Pokémon Mythology
Olá, visitante! Vejo que ainda não está conectado ao nosso fórum, faça login.
Espere, você ainda não está cadastrado? D:
Inscreva-se em nosso fórum e venha aproveitar as novidades que estamos preparando pra vocês. Nós teremos o maior prazer em recebê-lo no fórum e se precisar de qualquer ajuda, temos muitos membros e nossa equipe para ajudá-lo! Lembrando que você pode postar sua fanfic, seus desenhos ou edição de imagens, seu vídeo-detonado ou gameplay, participar de um RPG, postar e ler notícias do mundo Pokémon, tirar todas as suas dúvidas sobre todos os jogos de Pokémon, comentar sobre o desenho do momento ou apenas jogar um papo fora. Além de fazer amigos!
Para cadastrar-se clique no botão 'Sign-Up' ou em 'Registrar-se' aqui abaixo. Seja bem vindo!
[RPG] Planeta Pecado Pikalove

[RPG] Planeta Pecado

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ir em baixo

[RPG] Planeta Pecado Empty [RPG] Planeta Pecado

Mensagem por Yoshihime em Dom 10 Mar 2013 - 0:13

[RPG] Planeta Pecado Tumblr_mbrh1yrQ2U1qk2lluo1_500

Planeta Pecado

Chegou um ponto onde o pecado se tornou a maior característica do ser humano. O mundo caminhava para um caos total. Deus então resolveu dar um fim nisso. Um grande sopro passou pela Terra, apenas os puros foram salvos. O mundo transformou-se em um grande deserto pós-apocalíptico. Apenas os pecadores restaram.

Um mundo sem leis. Onde o impossível acontece. Gangues de motoqueiros caçam enormes dinossauros. Samurais peregrinam atrás de tesouros. Punks enfrentam pedófilos em batalhas mortais. Não há dinheiro. Não há esperança.

Demônios e anjos andam entre humanos. Criaturas terríveis deram as caras. Piratas vagam pelos ares.

Esse é o mundo como ninguém nunca viu.


é bem simples, vocês começam postando o inicio da história de seus personagens nesse mundo, como quiserem. Em seguida eu vou dizendo o que acontece com cada uma das personagens. Podem escrever o quanto quiserem da história. Mas de onde vocês pararem eu vou dizer o que acontece.
Yoshihime
Yoshihime
Membro
Membro

Feminino Idade : 24
Alerta Alerta :
[RPG] Planeta Pecado Left_bar_bleue0 / 100 / 10[RPG] Planeta Pecado Right_bar_bleue

Data de inscrição : 05/09/2009

Frase pessoal : Oi, sou travesti. Você sabe?


Voltar ao Topo Ir em baixo

[RPG] Planeta Pecado Empty Re: [RPG] Planeta Pecado

Mensagem por Caio. em Dom 10 Mar 2013 - 1:03

The Beginning

Era mais um dia quente, o sol batia no asfalto e confundia a visão como mulher raivosa. Haviam cactus para todo o lado, vez ou outra tinha de comê-los; eram bem gostosos. Quem era eu? Jesus, andando pelos desertos Texanos abafados do sertão brasileiro enquanto ouvia Luan Satana. A única coisa que me confortava era meu logo brilhante cheio de filtros laranjas no vidro escrito "DEUS É O PODER", afinal, se não gostasse, me ferraria.

Alguns abutres voavam no céu, haviam putinhas na estrada que sempre me davam a bunda, e até alguns ETs comendo vacas secretamente. Minha vida era mesmo muito difícil: cocaína para manter-me acordado, porque não podia parar senão as carnes estragavam. Tenho que conversar que, vez ou outra, usava a carne para... Atividades ilegais. Mas fazer o quê? É a vida. Felizmente, ia a igreja todo dia me confessar e assim minha vida ficava cada vez mais próxima de Deus.

Mas eu to ferrado, tenho que entregar essa encomenda no States.... Até amanhã...

...

...

- E aí gostosa, quer uma carona? - disse, parando.

Caio.
Caio.
Membro
Membro

Masculino Idade : 23
Alerta Alerta :
[RPG] Planeta Pecado Left_bar_bleue0 / 100 / 10[RPG] Planeta Pecado Right_bar_bleue

Data de inscrição : 27/06/2010

Frase pessoal : A noir. E blanc. I rouge. U vert. O bleu.


Voltar ao Topo Ir em baixo

[RPG] Planeta Pecado Empty Re: [RPG] Planeta Pecado

Mensagem por andergiehl em Dom 10 Mar 2013 - 1:31

$$$ O_Começo $$$

Eu era um judeu conservador, mas judeus não são salvos por Deus, justamente por termos maltratado e crucificado Jesus. Pois é, não tive sorte bem no dia do tal apocalipse justamente pela minha religião. Então larguei o conservadorismo, porém, preservei o gosto pelo dinheiro e foi isso que me motivou a seguir em frente. Me tornei assim um ladrão que as vezes molestava, praticava altos latrocínios. Como não havia regras ou politica, muito menos polícia, eu estava livre pra usar meu armamento e poder roubar gente inocente que ainda perambulava esperando que um arcanjo o levasse, as vezes até matava anjos e roubava seus órgãos e dinheiro, os órgãos eu vendia para o mercado negro pra conseguir minha boa fortuna.
Meu esconderijo era na avenida central da cidade de São Paulo, eu havia encontrado um alçapão em um domicílio abandonado, lá eu guardava toda a minha grana e minha munição. Sempre carregava comigo uma pistola de 9 milímetros com silenciador (mas era especializado na utilização de rifles) e uma adaga que havia recebido de meu avô, ela foi passada de geração em geração, mas não tive tempo de estruturar uma família para futuramente passar a meu filho, muito menos morando num pais onde há miscigenação de raças.
Num dia eu havia encontrado uma biblioteca cheia de livros ocultistas e satânicos, graças a essa façanha aprendi a matar entidades “mágicas”, claro, também foi por isso que consegui uma parceria com alguns demônios para aumentar meu lucro no contrabando.
A vida não era fácil, cristãos que achavam que todos desta religião estavam salvos perseguiam Judeus, ser um judeu não era nada fácil. Neonazistas andavam a solta, até travestis eram perigosos.
Gostaria de sair desse mundo problemático, mas com que eu me envolvi, seria algo muito difícil de sair do ramo. Talvez eu consiga comprar minha salvação com o máximo de grana que eu conseguir acumular...
andergiehl
andergiehl
Membro
Membro

Masculino Idade : 23
Alerta Alerta :
[RPG] Planeta Pecado Left_bar_bleue0 / 100 / 10[RPG] Planeta Pecado Right_bar_bleue

Data de inscrição : 27/11/2010

Frase pessoal : Quem vem com tudo não cansa.


Voltar ao Topo Ir em baixo

[RPG] Planeta Pecado Empty Re: [RPG] Planeta Pecado

Mensagem por Cubo. em Dom 10 Mar 2013 - 1:32

Estava eu lá, bebendo meu leitinho como habitualmente fazia depois que tudo aquilo aconteceu, sem família ou amigos, sem casa ou sem comida, apenas um garoto perdido com sua lancheira e seu pônei magico querendo o colo de sua vovôzinha, assim era eu, em uma vida totalmente lascada, nada mas fazia sentido, nem mesmo a morte. A cidade estava uma bosta, para todos os lados que se olhava era possível ver maggots do gênero masculino se pegando, white powers apanhando para negões touros e velhos tarados que ficavam dando em cima de jovens travestis.

Ali fiquei, observando aquelas horriveis cenas enquanto tomava meu leitinho até que o pior momento de minha vida aconteceu, minha bebida magica havia acabo.

- Meu leitinho acabo, agora essa porra ficou seria. Disse o jovem garoto bravo enquanto destruía aquela embalagem. Precisando de mais leite para me manter firme e forte naquele mundo. Montei em meu pônei e sai cavalgando graciosamente em busca de leite.
avatar
Cubo.
Usuário Banido
Usuário Banido

Masculino Idade : 20
Alerta Alerta :
[RPG] Planeta Pecado Left_bar_bleue10 / 1010 / 10[RPG] Planeta Pecado Right_bar_bleue

Data de inscrição : 10/02/2013

Frase pessoal : sou caipira pira pora


Voltar ao Topo Ir em baixo

[RPG] Planeta Pecado Empty Re: [RPG] Planeta Pecado

Mensagem por Yoshihime em Dom 10 Mar 2013 - 2:46

Núcleo Perry:

Você viu apenas o corpo quando ofereceu carona. Mas quando a mulher entrou no carro você percebeu que além daquele corpo maravilhoso de mulher, dentro daqueles trajes justíssimos a criatura possuía uma grotesca cabeça de bode. Com um pentagrama invertido de sangue seco entre os chifres.

“Boa tarde, senhor” Disse a entidade ao entrar no carro. “Eu sou o espírito do natal passado, preciso de uma carona até a biblioteca de Alexandria”

Núcleo Ander:

Você levava um rim angelical para um cliente muito especial, o Senhor Fox. Era estranho que uma raposa falasse, vestisse terno e cartola, mas você não ligava. Porque ele pagava bem.

Caminhou até um enorme prédio no centro da cidade, uma das primeiras grandes construções pós-apocalípticas. O edifício Londres do Sul.

Como de costume subiu para o sétimo andar. Bateu na porta da sala 701.

A porta então abriu sozinha. Alguém a largara assim.

Caminhou pela sala, parecia tudo em ordem. Mas atrás de uma grande mesa estava no chão o corpo morto de Senhor Fox.

Núcleo Cubo:

Você cavalgava em seu pônei em busca de leite por um enorme deserto. Avistou então grama verde... Muito verde.

Aquilo parecia para seus olhos infantis um ótimo sinal. Galopou até lá. Percebeu então que aquele era um enorme pasto. Ao longe viu uma casa-grande.

Chegando lá você gritou: “Alguém ai?”

Uma belíssima mulher, de cabelos negros e olhos verdes surgiu. Possuí pouco mais de vinte anos. “Oh! Uma criança, venha, entre! Esse lugar é muito perigoso para você!” Disse.
Yoshihime
Yoshihime
Membro
Membro

Feminino Idade : 24
Alerta Alerta :
[RPG] Planeta Pecado Left_bar_bleue0 / 100 / 10[RPG] Planeta Pecado Right_bar_bleue

Data de inscrição : 05/09/2009

Frase pessoal : Oi, sou travesti. Você sabe?


Voltar ao Topo Ir em baixo

[RPG] Planeta Pecado Empty Re: [RPG] Planeta Pecado

Mensagem por Vulc em Dom 10 Mar 2013 - 9:53

Ainda pode entrar?



Ok, o mundo tinha caído no completo caos, de um jeito que nunca se havia visto antes. Mas eu, que sou só um jovem de 18 anos estava pouco me lixando. Não me importava aquilo de céu e inferno, pois o mundo já era um inferno. A salvação parecia ser um objetivo nobre, mas não pra mim. Enquanto houvesse rabos pra foder e festas pra ir eu não me importaria. Afinal, o paraíso parece muito chato.
Sai do meu apartamento, passei pelo vizinho e roubei um pedaço de pizza e uma lata de cerveja. Eu estava com uma puta ressaca da festa de ontem. Eu com 5 prostitutas e Whisky 12 anos. Com certeza seria algo para contar para meus filhos, se eu quisesse ter filhos. Fui para minha garagem, peguei minha faca borboleta e uma Desert Eagle que eu havia roubado de uma loja de armas qualquer e subi na minha Harley davidson e sai dali. Não tinha dinheiro pra pagar as putas.
Vulc
Vulc
Membro
Membro

Masculino Idade : 21
Alerta Alerta :
[RPG] Planeta Pecado Left_bar_bleue0 / 100 / 10[RPG] Planeta Pecado Right_bar_bleue

Data de inscrição : 13/03/2010

Frase pessoal : I'm still into you


Voltar ao Topo Ir em baixo

[RPG] Planeta Pecado Empty Re: [RPG] Planeta Pecado

Mensagem por Yoshihime em Dom 10 Mar 2013 - 14:55

Quem quiser entrar pode entrar sim.

Núcleo Vulc:

Uma música penetrou em seus ouvidos. Você logo estranhou e resolveu segui-la. Quem diabos estaria ouvindo Nando Reis nesse mundo?

Uma borboleta passou pelo canto de sua cabeça. Estranho...

Conforme você se aproximava do som mais borboletas surgiam. Grama verde, belíssimas flores, altas árvores. Até que você avistou um grupo de cinco belas Ninfas se banhando em um lago.
Yoshihime
Yoshihime
Membro
Membro

Feminino Idade : 24
Alerta Alerta :
[RPG] Planeta Pecado Left_bar_bleue0 / 100 / 10[RPG] Planeta Pecado Right_bar_bleue

Data de inscrição : 05/09/2009

Frase pessoal : Oi, sou travesti. Você sabe?


Voltar ao Topo Ir em baixo

[RPG] Planeta Pecado Empty Re: [RPG] Planeta Pecado

Mensagem por andergiehl em Dom 10 Mar 2013 - 16:10

Ato 2 - A insegurança

Olhei para todos os lados, fiquei atento a cada movimento e com minha mão esquerda dentro do meu sobretudo segurando minha pistola de 9 mm. Pelas janelas vinham ventos fortes que deixavam a cara do local mais tensa. Analisei o corpo no chão e notei que seu pescoço havia sido deslocado, olhei mais uma vez para os lados e notei que os guarda-costas do Senhor Fox não haviam morrido da mesma forma, mas sim por uma perfuração na testa, talvez um tiro. Imaginei a cena do local, então fiz a suposição que talvez tenha sido por causa de um negócio inacabado, provavelmente com demônios.

Fiquei chateado pois quase morri no dia que retirei esse rim daquele belo ser. Mas logo pensei em dar a um negociador do Mercado Negro que trocaria por dinheiro. Só teria que passar por becos perigosos abitados por Punks neonazistas que achavam que a Coca-Cola era a empresa que manipulava todo o mundo. E claro, teria de esconder meus traços judeus para não ser morto.

Mas nem corri atrás, fui para meu esconderijo na avenida central. Depositei o rim num refrigerador especial para órgãos, para futuramente pensar no que fazer com ele. Era tempo de Chanucá, então resolvi ascender o candelabro, mesmo não ligando mais para as crenças, tinha ainda uma esperança de que poderia me trazer segurança no caminho que eu trilhasse.

Eu estava rico já após diversas negociações feitas depois do Dia (chamava-os assim, tudo começou do zero na minha vida após o acontecido). Sentia-me inseguro, até a região onde estava meu esconderijo já estava se tornando um local perigoso habitado por travestis que carregavam sempre em suas mãos uma sub metralhadora, peguei uma boa quantia de dinheiro que eu conseguisse carregar, botei meu rifle e as munições numa mala e resolvi seguir por outras bandas, ainda nesse mesmo ramo de saqueador, sabia que além daquela cidade havia muito por aprontar. Comprei um belo carro e fui rumo ao Nordeste do país, pois diziam que o Ceará era uma potência, não só pelas escolas que formavam grandes cientistas, mas por ser considerado um dos melhores pontos onde habitavam gangues de contrabando de artigos mágicos. E talvez com algum filósofo aleatório ou um novo Padre Cícero poderiam me fazer pensar e refletir sobre como seguir um caminho para a salvação, mas só talvez, tudo pode aparecer durante o caminho. E quem garante que o Ceará não virou pó?

Ainda me encontrava pensativo no que poderia acontecer comigo. Após a morte do Senhor Fox, fiquei cada vez mais inseguro, talvez possa ser uma divindade que esteja me procurando, ou...
um serviço inacabado por inexperiência no começo do Dia.

Entrei no carro, pisei no acelerador e fui indo em direção ao meu destino. Quando estava próximo a sair do estado de São Paulo uma luz começou a aparecer no banco ao meu lado. Era o espírito do Senhor Fox que viera me alertar no meu caminho, só que ele estava um pouco diferente, estava mais musculoso e com roupas mais apertadas. A primeira coisa que ele me contou foi que havia sido enviado ao paraíso dos bichos adorados por pessoas que amam furry. Me contou que não haviam sido demónios que haviam o matado, mas sim uma pessoa com a cara deformada por causa de um incêndio de uma boate e que alguém havia a molestado. O Sr. Fox contou que a mulher adorou tanto a penetração que queria antes de me matar, abusar-me sexualmente. Também informou que ela pediu onde escondia-me, mas como o Sr. Fox tinha uma certa confiança na minha pessoa, não revelou nada a respeito de mim, claro, ele nem sabia onde eu me escondia. Então ela matou-o.

Logo após ele me repassar os avisos ele desapareceu.

Quando eu passava por uma cidade pequena, avistei uma figura nos céus da cidade, era um demônio que havia sido conjurado, pisei no acelerador para sair o quanto antes das proximidades da cidade.
andergiehl
andergiehl
Membro
Membro

Masculino Idade : 23
Alerta Alerta :
[RPG] Planeta Pecado Left_bar_bleue0 / 100 / 10[RPG] Planeta Pecado Right_bar_bleue

Data de inscrição : 27/11/2010

Frase pessoal : Quem vem com tudo não cansa.


Voltar ao Topo Ir em baixo

[RPG] Planeta Pecado Empty Re: [RPG] Planeta Pecado

Mensagem por Vulc em Dom 10 Mar 2013 - 19:13

Na lagoa das ninfas gostosas


Andei até a lagoa, deixando minha moto de um jeito em que eu podia fugir rapidamente. Tudo cheirava a emboscada, portanto, decidi ficar preparado. Deixei minha faca de uma maneira que pudesse ser sacada de forma rápida, e minha pistola presa no meu cinto. Olhei as ninfas brincarem na água com seus belos corpos e me aproximei devagar, silencioso o suficiente para não espantar elas. Tirei minhas botas e coloquei os pés na água e fiquei observando. Talvez outra suruba não fosse nada mal. Só que eu precisaria de mais lábia do que eu usaria com prostitutas. Ah, se meus pais me vissem, com certeza teriam nojo do que me tornei, mas quem importa. Comer dez mulheres em menos de vinte e quatro horas deve ser algum record. E ninfas deveriam dar algum tipo de pontuação bônus também.

- Olá - eu disse - O que as moças estão fazendo?

A frase faz com que elas se espantassem e tentassem se esconder, atrás de pedras, árvores, debaixo da água. Certamente não era isso que eu queria. Vi que ainda me espiavam, curiosas. Isso é bom, significa que ao menos não as assustei por completo.

- Vamos, cheguem mais perto. - eu disse suavemente, com um sorriso amigável no rosto - Eu não vou morder. Digo, a não ser que vocês queiram.

Esperei até que elas deixaram a timidez de lado e começaram a chegar mais perto. "Espero que seja só sexo, e que elas não tentem me matar."
Vulc
Vulc
Membro
Membro

Masculino Idade : 21
Alerta Alerta :
[RPG] Planeta Pecado Left_bar_bleue0 / 100 / 10[RPG] Planeta Pecado Right_bar_bleue

Data de inscrição : 13/03/2010

Frase pessoal : I'm still into you


Voltar ao Topo Ir em baixo

[RPG] Planeta Pecado Empty Re: [RPG] Planeta Pecado

Mensagem por Mag em Dom 10 Mar 2013 - 22:43

Louco você, Gui. Lindo também.



Sentado na privada, a mente do belo rapaz vagou. Pensara incontáveis coisas sobre um juízo final, mas nada como aquilo. Jurara, também, mas desta vez pela vida de sua mãe, que com certeza era um jovem salvo e seria levado para o paraíso. Enganou-se, coitado. Mas teve sorte... Imaginara um inferno muito mais tenebroso.

Quando o toco de bosta saiu de sua bunda, num último gemido de esforço, a água que respingou nas suas nádegas despertou-o. Pegou o papel higiênico ao lado e fez o que pôde com a coisa lambuzada. A fedor do seu cocô parecia ainda pior naquele banheiro abafado e quente, por estar exposto ao forte sol da tarde.

- Carniça. - Disse, saindo do banheiro.

Olhou para os dois lados. Não havia ninguém na rua, e nada de especial, além do banheiro público que acabara de usar. Ficou feliz por isso; assim não saberiam quem fizera toda aquela merda. Decidiu ir pelo lado esquerdo, e foi andando, imaginando os seus pais no paraíso...


Mag
Mag
Membro
Membro

Masculino Idade : 24
Alerta Alerta :
[RPG] Planeta Pecado Left_bar_bleue0 / 100 / 10[RPG] Planeta Pecado Right_bar_bleue

Data de inscrição : 15/07/2009

Frase pessoal : Big Mac em Tebas


http://instintodeler.blogspot.com.br/

Voltar ao Topo Ir em baixo

[RPG] Planeta Pecado Empty Re: [RPG] Planeta Pecado

Mensagem por Caio. em Seg 11 Mar 2013 - 18:07



- Noss sinhô! - comentei, vendo aquela gigante cabeça de bode. - Eu tenho um CD aqui que você vai gostar. - remexendo as gorduras das nádegas, um disco suado, com a capa danificada e cheirando a podre saíra. - Goats Head Soup, conhece?

A gigante criatura virou-se, e seu olhar sangrento de ódio caíra como a dor do pecado e de toda a vida. Senti-me caindo ao abismo, estava perdido. O ódio, o enxofre, a dor... Tudo lá estaria... Morreria ali e agora. Provoquei o kpeta, dá nisso. Crianças, não façam isso em casa.

- Porr, muito bom. - respondeu o tinhoso, fazendo um rádio gigante como os dos anos 90 brotarem em seu ombro. - Empresta aí que eu coloco.

Fiquei feliz. Eu pelo menos iria para Alexandria ouvindo Star Star. No caminho, arrumamos uma putinha e, como mulher raivosa, comemos ela ainda ouvindo Star Star. Aquele menáge sobrenatural estava muito gostoso, comi o cu porque com o capeta não se brinca, né? Maria Madalena perdoa, quando chegasse em Alexandria ia na igreja próxima pagar o dízimo e comer trigo pra que Deus perdoasse.

Quando passamos pelo Egito, dei uma paradinha para mijar. Foi aí que eu lembrei que tinha lido Um Conto de Natal quando eu era criança e que a porr do terceiro fantasma sempre me dava um medo do caralho.

- Vem cá. - falei pro tinhoso. - Tu é mesmo o espírito do natal passado? - eu então fiquei vermelho. - Pora, tu já me assustou demais nessa vida. To putão agora!

Assim como o CD, retirei um crucifixo da nádega e comecei a rezar em latim, português - o novo papa tá aí né modernidade animassaum felisidade do brassil -, italiano, polonês, islandês, francês, todos os idiomas cirílicos, galego, espanhol, basco, catalão, línguas anciãs, hieroglífos e até mesmo Chinês, porque a China agora é uma grande potência e o inglês que se [palavra censurada]. Dei uma cuspida no chão e mirei o crucifixo nela, fazendo-a, magicamente, levitar e voar na cara do demo que derreteu v1d4 l0k4mente.

- Preciso ir para Alexandria. - disse, entrando no caminhão vendo só os dois chifres do bicho no chão. Peguei o CD de novo e voltei a ouvir enquanto ouvia a putinha gemer lá atrás dizendo que tava ardendo. Fresca demais essas meninas.

Caio.
Caio.
Membro
Membro

Masculino Idade : 23
Alerta Alerta :
[RPG] Planeta Pecado Left_bar_bleue0 / 100 / 10[RPG] Planeta Pecado Right_bar_bleue

Data de inscrição : 27/06/2010

Frase pessoal : A noir. E blanc. I rouge. U vert. O bleu.


Voltar ao Topo Ir em baixo

[RPG] Planeta Pecado Empty Re: [RPG] Planeta Pecado

Mensagem por Yoshihime em Seg 11 Mar 2013 - 20:20

Núcleo Ander:

Você pisa no acelerador. Mas seu carro não anda. Seu marcador mostra que você está sem combustível.

Um grupo de homens carregando armamento pesado. Com terços e amuletos religiosos pendurados pelo corpo aparecem. eram caçadores de demônios.

Núcleo Vulc:

Você entra no lago, contudo não vê ninfas. A grama, as borboletas, a música, as árvores. Tudo desapareceu. Você estava Em uma pedra cercada de lava. Uma frágil ponte passava por cima do magma levando até algo que parecia um castelo feito de uma roxa negra.

Núcleo Mag:

Você caminhava pela rua. Era um dia quente. A rua estava infestada de moscas. Ouviu então um ronco de motor. Seguido de outros.

Uma gangue de sete motoqueiras chinesas te cercou. Carregavam grossas correntes.

"Viemos buscar o escolhido"

Núcleo Perry:

Ao entrar de volta no veículo você se deparou um um bode, não exatamente um bode. Possuía o corpo de um, mas a sua cabeça era de uma mulher loira.

“Eu sou o espírito do natal presente, preciso de uma carona até a biblioteca de Alexandria”
Yoshihime
Yoshihime
Membro
Membro

Feminino Idade : 24
Alerta Alerta :
[RPG] Planeta Pecado Left_bar_bleue0 / 100 / 10[RPG] Planeta Pecado Right_bar_bleue

Data de inscrição : 05/09/2009

Frase pessoal : Oi, sou travesti. Você sabe?


Voltar ao Topo Ir em baixo

[RPG] Planeta Pecado Empty Re: [RPG] Planeta Pecado

Mensagem por Vulc em Seg 11 Mar 2013 - 22:50

Ok, sabia que era armadilha. Ou isso, ou eu ainda estava muito chapado, mas acho que não.
Mesmo assim, eu me interessava. Só queria saber como encontraria minha moto depois daquilo. Nah, aquele lugar parecia um palácio do kapiroto. Certamente ou aquilo seria meu julgamento, ou algum tipo de missão macabra. Optei pela segunda opção e andei até o castelo, assoviando a música do nando Reis que estava tocando antes. Essa porra tinha ficado em minha cabeça. Peguei minha pistola com a mão direita e a faca com a esquerda. Dei um chute na porta, (afinal tenho que fazer tudo de uma maneira badass) e entrei no lugar que tinha uma bela decoração medieval, com armaduras completas e tudo.

- Olha - eu gritei, fazendo as palavras ecoarem pelo local. segurei com firmeza a pistola - Fale logo o que quer, senão vou sair daqui. Você tá me devendo cinco ninfas e eu tô com uma puta ressaca.
Vulc
Vulc
Membro
Membro

Masculino Idade : 21
Alerta Alerta :
[RPG] Planeta Pecado Left_bar_bleue0 / 100 / 10[RPG] Planeta Pecado Right_bar_bleue

Data de inscrição : 13/03/2010

Frase pessoal : I'm still into you


Voltar ao Topo Ir em baixo

[RPG] Planeta Pecado Empty Re: [RPG] Planeta Pecado

Mensagem por Mag em Ter 12 Mar 2013 - 15:46

Gui, amei e gargalhei. Só me diga se eu precisar desenvolver menos a história.



Motocas barulhentas. Quando as motos se aproximaram, o rapaz ficou apreensivo. Quando divisou que eram 7 motos montadas por belíssimas chinesas usando roupas apertadas, ficou interessado; mas então viu as grossas correntes, e o medo o tomou.

Pararam de repente, cercando o rapaz.

- Viemos buscar o escolhido.

- Eu já disse que não quero mais salvar esse mundo com as minhas peripécias. O Avatar Ash já teve a sua chance e não conseguiu. Porque eu conseguiria? - Exasperou-se.

Então caiu de joelhos no chão poeirento e chorou. O mundo estava uma desgraça e ele era a única salvação. O mais fraco dos escolhidos, aquele que nunca teria a capacidade de aprender tudo o necessário para resolver os problemas no mundo e blá blá blá.

Uma grossa corrente envolveu-o, como que por mágica. Circundou todo o seu corpo com força, impedindo-o de se soltar. A chinesa que aparentemente liderava a sua caça simulou o mais sexy dos sorrisos, em pé de frente ao rapaz e segurando o outro extremo da corrente que o prendia.

- Não seja imbecil. Vamos. - Disse, com o sorrindo atraente.

Então ele decidiu. Queria sexo e teria que impor sua masculinidade. O temor de seu rosto desfez-se em segundos, tomando uma expressão avassaladoramente de garanhão. Num sorrisinho fatídico, uma onda de fogo subiu de seus pés até sua cabeça, onde fixou-se. Onde antes houvera olhos verdes e uma face branca e rosada do sol, apenas o crânio branco envolto de chamas sobrara. Forçou seus braços contra a corrente que o apertava e arrebentou-a. A cena paralisou-se, e as motoqueiras mostraram, por um segundo, o a surpresa daquela revelação.

O fogo fizera de suas roupas nada mais que farrapos queimados espalhados pelo chão, e o rapaz (com corpo masculiníssimo) viu-se nu perante as belas mulheres. Olhou para o seu corpo, mas não sentiu vergonha. Ignorou aquilo, pôs o polegar e o indicador juntos dentro da boca e assobiou um silvo inimitável.

Ao longe, o som de galope forte que se aproximava em grande velocidade. Do meio do deserto, apareceu então um cavalo tão negro quanto o carvão. Dos olhos e patas do animal saiam rajadas de fogo. Saltou em cima do cavalo e fitou as motoqueiras.

- Eu, o atual Avatar, serei a Lenda de Mim. - Disse. - Então, para onde vocês me levarão mesmo?
Mag
Mag
Membro
Membro

Masculino Idade : 24
Alerta Alerta :
[RPG] Planeta Pecado Left_bar_bleue0 / 100 / 10[RPG] Planeta Pecado Right_bar_bleue

Data de inscrição : 15/07/2009

Frase pessoal : Big Mac em Tebas


http://instintodeler.blogspot.com.br/

Voltar ao Topo Ir em baixo

[RPG] Planeta Pecado Empty Re: [RPG] Planeta Pecado

Mensagem por JulietdoTsu em Ter 12 Mar 2013 - 17:04

[RPG] Planeta Pecado Tumblr_lwx4hxZjc41r2ewdxo1_500

No Community Gifs, only Lost/Humor gifs

O sol era, como sempre, quente. Mas de uns tempos pra cá, não haviam nuvens, nada, então eu me perguntava onde Deus estava escondendo os caras que pagaram o dizimo.

Minha cerveja derramou alguns pingos de água no meu Jeans, que não estava rasgado, e eu me levantei do banquinho de madeira, olhei pra trás mais uma vez e vi os corpos que, a algumas horas atrás, estavam jogando sinuca. Obviamente eu não havia feito aquilo, eu estava escondido atrás do balcão segurando minha faca de caça, mas qualquer um que chegue aqui pensará que foi eu.

"Chegar aonde" você me pergunta, nem eu sei. Tudo é deserto nessa droga de mundo, mas creio que seja alguma rodovia entre Brasilia e Goiânia. Peguei então minha cerveja no balcão, Heineken é claro, e tomei um gole grande, passei por alguns corpos e sai do estabelecimento, era feito de madeira e tinha uma placa "Zé's Bar" no maior estilo brasileiro.

Algumas motos estacionadas, com a marca de uma na areia que um dia era o estacionamento. Voltei no bar, procurei alguma chave de algum cara e, uma por uma, achei uma moto com gasolina o bastante pra chegar ao posto. Aproveitei o recolhimento das chaves para pegar alguns carteiras, cigarros, uma jaqueta de couro e óculos escuros. Guardei tudo menos os óculos, eles ficaram comigo protegendo desse lindo sol.

- Eu sou Raj Minaj, o cara mais badass de todos, e atrasado também, só espero que Deus aceite-me no céu, e que o Lerjo me ponha nisso. - Coloquei meus óculos e sai para o mundo na direção contrária de onde vim, eu morava com os políticos é claro.
JulietdoTsu
JulietdoTsu
Usuário Banido
Usuário Banido

Masculino Idade : 20
Alerta Alerta :
[RPG] Planeta Pecado Left_bar_bleue1 / 101 / 10[RPG] Planeta Pecado Right_bar_bleue

Data de inscrição : 10/02/2013

Frase pessoal : JuninhoHacker me pegou


Voltar ao Topo Ir em baixo

[RPG] Planeta Pecado Empty Re: [RPG] Planeta Pecado

Mensagem por andergiehl em Ter 12 Mar 2013 - 20:01

Uma jogada de sorte

Em quanto o demônio gigante destruía a cidade, eu pensava em não ser avistado e pisava cada vez mais forte no acelerador. De repente o carro para, reparo que a gasolina havia acabado, teria de achar uma maneira de sair do local o quanto antes possível. Pego os meus bens e vou rumo a um local onde possa haver um carro que eu consiga roubar. Mas antes empurro o carro para dentro da mata para que não percebam que alguém sem sorte passou pelo local e seja visto como presa fácil. Após empurrar, ando um pouco adentro da mata e sigo enfrente para que não seja notado pelas proximidades da rodovia.

Após horas de caminhada, localizo um estabelecimento, reparo que está tudo calmo, parecia um sinal ruim ao meu ver. Era um belo casarão, deveria haver vários carros bonitos a serem roubados.

Entro na casa, sempre atento a cada movimento. Vou a cozinha para ver se havia algum alimento para saciar a fome.Haviam belos pratos conservados na geladeira. Pego um alimento e como-o rapidamente para poder vasculhar a garagem. Visualizo uma escada e suponho que leva a um local próximo a garagem, o corrimão da escada era bem bonito, parecia ser feito a ouro e nos degraus havia um carpete vermelho, Então decido reparar mais no visual do casarão. As janelas pareciam ter um design clássico, a vidraçaria era algo tão encantador, quem morou ali deve ter aproveitado bem o local, presumi.

Mas resolvo parar de olhar para não baixar a guarda, desço as escadas, entro num corredor que levava a garagem, mas do nada, atrás e a minha frente aparecem homens de sobretudo branco.

Eles seguravam terços, usavam adereços e tinham tatuado ao corpo símbolos religiosos, Eram caçadores de demônios.

Eles se divertiam vendo demônios morrendo, era um hobby sinistro. Um deles faz a seguinte questão:
- Quem e o que é você?
- Sou apenas um andarilho, acho.- respondo-o com sentimento de angústia, justamente por não ter planejado um algo para minha vida.
- Soubemos que um ladrão estava tentando sair do estado, ele sabia como matar seres misticos, gostaria de aprender alguns dos truques dele. Uma pena a cabeça dele estar valendo uma nota preta, gostaria que ele me ensinasse mais coisas sobre demônios para que meus métodos de tortura melhorassem.- todos ao meu redor mexeram a cabeça para baixo para afirmar o que ele dizia..
- Não sei nada a respeito desse cara, talvez ele esteja só tentando fazer algo nesse mundo infernal.- falei como se fosse um desculpa para mim mesmo.
- Olha, soubemos que ele era um judeu, diríamos a ele tomar cuidado, pois há uma nova espécie de lunáticos intitulando-se como guerreiros de Deus, dizem que eles querem catolizar as pessoas e conquistar a terra prometida. Eles se acham os caras das Cruzadas, mas quem dera que isso fosse funcionar hoje em dia. Tão mais pra uma ceita aleatória.- Respondeu um jovem encapuzado atrás de mim.
- Poderias nos mostrar melhor o teu rosto.- falou o mais velho do grupo, era um cara que aparentava ter uns 38 anos, barba mal aparada, tinha uma cara pálida, parecia um foragido da prisão.

Assim fiz, bom que eles não tinham muito conhecimento sobre traços hereditários de uma das famílias principais do judaísmo. Mas fiquei alerta. Fizeram-me mais perguntas, respondi-os com maior naturalidade inventando um eu totalmente oposto ao que sou.

Um deles sugeriu que me prendessem pois suspeitava de mim, após ele argumentar do porque me prender, o clima ficou tenso, vi se não carregavam armas de fogo pelo corpo. Ao meu ver parecia que não. Peguei minha adaga no bolso e falei algumas palavras em latim para conjurar demônios e anjos, numa tentativa de criar uma distração.
- SPIRITUS SANTUS ORA PRO NOBIS!- finalizei gritando.

O grupo me olhou com uma cara assustada, quando de repente um ruido frenético começa a surgir na casa, fiquei exaltado ao saber que havia funcionado. Havia lido num dos livros sobre anjos e demônios que havia achado numa biblioteca secreta, sempre achei que fosse uma furada, mas funcionou. Tirei a mão com a adaga do bolso e fiz um corte na perna de um dos integrantes do grupo que tampava a rota de fuga para a garagem, corri em direção a ela. Após entrar nela vi que haviam cães que haviam sido deixados lá. Botei a adaga novamente no bolso e retirei a pistola de dentro do bolso interno do sobretudo. Estava com pressa, vi se havia um galão de gasolina para providências futuras. Havia um pequeno, peguei em todo caso. Um dos cães tentou me atacar, um Rottweiller que parecia bem forte, uma pena, meti um tiro na face do animal. Entrei em um carro, havia uma chave lá, tive até uma impressão que tudo fora armado, mas me mandei do casarão o quanto antes possível.



Aviso: tl;dr
andergiehl
andergiehl
Membro
Membro

Masculino Idade : 23
Alerta Alerta :
[RPG] Planeta Pecado Left_bar_bleue0 / 100 / 10[RPG] Planeta Pecado Right_bar_bleue

Data de inscrição : 27/11/2010

Frase pessoal : Quem vem com tudo não cansa.


Voltar ao Topo Ir em baixo

[RPG] Planeta Pecado Empty Re: [RPG] Planeta Pecado

Mensagem por Caio. em Qua 13 Mar 2013 - 14:20

- Porra, outro? - perguntei, entrando no caminhão. - Já que toda vez que eu mato um aparece outro, vou te matar aqui mesmo.

Após falar essas palavras, soltei um pouco de CH4 no ar. Sua reação fora fascinante, misturou-se com o O2 formando CO2 e água que, pelo fato de eu ainda estar com o crucifixo em mão, pingou no bode e derreteu ele. Ao morrer, o demônio soltou várias partículas de trióxido sulfúrico, ou anidrido sulfúrico. Graças a água que ainda pairava sobre o corpo do demônio, o bagulho reagiu locamente e formou um pouco de ácido sulfúrico. Prendi o CO² num tubo de ensaio, poderia ser interessante; também decidi carregar o ácido e mais um pouco do anidrido, poderia ser usado mais tarde.

"Eu realmente preciso chegar em Alexandria", pensei. Soltei então toda a carga, salvar o mundo era mais importante, sem falar que a carne já tava toda fodida e gozada, já devia estar podre naquela hora.

E fui em direção a Alexandria, com meu caminhão runnin' like a modafoca.

De verdade.

[RPG] Planeta Pecado Running-truck
Caio.
Caio.
Membro
Membro

Masculino Idade : 23
Alerta Alerta :
[RPG] Planeta Pecado Left_bar_bleue0 / 100 / 10[RPG] Planeta Pecado Right_bar_bleue

Data de inscrição : 27/06/2010

Frase pessoal : A noir. E blanc. I rouge. U vert. O bleu.


Voltar ao Topo Ir em baixo

[RPG] Planeta Pecado Empty Re: [RPG] Planeta Pecado

Mensagem por Yoshihime em Qua 13 Mar 2013 - 18:28

Núcleo Vulc:
O chão a sua frente abriu e dele saiu uma grande caixa de som. "Desenhe-me um carneiro", disse a voz saindo da caixa.

Núcleo Mag:
As motoqueiras pareceram satisfeitas. Uma delas sorriu e disse: "Pala a Babilônia. Precisamos destruir Lúcifer, a estrela da manhã, que reina por lá."

Núcleo Juju:

Os dois pneus da sua moto furaram. Você desceu. Eram dardos que foram disparados contra ela. Olhou para frente e viu um enorme prédio, era o pior lugar que você poderia estar. Com as piores pessoas... Era um cursinho pré-vestibular.

Núcleo Ander:

Você saiu da cidade seguindo rápido. Depois de horas de viagem parou em um bar para descansar. Entrou. Lá dentro estavam reunidos um grupo de fãs de UFC e, complesta abstinência pois desde o fim não conseguiam mais assistir às lutas.

Núcleo Perry:

Enquanto você avançava com seu caminhão uma serpente surgiu no Banco do carona: "Eu sou o espírito do natal futuro e blá blá blá Alexandria"




Yoshihime
Yoshihime
Membro
Membro

Feminino Idade : 24
Alerta Alerta :
[RPG] Planeta Pecado Left_bar_bleue0 / 100 / 10[RPG] Planeta Pecado Right_bar_bleue

Data de inscrição : 05/09/2009

Frase pessoal : Oi, sou travesti. Você sabe?


Voltar ao Topo Ir em baixo

[RPG] Planeta Pecado Empty Re: [RPG] Planeta Pecado

Mensagem por andergiehl em Qua 13 Mar 2013 - 19:22

[RPG] Planeta Pecado Hulk-hogan-with-pokemon
Uma aparição inesperada

Segui rápido em direção que me levaria para fora do estado. Chego em Minas Gerais e vou a procura de um bar para descansar. Quando chego, deixo o carro no estacionamento, entro no bar e sento-me naqueles bancos que ficam na frente do balcão. Peço um copo de uísque ao atendente. Bebo de gole em gole, com calma. FIco ouvindo a conversa das pessoas do bar, o atentendente pede-me se eu quero um pão de queijo, recuso a proposta dizendo que oideio pão de queijo, ele me olhou com uma cara estranha de desaprovação, o bar começou a comentar e falar de coisas mineiras como ir para Itajubá por causa da faculdade bastante conhecida, falavam "Abença" (tentando me dar bençãos, mas se nem eles mesmo foram salvos, como eles queriam me desejar isso) e que eu estava "beudo". Alguns discutiam o valor de um "kidicarne", uai.
Havia notado um grupo de fãs de UFC quando tinha entrado no bar, mas até agora, só ficavam discutindo o quão ruim era não poder ver duas pessoas lutando num ring.
Quando termino de beber o uísque os fanáticos vem a minha direção, bato o copo no balcão. Um deles me cutuca no ombro. Quando me viro, o companheiro dele, careca, um pouco gordo e alto, mete um soco na minha cara. Fiquei sem entender. Eles pareciam apenas pessoas normais que viviam vendo lutas de UFC em suas casas, talvez fosse pela abstinência. Não reagi a ação do rapaz. Então, o cara que cutucou-me ficou exaltado por ver um sinal de luta. Ele começa a se balançar de um lado para o outro, dando aqueles passinhos que nem os lutadores de box dão, eles estava em posição de ataque. Fico tranquilo e pago a conta ao garçom, pois não me pareciam grande ameaça. Vou em direção a porta do bar, quando o cara careca vem correndo em minha direção a minha frente e dá um soco em minha barriga. Fiquei irritado, as pessoas no bar gritavam “BRIGA! BRIGA!”, elas estavam contentes a ver isso, os viciados em UFC mais ainda.
Me recomponho e fico em posição de defesa aguardando um próximo ataque. Um dos viciados dá uma investida em mim e caio no chão. O pessoal gritava e comemorava, quando de repente, um jovem se levanta e espanca um cara próximo a sua mesa. O bar inteiro começa a se socar, chutar ou fazer qualquer tentativa de agressão.
Levanto-me, pego minha adaga para intimidar a dupla. Um vem em minha direção e meto a adaga em seu braço, retiro-a, o cara começou a urrar de dor, o companheiro irritado vem me minha direção.
Mas do nada um estrondo corta o local. O rapaz que viria a em atacar mistriosamente voou perto de mim, ele estava com a cara deformada.
O barulho foi causado pela aparição de Hulk Hogan, ele não parecia mais aquele velho lutador de WWE, ele tinha uma áurea mágica. Mas não tive tempo de poder conversar ou desafiá-lo. Ele apareceu próximo as minhas costas, só tive tempo de me virar. Ele me deu um golpe que me fez cair desacordado. E assim ele me carrega em seus braços e desaparece.


Última edição por andergiehl em Qua 13 Mar 2013 - 22:28, editado 1 vez(es)
andergiehl
andergiehl
Membro
Membro

Masculino Idade : 23
Alerta Alerta :
[RPG] Planeta Pecado Left_bar_bleue0 / 100 / 10[RPG] Planeta Pecado Right_bar_bleue

Data de inscrição : 27/11/2010

Frase pessoal : Quem vem com tudo não cansa.


Voltar ao Topo Ir em baixo

[RPG] Planeta Pecado Empty Re: [RPG] Planeta Pecado

Mensagem por Vulc em Qua 13 Mar 2013 - 20:19

- Desenhe-me um Carneiro - a voz disse.

- Mas que porra é essa?

- Desenhe-me um Carneiro. - repetiu, mais firme.

E do nada uma caneta e uma folha de pepel apareceram em minhas mãos. Peguei e rabisquei uma nuvem e coloquei palitinhos pra simbolizar as pernas e, uma bola para o rosto, dois pingos para os olhos e uma curva para o rosto. A folha começou a brilhar e eu a soltei. Um homem de 1,80 saltou da folha com uma nuvem cobrindo suas partes íntimas. Seu olhos pareciam dois diamantes negros e a boca era uma linha simples. Era magricelo e as pernas eram de bode.
Antes que eu pudesse falar qualquer coisa, uma mulher apareceu sentada em um trono dourado, com roupa de papa. Ela sorria. Sua pernas eram peludas e tinha cascos, pernas de cabrita. Saiu correndo e agarrou o cara que saiu do papel e lhe tascou um beijo.

- Você desenhou um carneiro. - ela disse abraçando o homem

-É - eu falei - e ai, o que eu ganho?
Vulc
Vulc
Membro
Membro

Masculino Idade : 21
Alerta Alerta :
[RPG] Planeta Pecado Left_bar_bleue0 / 100 / 10[RPG] Planeta Pecado Right_bar_bleue

Data de inscrição : 13/03/2010

Frase pessoal : I'm still into you


Voltar ao Topo Ir em baixo

[RPG] Planeta Pecado Empty Re: [RPG] Planeta Pecado

Mensagem por Caio. em Qui 14 Mar 2013 - 15:17

- Trouxe uma maçã? - perguntei ao espírito.

- Não. - ele respondeu.

- Então vai morrer também, filadapota. - disse eu sacando uma metralhadora portátil e atirando no bicho.

Estava cansado. Não aguentava mais aquele narrador horrível que queria minha presença certeira em Alexandria. Sem dúvidas era uma armadilha. É óbvio que o caminho certo seria para Jerusalém, pois é lá que vive o espírito de cristo.

Mas e se a armadilha fosse fazer eu pensar que, na verdade, deveria ir para Jerusalém ao invés de Alexandria? E se Alexandria nada tinha a ver? Provavelmente o calor do deserto fazia-me delirar. Tão louco quanto ver a figura de Chico Xavier parada no meio da estrada, pedindo para que eu freasse. Parei, descendo do caminhão.

- Chico, é você mesmo? - perguntei, incrédulo. - Queria um autógrafo teu, mas teu mesmo, não desse pessoal ae. Pode ser?

- Meu filho, você tem uma missão maior agora. - ele comentou. - Como os vermes têm a missã...

- Ah, cala a boca cara, já vi seu filme na globo. - respondi. - Vamos parar de perder tempo. Quem eram aqueles espíritos de Natal?

- Eles eram apenas obsessores lutando por teu corpo. - respondeu. - Você não deve ir a Alexandria nem a Jerusalém, mas sim a Reykjavík, pois é lá que estão rolando altas putarias.

- Tá, tudo bem... Mas como é que eu vou pra lá? - perguntei, nervoso. Passei a mão sobre meus cabelos curtos, negros e oleosos enquanto o suor quente e salgado escorria pela face amarelada.

- Pegue essas asas divinas lv 3. - ele comentou, levantando a mão. - Cuidado. É um item raro de lolzin. Vá voando o mais rápido possível pra lá.

E saí por aí, em direção a Reykjavík porque quero mais que a Alexandria se foda.
Caio.
Caio.
Membro
Membro

Masculino Idade : 23
Alerta Alerta :
[RPG] Planeta Pecado Left_bar_bleue0 / 100 / 10[RPG] Planeta Pecado Right_bar_bleue

Data de inscrição : 27/06/2010

Frase pessoal : A noir. E blanc. I rouge. U vert. O bleu.


Voltar ao Topo Ir em baixo

[RPG] Planeta Pecado Empty Re: [RPG] Planeta Pecado

Mensagem por JulietdoTsu em Qui 14 Mar 2013 - 15:30

Ótimo, prédio gigante, pré-vestibular. Pra que estudar num mundo pós-apocalíptico? Não sei.

Mas o melhor é entrar no prédio, porque alguém lançou dardos, DARDOS, na sua moto. A cada vez que entro mais fundo nesse brasil mais selvagem as pessoas ficam, me pergunto o que vai acontecer se eu tiver que ir pro Acre, vai ser very fuck sobreviver lá.

Então, eu entro no prédio, ou tento entrar, porque tenho que parar aqui pro narrador continuar.

JulietdoTsu
JulietdoTsu
Usuário Banido
Usuário Banido

Masculino Idade : 20
Alerta Alerta :
[RPG] Planeta Pecado Left_bar_bleue1 / 101 / 10[RPG] Planeta Pecado Right_bar_bleue

Data de inscrição : 10/02/2013

Frase pessoal : JuninhoHacker me pegou


Voltar ao Topo Ir em baixo

[RPG] Planeta Pecado Empty Re: [RPG] Planeta Pecado

Mensagem por Yoshihime em Dom 17 Mar 2013 - 15:00

Ander:

Você acorda dentro de uma jaula. Do seu lado estava um homem negro, muito ferido. Pergunta a ele onde você está. Ele diz que essa é a concentração dos lutadores do UFC 2.0

Vulcano:

"Você?", perguntou a mulher. "Ganha um parabéns"


Perry:

As asas que você ganhou fizeram que você voasse mais rápido que a Luz, e acabou caindo em algum ponto na frança do século VIII

Juju:

Quando você entra no prédio vê um grupo de estudantes enfrentando um minotauro.

"Ajude-me" Disse o minotauro

Yoshihime
Yoshihime
Membro
Membro

Feminino Idade : 24
Alerta Alerta :
[RPG] Planeta Pecado Left_bar_bleue0 / 100 / 10[RPG] Planeta Pecado Right_bar_bleue

Data de inscrição : 05/09/2009

Frase pessoal : Oi, sou travesti. Você sabe?


Voltar ao Topo Ir em baixo

[RPG] Planeta Pecado Empty Re: [RPG] Planeta Pecado

Mensagem por Caio. em Sex 22 Mar 2013 - 17:34

Após uma viagem muito loucona no tempo, parei numa longa planície florida da França... Que, naquela época, pelo visto, ainda se tratava do Império Franco. Como sou muito chato, irei ficar falando da dinastia Carolíngia, pois sou um garoto cultural e muito inteligente, estudante de uma instituição de ensino federal onde eu aprendo a transformar substantivos em advérbios e sou obrigado a ler Veríssimo quando era para ler Ai Flores do Verde Pino.

Para não perder parte do assunto, gostaria de começar dizendo que Carlos Martel foi quem começou a porra toda; embora não fosse rei, ele fora um grande general e um dos responsáveis pelo controle da expansão mulçumana na Europa Ocidental - enquanto que Conde Vlad foi o mais importante na Europa Oriental -, sendo o vencedor da Guerra de Trous, acho que é assim o nome l0k40 da guerra.

Resumidamente, Dom Dinis foi bom com suas poesias, mas não conseguiu dar porrada de piroca em Algarve igual ao pai. Ok, estou fugindo do assunto.

O filho de Carlos Martel era muito maroto. Conheci-o pessoalmente lá pra Bélgica, embora não soubesse falar merda nenhuma em Francês, tirando très bien et vous e très fantastique e paix e l'amour, falava latim fluentemente (finalmente essa merda serviu para algo) e pude conhecer o maravilhoso Pepino. O pessoal ignorava ele legal, mas se ele realmente fosse pé no cu igual ao pessoal fala, ele não iria manter o reino Franco tão bem quanto seu pai deixou e quanto seu filho, outro marotão que era bem novinho, Carlos Magno, expandiu.

Após bater um bom papo sobre tudo que iria aconter na França, tipo a Joana D'Arc e a merda que o Feudalismo ia dar, ofereci a eles alguns livros de ciências para que isso não acontecesse. A igreja, claro, ficou bolada e quis me matar, mas aí usei minhas asas para me jogar numa caverna gélida de Grønland e esperar o tempo passar.

Altas sensações, preciso até lançar um CD de Funknejo sobre essa história e sobre as minas lindas que peguei.
Caio.
Caio.
Membro
Membro

Masculino Idade : 23
Alerta Alerta :
[RPG] Planeta Pecado Left_bar_bleue0 / 100 / 10[RPG] Planeta Pecado Right_bar_bleue

Data de inscrição : 27/06/2010

Frase pessoal : A noir. E blanc. I rouge. U vert. O bleu.


Voltar ao Topo Ir em baixo

[RPG] Planeta Pecado Empty Re: [RPG] Planeta Pecado

Mensagem por Vulc em Sex 22 Mar 2013 - 18:22

- Não funciona assim. Se me chamou aqui, vai ter que dar algo, por bem, ou por mal. - eu disse com uma voz de Clint Eastwood.

Peguei minha pistola e dei um tiro na cabeça do desenho que eu tinha feito, que jorrou tinta ao invés de sangue. O homem se desfez em papel. Eu me virei e quando ia sair dali, a cabrita com roupa de papa gritou. Pensei em atirar nela, mas minhas balas podiam não fazer efeito. E eu poderia tinha algo muito pior em mente. A voz dela começou a me irritar, então dei um chute na boca dela, que a fez cair. Peguei folhas do cara que eu havia matado e desenhei outros tipos de animais, leões, touros, gorilas, mas todos viravam seres híbridos com o ser humano.

Amarrei a cabrita que ainda estava desmaiada e tirei as roupas de papa dela e vesti. Deixei os animais se divertirem com aquela putinha. Eu queria desenhar uma moto, mas do jeito que o mundo estava, era possível que saísse um homem-moto, e isso não seria legal. Sai do castelo, vestido de padre santo ouvindo gemidos de dor e prazer. Pensei em ficar pra suruba, mas a batina não permitiria. Só um mistério me preocupava:

Onde diabos estava minha moto?




Vulc
Vulc
Membro
Membro

Masculino Idade : 21
Alerta Alerta :
[RPG] Planeta Pecado Left_bar_bleue0 / 100 / 10[RPG] Planeta Pecado Right_bar_bleue

Data de inscrição : 13/03/2010

Frase pessoal : I'm still into you


Voltar ao Topo Ir em baixo

[RPG] Planeta Pecado Empty Re: [RPG] Planeta Pecado

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum