO ANTI SOCIAL


Voltar ao Topo Ir em baixo

[RPG]Helldays. Empty Re: [RPG]Helldays.

Mensagem por Cap'n Cook' em Qua 22 Ago 2012 - 21:16

Retorno
[RPG]Helldays. Images?q=tbn:ANd9GcSUoVF3A67pE4ZQUEOJRH9iGB0eJ9GF7WBQveA64GCdE3JBgze_&t=1
Tanto tempo fiquei ali, passando o pano em minha espada, que já podia ver meu reflexo. Saí daquela cidade repugnante, definitivamente, eu não iria ficar respirando aquele fedor de morto o dia inteiro. Preciso investigar isto. Mas tem algo que eu preciso fazer antes.

Cruzei as montanhas, na esperança de voltar para a vila. Seria muito doloroso, mas eu precisava enterrar meus entes queridos. Foi com muito receio que abri a porta de minha casa. Não sabia se estava preparado para o que estava por vir. E não, não estava. Decaí em lágrimas ao ver minha mulher, e meu filho Alec, mortos, no chão. Marcas, marcas, e mais marcas de garras. Por quê eu não pude prevenir isso? Por quê eu não matei aquele maldito demônio? DIGA-ME, Ó ODIN! Bati meu punho com toda força sobre a mesa, mas isso não iria trazê-los de volta. Era inacreditável. Aqueles corpos cinzentos, entrando em fase de decomposição, cobertos por insetos... Um dia já foram as pessoas que amo, eram tão cheias de vida... Maldito demônio. Quis carregar minha família junto para o inferno...

Coloquei seus corpos num saco, pois não poderia mais olhar para seus rostos. Só me trazia lembranças, lembranças, e elas só tornavam a caminhada mais difícil. Tinha outra pessoa que eu gostaria de visitar. Meu grande amigo, Odin. Sim, sua mãe quis colocar-lhe o nome do Deus. Queria que fosse um grande homem , e de fato, ele foi. Um grande guerreiro dragônico... Imagino como um demônio daquele nível de força pode matá-lo. Aliás, ele estava morto?

Estava. Mas não era como os outros. Não tinham sangramentos, feridas, nada. Sua boca estava aberta, e seus olhos totalmente brancos. Não haviam pupilas, nada, nada. Ele eu coloquei num saco separado. Seria muito importante para aquilo. Levaria-o a algum especialista, talvez um Necromante, e me diria o que fizeram com ele. Saindo de sua casa, peguei uma de suas cotas. Lutaria usando ela, como uma forma de honrá-lo.

Já na porta do cemitério, meus olhos fitaram-se em duas criaturinhas vermelhas. Eram pequenos demônios, eles conjuravam uma magia , virados de frente para a tumba de um morto, eles não haviam me visto. Deixei as coisas que carregava no chão, fiquei apenas com espada e escudo. Por mais baixinhos que fossem, não poderia subestimá-los. Dei um chute em um, para que ele percebesse minha presença.

- O QUE VOCÊS FAZEM AQUI? QUEM MANDOU VOCÊS? O QUE VOCÊS QUEREM? - Gritei. Não podia falar com calma. Naquele ponto, meu ódio por aqueles seres e toda a sua raça era inimaginável.

- Humanos e seus sentimentos... - Riu. - Viemos aqui junto com um amigo nosso, grandalhão. Você viu ele por aí? Acho que não, teria te matado... - Cortei fora a cabeça de um dos diabinhos.

- Matei ele tão rápido quanto matei a este seu colega. Vamos, me diga, ou seu destino será bastante parecido com o dele.

- VIVIFICA! - Exclamou. Acho que era latim, deveria estar terminando de conjurar sua magia. Da tumba para qual estava virado, surgiu um zumbi. Mas eles não são problema, lentos que são. Bastou apontar minha espada para a frente, ele veio correndo até mim na falha tentativa de me agarrar, suicidando-se.

- Muito bem, já pode falar. Você não tem opção, rapazinho.

- E o que você quer?

- Saber o que aquele demônio queria, e como ele pode matar guerreiros tão fortes.

- Aquele demônio carregava uma maldição especial. Ele veio a terra em missão de absorver almas e enviá-las para o inferno, como foi feito com seu amigo. Depois, satã usufruirá delas.

- Como? - O pequeno Demônio se tornou em chamas, queimando minha mão, tive de soltá-lo. Mas ele não fez aquilo por conta própria. Alguém no inferno estava puxando-o de volta, para que ele não falasse de mais. Droga.

Cap'n Cook'
Cap'n Cook'
Membro
Membro

Masculino Alerta Alerta :
[RPG]Helldays. Left_bar_bleue0 / 100 / 10[RPG]Helldays. Right_bar_bleue

Data de inscrição : 13/12/2011

Frase pessoal : Because everybody hands a poison heart


Voltar ao Topo Ir em baixo

[RPG]Helldays. Empty Re: [RPG]Helldays.

Mensagem por Shii em Qui 23 Ago 2012 - 0:36

"Por que todo demônio chora diante de um anjo."
[RPG]Helldays. Llj1v


Olhei para o horizonte. Teria que percorrer uma grande montanha e adentrar-se nela. Demoraria, de fato. Mesmo em terra firme, o vento soprava... Encarei a pérola do meu cetro, fechando os olhos... Pensei que nunca mais lembraria... Senti o som do ponteiro de um relógio antigo andar. As pessoas conversando, todas contentes. “As pessoas andam bastante animadas hoje. E você está preparada para o baile?” Dizia aquela doce e assombrosa voz, que acariciava meu rosto. “Claro que sim, prometo que não vou te desapontar, mesmo.” Aquilo surgiu como uma faca em meu peito. Abri os olhos. Não queria recordar do restante... Andei em direção de uma trilha, que levaria na montanha. Eu precisava tentar esquecer aquelas lembranças, tantas que perturbavam. Mas sozinha, não consigo. A trilha era bem sinuosa até, as plantas atrapalhavam um pouco, mas o que eu não gostava era da umidade absurda que possuía nessa trilha. Folhas secas empilhadas, molhadas pelo sereno da madrugada e que graças pelas árvores e pelas demais plantas que tinham um bom tamanho, não permitiam que o sol batesse nelas e as secasse. Os musgos que ficavam impregnados em cada galho, sendo das árvores e os que estavam no chão secos... Ah. Esse cenário é tedioso demais.

Levou um tempo para no início da montanha. Havia uma imensa abertura nela. Possuía uma extensa caverna que atravessaria a montanha inteira, era o jeito mais rápido para chegar em Meinhof. Assim que cheguei à sua entrada, a esfera do meu cetro brilhou, iria iluminar meu caminho até o final. Sorri, as coisas estavam indo bem até agora. Era isso que esperava até chegar ao meu destino. As paredes da caverna eram bastante irregulares, e o seu teto, havia muitas estalactites e isso meio que me deixava com medo, aquelas coisas eram pontudas e perigosas. Poderiam perfurar qualquer pessoa se caso caíssem. Bem, eu teria cuidado. Acho que num momento daqueles, eu deveria ter trazido alguém. Andar sozinha nesse lugar não me fazia muito bem, até por que, eu tinha um pouco de claustrofobia, mas como eu conseguia manter a calma quase o tempo todo, dava para me controlar sem entrar em desespero. Meus passos não eram rápidos, fiquei fitando o chão enquanto caminhava. Agora me lembrei da minha morada, que ficava bem perto daquelas montanhas. Não fazia muito tempo que eu estava naquele lugar, e o principal motivo de ter partido era por não suportar aquelas pessoas egoístas, algumas que tentaram até me enganar, e até mesmo meus familiares que eram todos inúteis. Eu meio que odiava todos eles. E quem era realmente importante, no fundo só estava mentindo. Mentindo! Precisava dos meus poderes, mas não de mim. Mesmo que eu não consiga ainda acreditar de tantas coisas que aconteceram na minha vida, eu ainda me lembrava e às vezes, sentia falta de algumas coisas. Só que preferia estar ali, morando sozinha do que passar por tantas coisas que passou, mais uma vez. E desvendar esses surgimentos de demônios me manteria ocupada o bastante para esquecer toda aquela bobagem da minha vida, mesmo que ainda conseguia tirar minha paz.

Parei de andar. Havia uma bifurcação. Eu sei que um lado não teria uma saída, e o outro levaria para bem perto de Meinhof. Respirei fundo, tentando me concentrar. Iria seguir meus instintos, pois nem eu lembrava mais qual era o caminho certo. Abri os olhos, indo para a direita. – Termina logo, inferno de lugar. – Resmunguei mesmo sabendo que de nada adiantaria e que iria demorar. Queria sair o mais rápido possível, queria ver o céu denovo... Fiquei um pouco nervosa, parecia que eu iria agonizar. “Não posso ficar nervosa agora, não posso. Preciso me concentrar...” Disse para mim mesma, tentando me acalmar. Alguma coisa boa poderia acontecer agora, não é? Sempre acontece alguma coisa boa para todo mundo, e eu quero que a minha vez chegue logo nesse inferno que chamo de vida.

Shii
Shii
Membro
Membro

Feminino Idade : 25
Alerta Alerta :
[RPG]Helldays. Left_bar_bleue0 / 100 / 10[RPG]Helldays. Right_bar_bleue

Data de inscrição : 22/06/2012

Frase pessoal : Quanta inocência.


Voltar ao Topo Ir em baixo

[RPG]Helldays. Empty Re: [RPG]Helldays.

Mensagem por Mikh em Qui 23 Ago 2012 - 13:52

[RPG]Helldays. JqQCG

01. MAGICIAN
"Me disseram que você andava chorando..."
Amanhece. O tal demônio de ontem na verdade não me assustara, mas me deixava curioso. Não se vê aquilo todo dia. Na verdade, NUNCA se vê aquilo. Fiquei pensando. Talvez estava acontecendo alguma coisa nesse mundo... Alguma coisa de ruim, claro. Sempre. Nunca que algo de bom acontece. Tentei pensar no demônio; mas ignorei. Tinha que andar. Tinha que salvar as famílias, com vários animais em minhas costas... O sentimento de heroísmo. Talvez egoísta; talvez estúpido. Mas eles tem esperança. E eu não quero causar essa tal esperança em maldição. Acelerei o passo. Essas tais botas realmente estavam indo a calhar, caso contrário estaria cheio de calos nos pés. Calos que atrapalham, e que eu não desejava. Subir a montanha, porém... Já era uma outra história. Era difícil, mesmo com botas. Demorei um tempo para passar, caindo algumas vezes. Mas eu consegui... Sempre consigo. Nunca vou desistir. Tahqkülna... Ah, imagino como seria essa cidade. Uma maravilha, talvez? Cheio de animais para matar. Um paraíso.

Entrei na montanha. A tal caverna era bem pequena para ser verdade; mas eu nunca tive medo. Porém, uma coisa me surpreende. Uma moça... Uma maga, parada, pensando na vida ou coisa assim. Nessa caverna. Por que...? – Oi. Tudo bem? – Pergunto pra ela, inocentemente. Vai ver ela ficou perdida ou coisa assim. Parecia tão jovem. Vai ver não tinha experiência. Ainda estava curioso por causa dos demônios. Agora essa maga. O que vai vir depois, um zumbi ou coisa assim? Seria bem conveniente. Vai ver. Será que essa moça sabe se defender, ou será só uma jovem sem experiência, que nem eu espero?

Porém, fico esperto. Ela também podia ser o que eu mais temia: minha inimiga. Posiciono uma das minhas mãos nas costas, para puxar o arco rapidamente caso ela tente me atacar. Sempre fui rápido, iria desviar de qualquer truques na manga que ela tinha... Tinha que estar cauteloso. “Tudo pode ser um inimigo”, todos dizem. Ela não é exceção. Ótimo. Agora estou preocupado com tudo ao meu redor... Zumbis, garotas e demônios.
Mikh
Mikh
Membro
Membro

Masculino Idade : 24
Alerta Alerta :
[RPG]Helldays. Left_bar_bleue0 / 100 / 10[RPG]Helldays. Right_bar_bleue

Data de inscrição : 02/05/2011

Frase pessoal : You stopped being you.


Voltar ao Topo Ir em baixo

[RPG]Helldays. Empty Re: [RPG]Helldays.

Mensagem por Asami em Sex 24 Ago 2012 - 18:10

Catedral

Estava sentado em cima do demônio, cortando partes do corpo dele sem nada para fazer até que me levantei e andei pela cidade massacrada, não tinha medo de olhar o estrago mas também não gostava. Eu não sabia se eu ia para as Terras Gélidas do Norte ou exploro a Catedral, decidi ir para a Catedral, não tinha muita coisa mas talvez eu achasse algumas roupas e uns escudos, por precaução revivi com a gema novamente um outro esqueleto que estava na entrada da cidade, ele tinha um machado enorme como arma.
- Ótimo, já tenho minha defesa. - Andei até a porta da Catedral e entrei lá, os vidros quebraram e o chão se rachou e 3 demônios pequenos saíram da terra. São muitos, mas são pequenos.

- Que chato. - Corri para perto deles, junto com o esqueleto, fiquei atrás por não ser tão ágil e só fiquei observando e controlando-o. Três deles pularam em cima do esqueleto, mordendo-o e desmontando ele. Tiraram mais ou menos 3 costelas até que o próprio retirou um deles com sua mão e cortou ele ao meio em um golpe com o machado. Os outros dois arrancaram o braço esquerdo, mas logo ordenei ao esqueleto a atingi-los com o machado. Cortou eles ao meio, e o machado desmontou o esqueleto, desativei a gema e todos os pedaços caíram no chão. Ativei novamente ela e os ossos se reorganizaram, para minha felicidade.

A catedral ficou parada por um tempo não sei o que iria me atacar mas sabia que alguma coisa estava perto e aqueles demônios só foram usados para me distrair. Algo pior estava por vir, me posicionei e saquei minha espada com a mão direita, e com a esquerda fiquei com a gema para me auxiliar se eu precisar.
Asami
Asami
Membro
Membro

Feminino Idade : 21
Alerta Alerta :
[RPG]Helldays. Left_bar_bleue0 / 100 / 10[RPG]Helldays. Right_bar_bleue

Data de inscrição : 17/08/2011

Frase pessoal : É caaaanon!


http://indigoplateau.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

[RPG]Helldays. Empty Re: [RPG]Helldays.

Mensagem por Shii em Sab 25 Ago 2012 - 15:47

"Por que todo demônio chora diante de um anjo."
[RPG]Helldays. Llj1v


Acho que estava chegando perto da saída, mas logo me deparei com um jovem... Um elfo. Poderia ser algum habitante de Meinhof, talvez. Talvez pudesse me ajudar, me dar alguma informação. Não parecia ser perigoso, aliás, ele até se comunicou comigo. E ao ouvi-lo, dei um passo para frente. Me arrependi. Ele levava suas mãos para trás. Eu sei que, todo elfo que faz esse tipo movimento, pretende atacar. Se me atacasse, eu já era. – Ei, espera... – Disse, recuando alguns passos, um pouco assustada. Esse cara parecia ser bem mais velho que eu, e mais experiente e dentre outras coisas. Apertei meu cajado, encarando-o. – Não sou uma ameaça... Não me machuca. – Disse, encolhendo-me. Não esperava ver alguém tão cedo.

Enquanto tentava convencê-lo de que não era uma ameaça, vi vários olhinhos vermelhos atrás dele, bem atrás. Contei uns dez pares. Andei rapidamente, passando por ele usando minha magia naqueles demônios para tentar abrir caminho, queria encontrar a saída... Foi meio difícil, mas estava conseguindo. Talvez aquele elfo me ajudasse, dunno. No fundo, estava até feliz por ter encontrando alguém nesse fim de mundo. Consegui passar por eles, estavam todos caídos já. O garoto poderia passar também. Só que logo eles iriam se levantar e nos atacar da pior forma possível, então eu tinha que pensar rápido... Em alguma maneira de acabar com aquelas criaturas e quem sabe, conseguir algumas respostas com o aquele moço. Parecia ser um pesadelo, mas infelizmente não é. Eu preciso saber o que são essas criaturas, o que elas pretendem, se tem alguém por trás delas... Posso sentir, as coisas estão para piorar.

Shii
Shii
Membro
Membro

Feminino Idade : 25
Alerta Alerta :
[RPG]Helldays. Left_bar_bleue0 / 100 / 10[RPG]Helldays. Right_bar_bleue

Data de inscrição : 22/06/2012

Frase pessoal : Quanta inocência.


Voltar ao Topo Ir em baixo

[RPG]Helldays. Empty Re: [RPG]Helldays.

Mensagem por Mikh em Sab 25 Ago 2012 - 16:12

[RPG]Helldays. M63lL

02. PRIESTESS
"Você é tão esperto, você está tão certo, mas você nunca dançou com o ódio de verdade."
Ela estava bem desesperada. Queria implorar que não fosse uma ameaça, então... acreditei. Larguei minhas mãos atrás das costas, então comecei a tentar falar. – Oi. Tudo bem, de novo? – Perguntei calmamente dessa vez. Não queria assustá-la, nem nada. Vai ver se eu fizer isso, ela me ataca. Prefiro ter uma aliada do que um oponente. Antes dela responder minha pergunta, ela se move em minha direção, passando por o que parecem ser olhos vermelhos, caídos no chão... Se levantando lentamente. Não sabia direito o que era, mas obviamente não era amizade. Então passei que nem ela, e esperei eles se levantarem. Zumbis... sedentos por sangue. O nosso sangue.

Eles se levantaram totalmente e começaram a andar lentamente. A gente não podia ficar parado. Olhei ao meu redor, e vi a tal saída. Corria rápido, podia alcançar caso precisar. Mas não podia fugir para sempre. Tinha que matar eles. Peguei meu arco e flecha, e atirei no teto. A caverna estava bem fraca, um tiro iria desmoronar tudo. E bem, foi como esperado. O teto começou a se balançar numa velocidade incrível, e começou a cair. Peguei a moça pelo braço, e corri em direção da saída. Pulei para frente junto com ela, e caímos bem na entrada da caverna... Enquanto tudo caía encima dos zumbis. Eles estavam mortos. – Tudo bem? Se machucou? – Pergunto a ela. Vai ver o que era aquilo, também.
Mikh
Mikh
Membro
Membro

Masculino Idade : 24
Alerta Alerta :
[RPG]Helldays. Left_bar_bleue0 / 100 / 10[RPG]Helldays. Right_bar_bleue

Data de inscrição : 02/05/2011

Frase pessoal : You stopped being you.


Voltar ao Topo Ir em baixo

[RPG]Helldays. Empty Re: [RPG]Helldays.

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum