Pokémon Mythology
Olá, visitante! Vejo que ainda não está conectado ao nosso fórum, faça login.
Espere, você ainda não está cadastrado? D:
Inscreva-se em nosso fórum e venha aproveitar as novidades que estamos preparando pra vocês. Conte uma história, poste uma arte ou um vídeo! Confira os guias de jogos, tire suas dúvidas e compartilhe sua jogatina. Disputa batalhas online com jogadores e participe dos RPGs. Converse sobre qualquer coisa, poste memes, faça novos amigos! Só não deixe de logar ou se inscrever.
Para cadastrar-se clique no botão 'Sign-Up' ou em 'Registrar-se' aqui abaixo. Seja bem vindo!
Pokémon Diamond Pearl: As Aventuras de Yang. Pikalove


Participe do fórum, é rápido e fácil

Pokémon Mythology
Olá, visitante! Vejo que ainda não está conectado ao nosso fórum, faça login.
Espere, você ainda não está cadastrado? D:
Inscreva-se em nosso fórum e venha aproveitar as novidades que estamos preparando pra vocês. Conte uma história, poste uma arte ou um vídeo! Confira os guias de jogos, tire suas dúvidas e compartilhe sua jogatina. Disputa batalhas online com jogadores e participe dos RPGs. Converse sobre qualquer coisa, poste memes, faça novos amigos! Só não deixe de logar ou se inscrever.
Para cadastrar-se clique no botão 'Sign-Up' ou em 'Registrar-se' aqui abaixo. Seja bem vindo!
Pokémon Diamond Pearl: As Aventuras de Yang. Pikalove
Pokémon Mythology
Gostaria de reagir a esta mensagem? Crie uma conta em poucos cliques ou inicie sessão para continuar.

Pokémon Diamond Pearl: As Aventuras de Yang.

Ir em baixo

Pokémon Diamond Pearl: As Aventuras de Yang. Empty Pokémon Diamond Pearl: As Aventuras de Yang.

Mensagem por 'GusRm Dom 4 Set 2011 - 10:41

Palavras do Autor
Olá pessoas. Muitos aqui não devem me conhecer =[ Mas eu me chamo Gustavo e estou aqui para trazer um novo projeto pra vocês. É uma Fan Fic, muito simples, que venho tentando desenvolver a um bom tempo, mas fiquei sem coragem xD Espero que gostem, se divirtam e é só isso mesmo pessoal ^^

Banner
Pokémon Diamond Pearl: As Aventuras de Yang. 93157561


Biografias

Spoiler:
Pokémon Diamond Pearl: As Aventuras de Yang. Yanga
Yang

Descrição: É um garoto esperto, agitado e contente. Sempre está bem disposto ao lado de seu fiel amigo Pachirisu, pelo qual se torna melhor amigo do menino desde a infância. Ele tem poucas preferências, como por exemplo batalhas Pokémon e brincadeiras.

Pokémon:
Pokémon Diamond Pearl: As Aventuras de Yang. 417Pokémon Diamond Pearl: As Aventuras de Yang. 396

Pokémon Diamond Pearl: As Aventuras de Yang. Amandavs
Amanda

Descrição: É uma menina inteligente, adorável e extravagante. Ela gosta de ajudar os outros, e tem crenças em supertições. Ela se torna amiga de Yang e Pachirisu ao encontrá-los no laboratório de Professor Rowan, e acaba partindo em uma jornada com os dois.

Pokémon:
???

Pokémon Diamond Pearl: As Aventuras de Yang. 39646011
???

Descrição: Pouco se sabe sobre ele. Julga as pessoas e as menospreza, mostrando sua personalidade arrogante e rude.

Pokémon:
???

Pokémon Diamond Pearl: As Aventuras de Yang. Leonma
Leon

Descrição: É um menino sem expressão. Ele aparenta ser um bom treinador, capaz de fazer um ótimo trabalho com seus Pokémon, mesmo ainda demonstrando sua personalidade séria e inexpressível.

Pokémon:
Pokémon Diamond Pearl: As Aventuras de Yang. 240



Este é só o Prólogo mas espero que gostem. (Comentem =D)

-


~Prólogo

Ainda era de manhã em Twinleaf, localizada em Sinnoh. O céu estava quase límpido, praticamente sem nenhuma nuvem, entretanto, havia um bando de Starly sobrevoando a pequena cidade. Aquele dia era como outro qualquer para todos os habitantes da cidade, todavia, um garoto extremamente animado extinguia toda a paz da calma e pacata cidade.

Ele se chamava Yang, era um garoto que acabara de se mudar para a cidade, junto com ele, sua família e seu fiel parceiro Pachirisu. Aqueles dois eram inseparáveis, dois amigos bastante unidos.

Pouco tempo havia se passado depois que seus pais haviam se mudado para Twinleaf, até chegar o dia em que o garoto completara dez anos.

-

Em um dos quartos daquela simples casa de madeira, um garoto de aproximadamente 10 anos de idade se arrumava juntamente com um pequeno roedor de pêlo esbranquiçado, orelhas na cor azul, e com uma listra desta mesma cor passando por sua face até a extremidade de sua cauda. Esta, por sua vez, era longa e bastante felpuda; ele possuía também uma presa bem afiada que ficava exposta para fora de sua boca.

- Está ansioso, Pachirisu? – Perguntava ao roedor um garoto de cabelos medianos e esbranquiçados, olhos pretos e vivos, que passavam uma expressão misteriosa. Estava trajando uma camiseta de mangas longas e toda branca, que estava sendo sobreposta a uma camisa preta. Ele também usava uma calça bege e um tênis marrom, com detalhes em preto.

- Chipa! – Afirmou o roedor, demonstrando confiança, enquanto movimentava seus pequenos braços colocando firmeza em suas palavras.

- Yang, está esquecendo seu boné... – Comentou uma mulher, que acabara de entrar no quarto em que o garoto e Pachirisu conversavam. Ela estava segurando um boné em preto e branco.

Seus cabelos eram longos e grisalhos, tinha um rosto esbelto e coberto por uma pequena quantidade de maquiagem, que destacavam seus olhos castanhos. Ela trajava apenas um vestidinho azulado, com estampas de flores variando de um azul mais claro, a um tom mais escuro, aquele vestido vinha até seus joelhos. Por fim, ela calçava um par de sapatilhas brancas, enfeitadas por um lassinho em forma de flor, todo dourado.

- Mamãe! – Falou o garoto se dirigindo a mulher bem vestida.

- Tome seu boné, filho. – Disse ela estendendo uma de suas mãos para lhe entregar o mesmo.

O garoto agradece, mas não diz nada, enquanto Pachirisu apenas olha atenciosamente. Ele ajeita o boné em sua cabeça, colocando-o de frente, fazendo seu cabelo se despentear.

- Fiz algumas torradas, e preparei um chá gelado com limão. Deixei um jarro com o chá em cima da mesa, e as torradas estão em cima do fogão, se quiserem, podem se servir. – Sorriu a mulher livremente, que animava cada vez mais o garoto e seu pequeno roedor, que se mostraram felizes com o que a mãe de Yang os lhe informara.

- Mãe... Você é a melhor! – Agradeceu o garoto, enquanto dava tempo para Pachirisu dar um pulo suave sobre seu ombro.

A mulher sorriu novamente para o garoto e seu Pokémon que alegremente se dirigiam com velocidade para fora do quarto.

-

Os dois logo então já estavam na “cozinha”. Notaram a jarra de chá, e algumas xícaras floridas em cima da mesa que estava sendo coberta por um pano de mesa xadrez avermelhado, e enfeitado por um pote cheio de Margaridas. Logo em cima do fogão, eles olharam atentamente para as deliciosas torradas, que emanavam um delicioso cheiro ao olfato dos dois.

Yang então se dirigiu a mesa e tomou uma das xícaras, pegou a jarra de chá e despejou o conteúdo até um pouco mais da metade do recipiente. Enquanto isso, Pachirisu dava um salto em direção ao fogão pronto para abocanhar uma daquelas torradas.

- Hmm... Que delícia! – Dizia o garoto saboreando o delicioso chá gelado, acompanhado do amargo gosto do limão.

Pachirisu alcançou o fogão com muita dificuldade, mas acabara conseguindo subir em cima do mesmo e saborear as torradas que a mãe de Yang havia preparado.

- Vejo que os dois estão muito dispostos hoje, não? – Indagava a mulher, chegando novamente por onde os dois haviam chegado à cozinha. Desta vez ela carregava consigo uma mochila acinzentada, e com detalhes em preto em um zíper da mochila que esta, por sua vez, possuía apenas uma aba.

- Nossa... Mãe, isto está delicioso! – Disse o garoto se dirigindo ao fogão, onde seu parceiro estava.

- Isto é o mínimo que eu posso fazer, afinal, você vai ficar um bom tempo sem provar mais um deste chá especial. – Respondeu a mulher, dando uma piscada para o garoto que se aproximava do fogão onde Pachirisu estava para retirar duas torradas daquela porção.

- Eu acho que já vou indo... Mamãe... – Disse interrompendo sua fala enquanto mastigava as duas torradas, colocando-as de uma vez dentro da boca.

- Aqui está, sua mochila. – Estendeu mais uma vez uma de suas mãos, dando a mochila para o garoto que terminava de mastigar aquelas deliciosas torradas. Rapidamente o garoto agradeceu e tomou a mochila das mãos de sua mãe, colocando-a sobre suas costas.

- Obrigado, Mamãe. – Agradeceu Yang dando um largo sorriso a sua mãe.

- Adeus, filho. – Disse, dando em seguida um beijinho na testa do garoto.

- Não vou me esquecer de você também, Pachirisu. – Seguiu com um suave beijo na testa do roedor, que tirava sua atenção das torradas.

- Até, Mamãe! – Acenou o garoto, colocando seu Pokémon sobre suas costas e dando um ligeiro sorriso a sua mãe. Logo depois, apenas dirigiu-se para fora da cozinha, e se retirou para fora de casa.

Continua...





Última edição por 'GusRm em Dom 2 Out 2011 - 10:16, editado 11 vez(es)
'GusRm
'GusRm
Membro
Membro

Masculino Idade : 22
Alerta Alerta :
Pokémon Diamond Pearl: As Aventuras de Yang. Left_bar_bleue0 / 100 / 10Pokémon Diamond Pearl: As Aventuras de Yang. Right_bar_bleue


Voltar ao Topo Ir em baixo

Pokémon Diamond Pearl: As Aventuras de Yang. Empty Re: Pokémon Diamond Pearl: As Aventuras de Yang.

Mensagem por Sir Dracconildo - Dracco Dom 4 Set 2011 - 10:51

Gostei muito do seu prólogo, mesmo tendo o clichê da jornada de um treinador, isso é completamente normal, acho que ninguém pode reclamar disso.

Seu prólogo foi muito criativo, um garoto com um Pachirisu. Só vi isso em um Fanfic de outro fórum...

Está tudo impecável, mas acho que poderia ter feito um prólogo um pouco maior.

Parabens, conseguiu um leitor.
brasil

________________
Pokémon Diamond Pearl: As Aventuras de Yang. Malfoysign
Obrigado pelo Set, Nanashin!

É meu fã? Curte minhas fics? Me gusta? É tão elétrico quanto eu? Então use a minha fan-bar!
Pokémon Diamond Pearl: As Aventuras de Yang. Draccofan
Clique na Bar e arraste até a segunda guia!
Sir Dracconildo - Dracco
Sir Dracconildo - Dracco
Membro
Membro

Masculino Idade : 22
Alerta Alerta :
Pokémon Diamond Pearl: As Aventuras de Yang. Left_bar_bleue0 / 100 / 10Pokémon Diamond Pearl: As Aventuras de Yang. Right_bar_bleue


Voltar ao Topo Ir em baixo

Pokémon Diamond Pearl: As Aventuras de Yang. Empty Re: Pokémon Diamond Pearl: As Aventuras de Yang.

Mensagem por dudsN Qui 15 Set 2011 - 20:09

Manin, curti o prólogo. Foi só um pouco curto..

Ortografia sem nenhum erro, pelo que eu vi.
Criatividade foi ótima, não teve laboratório nem nada, bacana.
Que nem o Dracco falou..

Ganhou outro fã também!
PS: favoritei no pc.
outro ps: kibei quase todo o comentário do Dracco, k'.
mais um ps: Seu vocabulário é bastante diversificado, fazendo a fic ficar mais inteligente e mais gostoso de ler.

________________
Pokémon Diamond Pearl: As Aventuras de Yang. Images?q=tbn:ANd9GcTaZhhqBP0NwTB-tuk4NKlaJIqrOOu2_FL2t1TU8cjJPGh1eLgb


http://www.pokemonmythology.org/t21837-pokemon-aventuras-em-kanto-primeira-temporada#291389
dudsN
dudsN
Membro
Membro

Masculino Idade : 23
Alerta Alerta :
Pokémon Diamond Pearl: As Aventuras de Yang. Left_bar_bleue0 / 100 / 10Pokémon Diamond Pearl: As Aventuras de Yang. Right_bar_bleue


Voltar ao Topo Ir em baixo

Pokémon Diamond Pearl: As Aventuras de Yang. Empty Re: Pokémon Diamond Pearl: As Aventuras de Yang.

Mensagem por LeoSouza Qui 15 Set 2011 - 20:33

Ae Gus,

Cara, eu gostei no quesito gramático, não encontrei nenhum erro, isso mereçe atenção ;D
Agora no quesito fic, o prólogo ficou meio curto, mas cumpriu seu objetivo, que é introduzir uma prévia do que vamos ler. Uma coisa que eu não entendi, foi não ler o nome da mãe, rs. Eu gostei da descrição, mas e o nome? kk

Continue ae!

________________
Meu Escritório
LeoSouza
LeoSouza
Membro
Membro

Masculino Idade : 25
Alerta Alerta :
Pokémon Diamond Pearl: As Aventuras de Yang. Left_bar_bleue0 / 100 / 10Pokémon Diamond Pearl: As Aventuras de Yang. Right_bar_bleue

Frase pessoal : Keep on Walking


Voltar ao Topo Ir em baixo

Pokémon Diamond Pearl: As Aventuras de Yang. Empty Re: Pokémon Diamond Pearl: As Aventuras de Yang.

Mensagem por 'GusRm Sex 16 Set 2011 - 22:02

Comentários

Spoiler:
Gostei muito do seu prólogo, mesmo tendo o clichê da jornada de um treinador, isso é completamente normal, acho que ninguém pode reclamar disso.

Seu prólogo foi muito criativo, um garoto com um Pachirisu. Só vi isso em um Fanfic de outro fórum...

Está tudo impecável, mas acho que poderia ter feito um prólogo um pouco maior.

Parabens, conseguiu um leitor. brasil

Dracco! É uma honra ter um comentário seu na minha fanfic, espero que goste do capítulo 1! Boa leitura!

Manin, curti o prólogo. Foi só um pouco curto..

Ortografia sem nenhum erro, pelo que eu vi.
Criatividade foi ótima, não teve laboratório nem nada, bacana.
Que nem o Dracco falou..

Ganhou outro fã também!
PS: favoritei no pc.
outro ps: kibei quase todo o comentário do Dracco, k'.
mais um ps: Seu vocabulário é bastante diversificado, fazendo a fic ficar mais inteligente e mais gostoso de ler.

Ê dudsN, valeu pelo comentário, obg pelos elogios, boa leitura!

Ae Gus,

Cara, eu gostei no quesito gramático, não encontrei nenhum erro, isso mereçe atenção ;D
Agora no quesito fic, o prólogo ficou meio curto, mas cumpriu seu objetivo, que é introduzir uma prévia do que vamos ler. Uma coisa que eu não entendi, foi não ler o nome da mãe, rs. Eu gostei da descrição, mas e o nome? kk

Continue ae!

Olá LeoSouza, prazer em conhecê-lo .-. Bem, antes de tudo, gomen pelo tamanho do prólogo, vou melhorar! Espero que curta o cap. 1 boa leitura!

-

Com vocês, o capítulo 1!

-

~Capítulo 1: Os primeiros passos de um treinador.



Logo que deram seus primeiros passos para fora de casa, o garoto e seu Pachirisu olharam tudo a sua volta com outros olhares. Olharam para o céu, para as casas, para o gramado, e notaram que tudo parecia estar diferente de antes.

- Pachirisu, a partir de hoje iniciaremos nossa jornada, isso não é emocionante? – Perguntou o garoto, expressando animação em seu rosto com um belo sorriso, fazendo uma pergunta simpática ao pequeno roedor.

- Chipa Chipa, Chipa! – Respondeu o roedor, soando como um “sim”. Faíscas azuladas eram liberadas de suas bochechas amarelas enquanto o mesmo olhava atentamente para Yang.

- Então, nosso destino será o laboratório do Professor Rowan, em Sandgem... Vejamos... – Disse Yang fazendo um olhar misterioso.

O menino olhou para os lados da cidade, como se estivesse procurando algo.

- A mamãe disse que devemos seguir para norte de Twinleaf. Certo... Vamos então, Pachirisu! – Falou o garoto ainda mais animado, agachando-se para que o roedor o alcançasse. O ratinho elétrico deu um pequeno pulo sobre o ombro direito de Yang, e se segurou firme.

- Que tal? Vamos correr para chegarmos mais rápido! – Exclamou o menino com um sorriso leve, mas contagiante, enquanto se levanta e nota o rosto de felicidade de seu companheiro, soltando mais e mais faíscas azuladas de suas bochechas.

E lá se foram os dois, seguindo caminho a norte de Twinleaf e, passando por despercebidos alguns Pokémons que rodeavam a cidade e a entrada da pequena rota que estavam prestes a coincidirem.

Eles não estavam se importando muito com o que estava acontecendo ao redor, estavam muito animados para repararem em algo. Muito pouco pode ser visto enquanto passavam em meio à rota, como por exemplo, as diversas árvores de um tom verde e bem vivo além da vegetação gramínea do local, e, claro, alguns Pokémons.

-

Atravessando a pequena rota, os dois chegaram enfim a entrada de uma cidade, desta vez, um pouco maior que Twinleaf. A cidade se localizava ao lado de uma praia, a qual se deve o nome da cidade, Sandgem. Aquela cidade é também um lugar de poucos habitantes, e de evidência, poucas casas e moradias.

- Nossa realmente Sandgem fica bem perto de Twinleaf! – Indagou o menino, dando uma pequena pausa para observar o local, e, ao mesmo tempo, descansar um pouco.

- Chipa! – Afirmou Pachirisu.

- Ok. Não podemos perder tempo descansando, precisamos ir para o laboratório do Professor Rowan!

Yang deu passos curtos e suaves sobre o gramado esverdeado de Sandgem. Olhou atentamente junto com seu Pokémon para a praia, ouvindo e sentindo os barulhos do mar e a suave brisa marítima.

Por vez, já estavam ao lado de um enorme laboratório, seu destino. Era um simples laboratório, uma casa, só que maior; feita de madeira, pintada por uma tinta branca, e com algumas janelas colocadas ao redor do local.

- Uh... Aqui deve ser o laboratório do Professor Rowan... Hehe... – Yang deu um sorriso maroto ao Pokémon que, ainda segurando sobre seus ombros, libera algumas faíscas sobre o rosto do menino.

O garoto e Pachirisu rapidamente se aproximaram de seu destino, o famoso laboratório do Professor Rowan. Ao se aproximar, o pequeno roedor sentiu a presença de alguém próximo ao laboratório, que observava bem os dois.

Os dois avistaram bem próximo à entrada do laboratório, um garoto de cabelos medianos loiros e despenteados, que vestia uma camiseta branca, listrada horizontalmente por faixas na cor laranja. Ele também usava um cachecol verde e carregava consigo uma bolsa de couro, de um tom marrom ofuscante. Ele calçava tênis marrons e vestia também uma calça longa e jeans, na cor predominante preta.

- Olá, err... Você veio ao laboratório do Professor Rowan também? – Questionou o garoto para o menino de cabelos loiros, que analisava severamente o comportamento de seu roedor.

- Claro que sim! – Afirmou desprezando totalmente o garoto, virando seu rosto e ignorando completamente o mesmo com seu Pachirisu, dando passos largos até a porta do laboratório.

Yang não se sentiu ofendido com aquilo, afinal nada podia dar errado naquele dia especial em que finalmente o menino poderia começar sua jornada ao lado de Pachirisu.

- Vamos entrar Pachirisu! – Colocou para o Pokémon.

-

Logo que entraram, os dois se fascinaram com a quantidade de caixas de papelão que rodeavam aquele imenso laboratório, nada até então podia ser visto, exceto uns quadros na parede, algumas estantes feitas de metal, outros computadores e mais decorações, como por exemplo, os vasos de planta colocados logo ao lado da porta. As paredes daquele local também eram de cores vivas e claras, um tom azul-bebê, e um piso de cerâmica esbranquiçado. Tudo estava fora de ordem.

Um velho senhor então surge em meio à bagunça, sua aparência era de uns 60 anos, pois ele possuía uma barba e cabelos grisalhos, juntamente com um bigode que discriminavam sua personalidade idosa. Ele estava trajando naquele momento um jaleco branco, que estava por baixo de um casaco de couro, na cor marrom. Ele usava uma calça preta, de um tecido não identificado, seus sapatos eram formais, na cor marrom.

- Posso ajudar? – Perguntou o velho senhor, demonstrando um tom de voz rude e um olhar paralisante.

- Você é o Professor Rowan, certo? – Perguntou ao homem, que começava a pigarrear, dando alguns passos diante o garoto.

- Correto. O que lhe traz até o meu laboratório? – Pergunta Rowan, sendo irônico para o garoto e seu Pachirisu, que se assustaram um pouco com a frieza do homem.

- Bem... Eu vim de Twinleaf para começar minha jornada... – Yang se embaraçou em meio às palavras, colocando cada vez mais espanto quando o velho senhor o olhava firmemente.

- Professor! – Gritou uma voz afeminada que vinha de um lugar desconhecido, no meio de diversas caixas.

Próxima ao professor uma garota surge segurando duas caixas empilhadas, a de baixo de um maior porte e a de cima com um menor porte.

Seus cabelos eram azul-escuros, longos, e estavam sendo amarrados por duas presilhas cor-de-rosa, que amarrava apenas parte de seu cabelo (parte parietal), colocado para trás. Ela usava uma touca branca com um sinal de Pokébola em rosa, colocado na frente da mesma. Vestia um comprido vestido vermelho, com detalhes em rosa. A garota estava usando um cachecol branco, que cobria todo seu pescoço, e, por fim, calçava um par de meias na cor branco, e, uma bota rosada.

- Com licença Professor, mas onde eu coloco estas caixas? – Perguntou a menina, não notando a presença de Yang.

Ela então vira seu olhar em direção à porta na entrada do laboratório e percebe o menino acompanhado do Pokémon elétrico, que ficaram em silêncio por um instante.

- Ops... Desculpe intrometer no assunto de vocês... – Só então percebeu que Rowan dialogava quieto e sério com o menino, sentindo-se embaraçosa ao interrompê-los.

- Pode deixar Amanda, eu termino de arrumar sozinho o laboratório. – Pigarreou Professor Rowan e seguiu com uma ordem para a menina, desta vez chamada de Amanda pelo mesmo.

- Desculpe-me a pergunta professor, mas eu me encontrei com um garoto do lado de fora do laboratório, depois eu o vi entrando, mas onde ele está? – Questionou colocando uma dúvida para o velho senhor, que logo então se vira para Yang e seu Pachirisu, que até então não diz uma palavra sequer.

- Se refere ao menino que está escolhendo um Pokémon inicial no fundo do laboratório? – Retruca, indagando outra pergunta.

- Eu acho que sim... – Yang pensa por um momento, mas acaba deixando isto de lado.

- Então, antes que eu me esqueça, aqui estão uma Pokédex e mais cinco pokébolas. – Retirou do bolso de seu jaleco branco uma máquina no formato de um “celular”. Sua parte inferior era avermelhada. Possuía também uma esfera verde bem no centro desta parte abaixo de uma pequena tela, colocada na parte superior frontal do objeto. Junto com a mesma, estavam fora do bolso cinco objetos esféricos, todos na cor branca com vermelho, com uma listra preta marcando a divisão das duas cores, e uma pequena parte esférica em seu centro.

- Obrigado, professor! – Agradeceu o menino, reverenciando com sua cabeça e logo depois, retirando da mão de Rowan a Pokédex, e as cinco pokébolas.

O menino e seu Pokémon deram meia-volta, dirigindo-se para a porta, que esta, por sua vez, não estava muito longe. Logo o garoto deu passos curtos e alcançou finalmente a saída do laboratório desordenado.

-

Já estavam fora Yang e Pachirisu, que foram seguidos por Amanda, a menina pela qual auxiliava Rowan.

- Espere, por favor! – Diz a menina pela qual se encontrou poucos minutos atrás.

- Chipa? – Interroga o roedor indignado com a aparição repentina da menina.

- Por favor, eu gostaria de seguir jornada com vocês, se não se importarem. – Fala a garota implorando de joelhos ao menino que até então não diz uma palavra sequer.

- Então, Pachirisu, você que sabe... – Indaga ao Pokémon elétrico que não pensa duas vezes e dá um sorriso embaçado, mostrando meia satisfação com o modo educado da garota.

- Ah, muito obrigada! – Agradece colocando-se ereta e ajeitando sua touca deslocada.

- Então, Amanda, certo? Que tal uma batalha aqui e agora? – Pergunta o garoto colocando ênfase na palavra batalha, mostrando uma personalidade indiscreta e extravagante.

- He... Eu não acho uma boa ideia... – A menina então faz mistério com aquela situação embaraçosa.

- Ah eu pensei que você tinha um Pokémon...

- Não! Eu tenho... – Interrompe Yang, esboçando tensão e angústia ao mesmo tempo. – Só não estou em boas condições de uma batalha no momento...

- Ah, como eu queria uma batalha Pokémon agora... Você entende né? Preciso descarregar toda minha energia, pois minha jornada só está começando! – Responde a Amanda, a menina que percebe sua animação juntamente com Pachirisu que se inquieta sobre os ombros do menino.

- Não, não enten...

- Ops! Eu quase ia me esquecendo de perguntar ao professor onde fica a cidade de Oreburgh! – Alerta o menino, interrompendo Amanda e colocando seu roedor em espanto.

- Acalme-se, eu sei o caminho. – Vem uma voz de dentro do laboratório. De lá, sai ninguém menos do que o garoto que Yang encontrara do lado de fora.

- Sério, e pra onde fica? – Questiona Yang.

- Isso é problema seu. – Fala, “cortando” o garoto.

Pachirisu não aguenta ouvir aquilo e parte para cima do menino. Dá um salto das costas do menino e carrega pelo seu corpo uma descarga elétrica azulada. Logo após, o esquilo abre bem suas patas e carrega uma esfera elétrica azulada sobre seu corpo. Um raio de eletricidade então é lançado da esfera em direção ao loirinho que, não reagindo ao ataque, é pego de surpresa, levando uma descarga elétrica poderosa.

- Ah... Isso é... Charge... Beam? – Responde após ser eletrocutado pelo ataque de Pachirisu.

- Ahh! Desculpe, realmente, meu Pachirisu não quis fazer isso! – Desculpa-se Yang, se atrapalhando pelo ataque repentino de seu Pokémon.

- Escuta aqui. Eu bem que poderia ficar aqui e dar o troco nesse seu Pokémon, porém, não vou gastar meu precioso tempo com você, pois preciso chegar logo à Oreburgh, então, adeus! – Dá um sermão em Yang, fazendo o menino ficar envergonhado com a atitude extravagante de Pachirisu.

O garoto loiro dá uma severa avaliada no menino e em seu Pokémon, mas decide seguir em frente, deixando de se preocupar com algo desnecessário.

- Ah, que menino estranho! – Resmunga Yang, virando-se de costas e se lamentando pelo ocorrido.

- Não se preocupe, eu sei o caminho para Oreburgh. Yang?! Acertei o nome? – Amanda toca nas costas de Yang, alertando o menino, antes mesmo de Pachirisu se chatear juntamente com seu treinador.

O garoto não correspondeu à menina, mas sentiu-se aliviado ao ouvir a informação vinda da garota alegre e despreocupada. Pachirisu não ficou muito tempo sobre o gramado da porta do laboratório, novamente deu um salto sobre as costas de Yang que fez um sinal de “positivo” com o polegar da mão direita para seu Pokémon.

- Então vamos! – Colocou o garoto que ajeitara bem sua mochila e seu boné, deixando de lado tudo o que houvera acontecido antes mesmo de sua jornada começar.

Continua...


Última edição por 'GusRm em Seg 19 Set 2011 - 22:21, editado 1 vez(es)

________________
Pokémon Diamond Pearl: As Aventuras de Yang. 30926534Pokémon Diamond Pearl: As Aventuras de Yang. 30926534Pokémon Diamond Pearl: As Aventuras de Yang. 30926534
'GusRm
'GusRm
Membro
Membro

Masculino Idade : 22
Alerta Alerta :
Pokémon Diamond Pearl: As Aventuras de Yang. Left_bar_bleue0 / 100 / 10Pokémon Diamond Pearl: As Aventuras de Yang. Right_bar_bleue


Voltar ao Topo Ir em baixo

Pokémon Diamond Pearl: As Aventuras de Yang. Empty Re: Pokémon Diamond Pearl: As Aventuras de Yang.

Mensagem por Sir Dracconildo - Dracco Sab 17 Set 2011 - 9:53

Gostei bastante do primeiro capítulo, um pouco curto mas não precisava de algo grande logo no começo.

Achei um pouco clichê logo o encontro de um rival no começo, mas isso é bastante comum na maioria das jornadas.

Bem, é isso.

Espero o proximo cap. ninja

________________
Pokémon Diamond Pearl: As Aventuras de Yang. Malfoysign
Obrigado pelo Set, Nanashin!

É meu fã? Curte minhas fics? Me gusta? É tão elétrico quanto eu? Então use a minha fan-bar!
Pokémon Diamond Pearl: As Aventuras de Yang. Draccofan
Clique na Bar e arraste até a segunda guia!
Sir Dracconildo - Dracco
Sir Dracconildo - Dracco
Membro
Membro

Masculino Idade : 22
Alerta Alerta :
Pokémon Diamond Pearl: As Aventuras de Yang. Left_bar_bleue0 / 100 / 10Pokémon Diamond Pearl: As Aventuras de Yang. Right_bar_bleue


Voltar ao Topo Ir em baixo

Pokémon Diamond Pearl: As Aventuras de Yang. Empty Re: Pokémon Diamond Pearl: As Aventuras de Yang.

Mensagem por LeoSouza Sab 17 Set 2011 - 13:40

Gus o/

Eu concordo em alguns pontos com o Dracco. O capítulo ficou de bom tamanho, mas fluiu muito rápido, muito corrido. Tente enrolar mais e não colocar a história diretamente. O que eu noto também é que está meio clichê até agora, tipo o rival e a garota, mas ainda quero saber como continua a fic.

Continue, valeu!

________________
Meu Escritório
LeoSouza
LeoSouza
Membro
Membro

Masculino Idade : 25
Alerta Alerta :
Pokémon Diamond Pearl: As Aventuras de Yang. Left_bar_bleue0 / 100 / 10Pokémon Diamond Pearl: As Aventuras de Yang. Right_bar_bleue

Frase pessoal : Keep on Walking


Voltar ao Topo Ir em baixo

Pokémon Diamond Pearl: As Aventuras de Yang. Empty Re: Pokémon Diamond Pearl: As Aventuras de Yang.

Mensagem por dudsN Sab 17 Set 2011 - 15:57

Eaii Gus \o

Vamos comentar o primeiro capítulo.

A ortografia tá impecável... A narração tá boa, e o capítulo também. Mas como falaram, o capítulo fluiu muito rápido, eu queria tanto ver o Pachirisu (podia botar um nome pro pobre roedor, mas isso é o de menos) em uma batalha D:

Espero ancioso pelo Cap. 2

Abraço Gus !

________________
Pokémon Diamond Pearl: As Aventuras de Yang. Images?q=tbn:ANd9GcTaZhhqBP0NwTB-tuk4NKlaJIqrOOu2_FL2t1TU8cjJPGh1eLgb


http://www.pokemonmythology.org/t21837-pokemon-aventuras-em-kanto-primeira-temporada#291389
dudsN
dudsN
Membro
Membro

Masculino Idade : 23
Alerta Alerta :
Pokémon Diamond Pearl: As Aventuras de Yang. Left_bar_bleue0 / 100 / 10Pokémon Diamond Pearl: As Aventuras de Yang. Right_bar_bleue


Voltar ao Topo Ir em baixo

Pokémon Diamond Pearl: As Aventuras de Yang. Empty Re: Pokémon Diamond Pearl: As Aventuras de Yang.

Mensagem por DarkZoroark Qui 22 Set 2011 - 17:44

Olá 'GusRm
Li seus dois capítulos hoje e devo lhe dizer que quanto a história estás de parabéns. O tamanho também está muito bom e dá gosto de ler. Porém, nem tudo está na maior perfeição. O texto está um pouco corrido, de uma enrolada maior. O grande é que estão acontecendo muitas repetições de palavras, o que pode ser evitado. Em fim, acompanharei sua fic. Aguardo seu próximo capítulo.

________________
Dark Zoroark
Pokémon Diamond Pearl: As Aventuras de Yang. Tumblr_ohascvRi2P1qemk2io3_500
DarkZoroark
DarkZoroark
Membro
Membro

Masculino Idade : 24
Alerta Alerta :
Pokémon Diamond Pearl: As Aventuras de Yang. Left_bar_bleue0 / 100 / 10Pokémon Diamond Pearl: As Aventuras de Yang. Right_bar_bleue

Frase pessoal : Let's Play!


Voltar ao Topo Ir em baixo

Pokémon Diamond Pearl: As Aventuras de Yang. Empty Re: Pokémon Diamond Pearl: As Aventuras de Yang.

Mensagem por 'GusRm Ter 27 Set 2011 - 19:00

Comentários:

Spoiler:
Gostei bastante do primeiro capítulo, um pouco curto mas não precisava de algo grande logo no começo.

Achei um pouco clichê logo o encontro de um rival no começo, mas isso é bastante comum na maioria das jornadas.

Bem, é isso.

Espero o proximo cap. ninja

Dracco! Que bom que gostou, espero que venha a gostar desse cap. também ^^ Good lecture!!!

Gus o/

Eu concordo em alguns pontos com o Dracco. O capítulo ficou de bom tamanho, mas fluiu muito rápido, muito corrido. Tente enrolar mais e não colocar a história diretamente. O que eu noto também é que está meio clichê até agora, tipo o rival e a garota, mas ainda quero saber como continua a fic.

Continue, valeu!

Olá LeoSouza ^^

Sobr eo capítulo "fluir muito rápido" eu planejei para ser assim mesmo, pois, boa parte do capítulo foi pra apresentar os "personagens", ainda tem mais, nesse capítulo ficou bem mais "enrolado" (mais de 4000 palavras e 19 paginas no World o.O), espero que goste, boa leitura xD

Eaii Gus \o

Vamos comentar o primeiro capítulo.

A ortografia tá impecável... A narração tá boa, e o capítulo também. Mas como falaram, o capítulo fluiu muito rápido, eu queria tanto ver o Pachirisu (podia botar um nome pro pobre roedor, mas isso é o de menos) em uma batalha D:

Espero ancioso pelo Cap. 2

Abraço Gus !

dudsN, meu amiguinho 2 anos mais velho que eu (.-.)! Eu não acho lecal colocar nome em Pokémons, sinceramente (no bom sentido), acho isso ridiculo. Sem justificativa pra isso, só não gosta, e nunca vou gostar só isso mesmo =D Nesse capítulo tem uma (spoiler) batalha do Pachirisu ; D Espero que goste e boa leitura ^^

Olá 'GusRm
Li seus dois capítulos hoje e devo lhe dizer que quanto a história estás de parabéns. O tamanho também está muito bom e dá gosto de ler. Porém, nem tudo está na maior perfeição. O texto está um pouco corrido, de uma enrolada maior. O grande é que estão acontecendo muitas repetições de palavras, o que pode ser evitado. Em fim, acompanharei sua fic. Aguardo seu próximo capítulo.

Olá meu novo leitor : ) Eu realmente vou falar que isso é bem entediante sobre a narração. A ideia principal que eu quero dar, é o entendimento da história, e a diversão, que muitos não usam-na para um bom propósito (por ex. colocar as falas dos Pokémons). Eu acho isso legal, alguém que tem um ponto de vista como o seu, obervador, mas sobre a enrolação foi o que eu falei, eu usei o cap. 1 pra fazer uma preparação dos personagens pra que vcs os conheçlam melhor etc...
Enfim, boa leitura!! E curta o cap!

-

Enfim pessoal, chega de enrolação e blá blá blá. Espero que entendam a demora do cap. (Ficou grandee e eu tenho problemas aqui em casa, os quais prefiro não comentar ¬¬). Mas deixando isso de lado, aí está o Capítulo 2!

-

~Capítulo 2: As cortinas para a jornada de Yang e Pachirisu se abrem! VS. Magby.


O sol ainda brilhava forte enquanto Yang, Pachirisu e Amanda caminham serenamente por um lugar vasto de árvores em um tom verde-escuro. O local era aberto, enquanto as diversas árvores rodeavam um pequeno espaço coberto por grama.

- Pachirisu, mais ânimo! – O garoto reanima seu esquilo, que ficava de bruços sobre seus ombros.

- Hmm... Yang, eu pensei que você ia colocar seu Pachirisu dentro da Pokébola... – Informa a menina, preocupada com a situação do Pokémon elétrico.

- Nada disso! O Pachirisu gosta mesmo é de ficar fora da pokébola, por isso eu o deixo em meus ombros. – Renega a menina, enquanto ajeitava seu boné e observa Pachirisu, ainda de bruços sobre seu ombro.

Um silêncio estranho foi tomado pelo local, enquanto Yang e Amanda caminhavam com descuido pelo local. Repentinamente o Sol deu uma trégua, e decidiu se esconder em meio ás nuvens, fazendo todo o local parar de ser iluminado.

Enquanto andavam adiante, um vulto em meio às árvores faz com que Pachirisu acorde, e fique bem atento, alertando seu treinador com algumas faíscas liberadas de suas bochechas.

- O que foi Pachirisu? – Pergunta Yang assustado.

- Chipaaa... – Corresponde o Pokémon elétrico, dando um salto em direção ao gramado, liberando diversas faíscas azuladas de suas bochechas.

De repente um Pokémon surge, revelando ter causado aquele vulto e fazendo Pachirisu ficar alerta.

Aquele Pokémon era bípede, demonstrando um tom de pele vermelho, com um amarelo em forma de chama em seu estômago. Ele também tinha também braços avantajados e uma pequenina cauda. Sua cabeça era coberta por caroços vermelhos, que se assemelham a seu cabelo, além de uma boca no formato de bico. Além disso, a criatura possuía algo chamativo em seu pescoço, uma espécie de algema de metal preta.

- Quem é esse Pokémon? – Se assusta Yang.

Rapidamente o menino retira de seu bolso, o item dado por Professor Rowan, a pokédex. O mesmo aponta para a criatura vermelha, e a maquininha reage, fazendo sua tela demonstrar a imagem do Pokémon e algumas informações ao lado da mesma.

Pokémon Diamond Pearl: As Aventuras de Yang. 240

Magby: Aparece quando um vulcão está para entrar em erupção. Este pokémon solta uma chama quando respira. Se for uma chama amarela, significa que ele está saudável. Se a chama sair com uma fumaça negra, ele está doente.

- Então você se chama Magby? – Diz o garoto ajeitando seu boné e analisando bem o Pokémon.

Pachirisu e Magby se encaravam com olhares sérios. O ratinho elétrico se abaixou e ficou sobre as quatro patas sobre o gramado, liberando intermináveis faíscas azuladas de suas bochechas amarelas, enquanto Magby ficava cada vez mais sério e liberava algumas pequenas brasas de seu “bico”.

- Isso é estranho... – Amanda interrompe a observação de Yang.

- Ãh? – O menino vira-se para a garota.

- Geralmente os Magbys aparecem perto de vulcões, enquanto esse apareceu em um local bem distante deles. – Concluiu a menina, observando a Pokédex, ainda segurada pela mão do menino.

- Não importa se ele apareceu em um local onde não tenha vulcões ou não. – Diz ele colocando o aparelho que segurava em seu bolso. – Eu vou capturá-lo! – Disse retirando novamente de seu bolso uma Pokébola, de tamanho reduzido desta vez.

Ao dar um leve toque no centro do objeto esférico, o mesmo se expande, colocando-se em seu estado normal.

- Pokébola... Aí vamos nós! – Mira no Magby e lança o objeto que vai a alta velocidade em direção ao Pokémon.

A pokébola bate na cabeça do Pokémon e é ricocheteada novamente, não acontecendo nada.

- O quê...? – Estranha o menino, vendo que o Pokémon não fez nenhuma reação e continuou a encarar Pachirisu.

- A pokébola não entrou, isso significa que esse Magby já tem um treinador! – Coloca a menina, concluindo o porquê do Pokémon não poder entrar no objeto esférico.

Os dois Pokémons não estavam nem aí com o que estava acontecendo no momento, os dois só continuaram se encarando, quando repentinamente Magby, o Pokémon avermelhado, parte para o ataque.

O pequeno Pokémon correu na direção de Pachirisu, encolhendo seu braço direito para trás da cintura. Apertou seu punho fortemente, e em alguns instantes, faixas de fogo vieram do nada e envolveram todo o seu punho, “amarrando-o”. Logo se pôde perceber que aquele ataque era Fire Punch.

- Esquive, Pachirisu! – Gritou Yang, assustado com tamanho nível do Pokémon capaz de usar tal ataque.

Pachirisu observou bem cada vez que seu inimigo se aproximara. Logo então, o Pokémon chegara perto do roedor elétrico, dando várias sequências de Fire Punch’s para todas as direções, para esquerda, direita, em baixo...

O Pokémon elétrico se esquivou com dificuldade dando pequenos pulos para trás, e logo-logo já estará bem perto de seu treinador. Para que Magby não continuasse com a repercussão de ataques, Pachirisu dá um comando inesperado para o garoto, ele decide atacar.

O Pokémon carrega seu corpo com uma energia esbranquiçada e dá um rápido ataque no estômago do Pokémon de fogo. Para aquele ataque, um rastro brilhante de luz era deixado enquanto o utilizador corria na direção do oponente, era um Quick Attack.

- Pachirisu! – Falou o menino desesperado com aquela situação.

Magby havia se recuado um pouco para trás, e Pachirisu tomou distância logo depois de acertar seu estômago, dando um pulo para cima e ficando de pé sobre o chão, um pouco mais distante que o Pokémon avermelhado.

O Pokémon de fogo não ficou parado um instante, logo que recebeu o ataque e recuou, Magby ergueu sua cabeça para cima, encheu seu peito de ar, e logo depois apontou seu “bico” para direção de Pachirisu, atirando várias brasas incandescentes. Ataque mais conhecido como Ember.

As brasas se encontraram com o corpo do Pokémon elétrico, causando queimaduras por todo o corpo. Pachirisu tentou resistir, mas estava impossibilitado de se mexer.

- Aaah! Não, Pachirisu! – Exclamou Yang, tomando preocupação com o rumo daquela batalha inesperada.

Antes mesmo de terminar de falar, Magby já havia parado de atirar brasas e o roedor elétrico estava exausto, e coberto de queimaduras. O Pokémon de fogo ficou pronto para dar o próximo ataque, e, pelo que parecia aquele último seria o bastante para derrotar Pachirisu.

- Pare Magby. – Veio uma voz masculina vinda do meio dos arbustos que Magby havia aparecido. Das árvores, um menino de aproximadamente 10 anos aparecia.

Ele tinha cabelos curtos e que estavam sendo praticamente quase todos cobertos por uma boina avermelhada, com um sinal de Pokébola em branco, estampada na mesma. Seus olhos pareciam ser de uma cor azul, perto de um tom mais escuro, além disso, sua face não expressava emoção alguma. Estava vestindo uma camiseta vermelha, colocada por baixo de uma jaqueta azulada, com o zíper aberto, ele usava uma calça comprida jeans, preta. Por fim, ele estava usando um cachecol branco, amarrado em seu pescoço, e carregando consigo uma mochila branca, e uma Pokébola em uma de suas mãos.

- Retorne. – Disse, apontando o objeto para direção de Magby, fazendo um raio vermelho sair da esfera e encostar-se ao Pokémon. Logo, o mesmo se materializou no raio luminoso e retornou para a Pokébola.

- Ei espere! – Disse Yang acenando para o menino.

- Quem é... Você? – Questiona ao garoto de cabelos brancos que se aproxima de vagar do menino.

- Eu me chamo Yang, prazer em conhecê-lo. – Diz o garoto, cumprimentando o menino que havia chegado das árvores estendendo seu braço e abrindo um palmo, para dar um aperto de mãos.

O menino ainda não demonstrou nenhuma expressão, e continuou fixando um olhar seco nos olhos de felicidade de Yang. Ele não deu o aperto de mãos, e fechou seus olhos, colocando a Pokébola do Pokémon em um de seus bolsos.

- Eu me chamo Leon. – Disse apenas estas palavras.

O sol então decide aparecer, saindo das nuvens e iluminando todo o local novamente. Pachirisu sobe no ombro de Yang, que volta seu braço e dá um sorriso torto.

- Ei... Já que você tem um Pokémon, que acha de uma batalha? – Pergunta com um pouco de vergonha.

- Não vejo por que não. – Responde o outro menino ironicamente.

Yang se anima com a resposta de Leon e rapidamente se dirige ao lado oposto das florestas, dando uma distanciada do garoto.

- Será uma batalha de três contra três. Substituições não são permitidas a ambos os lados... – Leon dá as regras para a batalha se iniciar, mas antes mesmo de terminar de falar, é interrompido por Yang, que reage se opondo rapidamente.

- Espera... Eu só tenho um Pokémon comigo. – Alerta Yang, tirando todo o seu senso de agitação.

- Se não for uma batalha de três contra três, eu me recuso a batalhar. – Fala Leon, ainda sem nenhuma expressão facial.

- Não, espere! Dê-me poucos minutos e eu volto com três Pokémons, por favor! – Pede Yang, um pouco frustrado.

- Eu não me importo. Vou estar por aqui mesmo, então não tenho pressa. – Diz o menino dando meia-volta e adentrando-se em meio à floresta pela qual acabara de surgir.

- Vamos lá Pachirisu! – Exclama Yang, determinado a capturar um Pokémon.

- Chipa!

O Pokémon elétrico põe-se novamente com um salto leve e suave sobre os ombros do garoto, imitando a face determinante de seu treinador.

- Ei, espere por mim, Yang! – Grita Amanda, tentando alcançar o menino dando longos passos e correndo na direção do menino.

O garoto e seu Pachirisu correm em disparada para a floresta. Esta, por sua vez, era um lugar bem verde, e cheio de árvores, algumas flores, e uma vegetação gramínea mais escura que a de um local mais aberto.

O menino e seu Pokémon passam ligeiramente por diversas árvores e arbustos, mas não encontram nenhum Pokémon.

- Yang, aonde você vai? Desse jeito nós vamos nos perder! – Grita Amanda, um pouco mais distante do que Yang.

O menino não deu muito ouvidos ao que a garota disse, continuo seguindo em frente, junto com seu Pachirisu, cada vez mais rápido.

Eles andaram por alguns minutos e chegaram a uma parte mais aberta da floresta. Seu gramado ainda era de um tom bem escuro, e sombras de enormes árvores cobriam quase todo o local. O menino e seu Pachirisu deram uma olhada em volta, e acharam apenas um espécime de Pokémon em todo o local.

- Ei Yang, eu já nem sei mais onde estamos... – Diz Amanda, enquanto se aproximava exausta do garoto, que olhava atentamente para o lugar fechado dos raios solares.

- Shh... – Yang interrompe a menina, fazendo um sinal com o dedo indicador colocado sobre seus lábios.

O Pokémon que Yang e Pachirisu avistaram se assemelhava a um estorninho, uma espécie de pássaro. Ele tinha um corpo na cor castanho-cinza e a parte inferior de suas asas, assim como sua cabeça, eram pretos. Seu rosto era esbranquiçado e tinha olhos negros, com pupilas brancas, além de possuir um bico fino na coloração laranja com a ponta pintada de preto. Por fim seu peito tinha uma mancha branca e suas patas eram alaranjadas, assim como a cor de seu bico, e também, tinha três penas agrupadas atrás de seu corpo, eram elas na cor preta e a do meio, branca.

O menino retira de seu bolso a Pokédex, e aponta a máquina para o Pokémon, que caminha sobre suas patas laranja sobre o solo, sem nem notar a presença dos garotos.

Pokémon Diamond Pearl: As Aventuras de Yang. 396

Starly: Quando sozinhos são imperceptíveis e muito vulneráveis, por isso eles andam em grandes bandos. Apesar de serem pequenos, eles batem suas asas com uma força surpreendente. Seu grito é estridente e irritante.

- Que sorte! Achar um desses sem o seu bando! – Exclama a menina, em um tom baixo de voz.

- Vamos lá, Pachirisu! – Sussurra no ouvido de seu Pokémon que se prepara e dá um salto surpresa sobre o gramado escuro do local aberto.

O pequeno estorninho vira-se e fica bem disposto para a batalha, se posicionando para começar a batalha.

- Nós começamos! Pachirisu Quick Attack! – Dá a ordem ao Pokémon elétrico, que não espera duas vezes: carrega seu corpo com uma aura branca e corre ligeiramente para direção do estorninho, soltando um rastro luminoso por onde passava.

Starly estava bem preparado para a luta, para o azar de Yang e Pachirisu. O Pokémon alça voo e carrega suas asas com um brilho azul-celeste bem claro, e voa para a direção de Pachirisu, pronto para confrontar o ataque rápido do Pokémon elétrico.

Os dois Pokémons se encontram e Starly dá uma rápida evasiva para o lado e acerta suas asas bem na lateral do corpo de Pachirisu, fazendo o esquilo se desequilibrar e cair de cara no chão. O Starly então alça voo novamente e foge da batalha.

- Pachirisu! – Se espanta o menino correndo na direção de seu Pokémon, caído no gramado.

- Ele está cansado devido à batalha contra o Magby, as queimaduras causaram um cansaço efetivo em Pachirisu, você precisa deixá-lo descansar. – Analisa Amanda, dando curtos passos sobre o gramado e dirigindo-se para direção do Pokémon elétrico.

- De jeito nenhum! Eu vou conseguir capturar um Pokémon e você vai ver! – Yang esclarece sua vontade de conseguir um novo Pokémon.

Pachirisu se recompõe, e faz um gesto de afirmação, referindo-se ao que seu treinador dissera. Ambos estavam determinados a realizar a captura e conseguir uma batalha contra Leon.

- Eu não vou te impedir, mesmo por que já nos perdemos do caminho para cidade... – Suspira a menina após ouvir a negação dos dois.

O Pokémon elétrico, mesmo com o corpo coberto de feridas e queimaduras, pula, de costume, sobre os ombros do garoto. Sem dizer nada seu treinador dá uma caminhada ligeira ao redor do local e não avista mais sinal de nenhum Pokémon.

- Ahh... Ele fugiu... – Lamenta o garoto com seu Pokémon.

- Ora... Já que estamos aqui, dá procurar por mais um tempo... Eu até posso lhe ajudar! – Amanda diz tentando animar os dois.

Yang ajeita seu boné, e Pachirisu libera faíscas azuladas de suas bochechas, ambos demonstravam uma sensação de “positividade”.

- Então vamos! – Exclama o garoto que começara a correr sobre o gramado e sair do local aberto e escuro com seu Pokémon. Amanda o seguiu também.

-

Depois de andar um pouco, todos já estavam cansados. Eles haviam atravessado uma boa parte de extensão da floresta já, e resolveram dar uma parada para descansar.

O local que escolheram para dar uma parada era bem simples. Algumas árvores (de grande porte) estavam rodeando o local que já estava mais aberto às luzes solares. O gramado era um pouco mais verde vivo, e nenhum sinal de Pokémon ao redor daquele lugar.

Os meninos se sentaram no gramado local, e pouco pôde ser visto como os arbustos que ficaram para trás.

- Ah... Que azar! Ainda não encontramos nenhum Pokémon... – O menino se entristece e quase que desiste, porém um barulho vindo acima das árvores desperta seu interesse.

Logo que deu uma boa olhada, o menino avista um bando de Starly sobrevoando a floresta.

- Pokémon’s! – Diz o garoto avistando os estorninhos alçando voo.

- Certo, não vamos deixá-los escaparem! Pachirisu, mire um Charge Beam! – Ordena o garoto para seu roedor, um pouco mais aliviado do cansaço, pois vira de carona sobre os ombros de seu treinador.

O esquilo pôs-se para fora do ombro de seu treiandor, com um alto pulo e junta suas pequenas patas, focalizando em um único ponto. Logo, uma esfera azul de eletricidade se forma sobre as patas do pequeno, e um brilho é emanado por ela.

- Chipariiii! – Grita Pachirisu, focalizando mais eletricidade.

Em seguida um raio de carga azulada é liberado da esfera e é atirada sobre os céus, passando por perto do bando de Starly. O ataque não havia acertado nenhum deles, mas serviu para chamar a atenção dos mesmos, todos estavam olhando atentamente, e com raiva, para os garotos e seu Pokémon.

- O que... Eles estão olhando...?! Alguém perdeu alguma coisa por acaso? – Brinca o menino, após seu Pachirisu pousar novamente sobre seu ombro.

Amanda segura no braço de Yang, e sai correndo no meio da floresta, arranjando um meio de se esconder.

- Não é hora pra brincadeiras! Aquele bando de Pokémon vai nos achar! Precisamos nos esconder, e rápido! – Exclama a menina, muito preocupada, e ainda sim, correndo em alta velocidade, “carregando” o menino pelo braço.

O bando de Pokémon voa na direção dos garotos, que apressadamente se escondem em um arbusto que acham entre a floresta. Logo, todo o bando se divide, na finalidade de achar os garotos, e dar o “troco”.

- Ei, Amanda é a nossa chance, vamos atacar um deles! – Sussurra o menino no ouvido da garota, que logo se assusta e dá um sermão no menino.

- Você está louco? – Pergunta a menina espantada e logo em seguida, estressada.

- Agora que eles se separaram... Vai ser fácil capturar um! – Diz o menino, com bastante confiança, enquanto olha para seu Pachirisu, que mostrava tamanha determinação, tanto quanto a de seu treinador.

Foi fácil achar um Starly. Logo um que estava sozinho, e totalmente distraído, procurando-os por um lugar estreito entre as árvores e próximo ao arbusto que Amanda, Yang e Pachirisu se esconderam.

- É agora, vamos lá, Pachirisu! – Exclama o garoto para seu Pokémon, que, sai do arbusto carregando em suas bochechas amareladas e feridas, intensas faíscas azuladas.

O estorninho se assustou, mas preparou-se para a batalha. Em segundos suas asas ficaram brilhando num tom azul-celeste bem claro e brilhante. Aquele era o Wing Attack do Starly.

- Esquive! – Fala o menino, saindo do arbusto juntamente com a menina, e apontando o dedo para um local vazio entre as árvores, pelo qual Pachirisu devia se esquivar.

O Starly voa na direção do Pokémon elétrico que se esquiva, deitando-se de costas no gramado e rolando para a lateral e parando no local que seu treinador havia ordenado que fosse.

O Pokémon pássaro erra o ataque, mas consegue-se recompor alçando voo para cima, e retirando o brilho azulado das suas asas.

- Vamos atacar, vá para cima e use o Quick Attack! – Ordena o menino, com esperanças de que seu Pachirisu alcance o estorninho.

Pachirisu é rápido. Ele carrega uma energia esbranquiçada e dá um salto veloz na direção do Pokémon voador e libera um rastro luminoso por onde passa. O ataque acerta em cheio o peito de Starly, fazendo o mesmo recuar e cair no chão, Pachirisu, por outro lado, cai em pé sobre o gramado da floresta.

- Está quase acabando! Finalize-o com Charge Beam! – Finaliza num tom grosso de voz, dando força para Pachirisu reagir rapidamente e carregar o ataque sobre suas patas.

Ele as junta, e forma uma esfera elétrica de energia, focalizando um ponto de eletricidade azulada bem no meio da mesma. Rapidamente um raio de carga azulado sai da esfera e acerta em cheio o estorninho caído no chão, causando-lhe um bom estrago, afinal, seu tipo estava em desvantagem com o ataque recebido.

Yang não esperou muito tempo, e retirou de seu bolso a Pokébola. Ele a pressiona com força, e a faz se expandir mais um pouco, ficando em seu estado normal. Ele a prepara, esperando que seu Pokémon terminasse de atacar.

Pachirisu termina o ataque e Yang mira a Pokébola no estorninho fraco, e exausto. Ele a arremessa e o objeto bate na cabeça do estorninho deitado no gramado, fazendo o objeto esférico ricochetear e logo em seguida se abrir, materializando Starly em um raio de luz avermelhado, e fazendo o mesmo entrar na Pokébola. O objeto se mexe ao cair no chão, e seu centro fica piscando em vermelho. O objeto para, e um brilho saí de seu centro, a captura estava completa.

O menino se aproxima da Pokébola e faz uma comemoração com seu Pachirisu, dando pulos de alegria.

- Capturei um Starly! – Diz em um tom alto de voz, comemorando com seu Pokémon.

- Pachi-chipa! – Fala Pachirisu, pulando sobre os ombros do garoto enquanto trazia a Pokébola do mesmo em sua boca.

- Eu não quero estragar seu momento, mas acho melhor sairmos desta floresta. – Fala Amanda olhando para os lados e preocupando com os outros Starly que perseguiam os dois.

Yang retira a Pokébola de seu mais novo companheiro da boca de Pachirisu e reverencia com a cabeça. Os dois então, se dirigem para fora do local em que Pachirisu e Starly batalharam.

- Espere, onde será que está o Leon agora? – Pergunta o menino, lembrando-se do que os mesmos haviam combinado.

- Eu estou aqui. – Vem uma voz do fundo da floresta, que aparenta ser de Leon.

- Antes de qualquer coisa, sem perguntas, por favor. – Complementa o garoto com sua típica expressão vazia e seca.

- Leon! – Exclama Yang.

- Eu não quero perder meu tempo com você, vi que só tem dois Pokémons, então acho justo uma batalha de dois contra dois. Vou logo usar o Magby. – Diz apenas retirando de seu bolso uma Pokébola e arremessando-a para cima, retirando da mesma um brilho esbranquiçado, que logo se materializa no Pokémon de fogo, Magby.

- Vai com o Magby, ahmm... Então eu escolho... – Diz o menino fazendo mistério. - ... Esse aqui! – Retira uma Pokébola de seu bolso que, de evidência, é a de seu recém-capturado Starly.

Ela se abre e um brilho esbranquiçado é liberado de seu interior. O estorninho aparece batendo suas asas voando céu.

- Mas... Vocês vão batalhar logo aqui? É perigoso, aquele bando de Starly podem aparecer novamente... – Fala a menina com uma total insegurança.

- Acalme-se Amanda... Eu não vou demorar muito pra acabar com esse Magby... – Indaga Yang, colocando confiança para a garota.

- Se quer ganhar logo, deve prestar atenção em seus Pokémon... – Repara Leon em Pachirisu e Starly, com seu olhar frio.

- Eu sei que eu consigo, eu confio neles, por que... Por que eu confio! – Fala o garoto sem palavras para expressar sua determinação em ganhar aquela batalha.

- Como eu já disse, não quero perder meu tempo com você, Fire Punch... – Ordena para Magby, que em um rápido movimento fecha seus punhos e faixas de fogo envolvem o punho do Pokémon.

- Esquive!

Magby dá um salto para cima com seu punho totalmente envolvido por fogo, apontando o mesmo para o estorninho. Starly voa para a lateral e Magby acaba errando o ataque, fazendo a chama de seu punho se cessar e caindo logo em seguida, em pé sobre o gramado.

- Quick Attack! – Fala Yang apontando seu dedo para Maby, que cai bem perto dele mesmo.

O estorninho envolve seu corpo com uma energia branca e voa em alta velocidade para direção de Magby, que não recebendo ordens de seu treinador apenas vira-se para o lado, fazendo Starly errar o ataque, mas se recompondo com um voo para cima.

- O quê? – Questiona Yang, se espantando com a agilidade do Pokémon de fogo.

- Ember e logo em seguida Fire Punch. – Coloca o treinador para seu Pokémon que enche seu peito de ar e lança de seu bico, como um maçarico, várias brasas.

O ataque acerta em cheio Starly, fazendo o Pokémon receber um grande dano. As brasas se cedem e logo em seguida o punho de Magby é envolvido por fogo, mostrando-se pronto para acertar o próximo ataque. O Pokémon avermelhado pula novamente na direção do Pokémon voador e acerta Fire Punch bem em seu rosto, causando uma explosão com uma fumaça negra, e, fazendo Starly cair no gramado e ser derrotado. Magby cai do lado oposto de Yang e Starly, perto de seu treinador.

- Aquele Magby é rápido... – Pensa Yang, retornando seu Staly para a Pokébola.

- Vamos lá Pachirisu! – Exclama para seu Pokémon elétrico, que, com total determinação pula de seu ombro e vai sobre o gramado, faiscando eletricidade por todo seu corpo.

- Quer mesmo continuar? – Pergunta Leon para Yang, que olha para Pachirisu e apenas abaixa a cabeça, negando uma resposta clara.

- Não só quero... Eu acredito que meu Pachirisu pode vencer! – Yang responde e ajeita seu boné novamente, bagunçando seu cabelo esbranquiçado e solto.

- Hmph... Que problema para seu Pachirisu... Vamos com um Fire Punch primeiro. – Leon se expressa e fecha seus olhos e abaixa sua touca, imaginando que o ataque vá acertar Pachirisu.

Magby envolve novamente seu punho com chamas e corre na direção de Pachirisu, que, muito cansado não reage e recebe o golpe bem em seu rosto. Uma explosão calorosa de fumaça cobre todo o local vegetativo e pôde-se observar apenas Pachirisu sendo arremessado com a força do golpe para cima, além da explosão. O esquilo elétrico cai, e fica um pouco imóvel por um instante, mas consegue se levantar, por pouco.

- Eu não posso continuar, se a batalha tomar esse rumo, nós vamos... – Pensou o garoto por alguns instantes enquanto a fumaça da explosão cessava e o oponente podia ser avistado.

- Pachirisu, vamos decidir com esse golpe, use toda sua força em um Charge Beam! – Exclama o garoto, em suas últimas esperanças, além de que, seu Pokémon estar completamente exausto e com o corpo coberto de feridas, ele pôde mostrar-se apto para realizar o ataque.

Pachirisu junta suas patas em frente seu pequeno corpo e carrega uma nova esfera de carga azulada.

- Magby, Smokescreen. – Ordena Leon, não dando a mínima atenção para a batalha e demonstrando um olhar obscuro e sádico para Yang.

Magby encheu seu peito de ar, e disparou de seu bico-maçarico uma fumaça bem espessa e escura para todo o local. A mesma atingiu apenas o local entre Pachirisu e Magby.

A fumaça estava muito escura para observar-se algo, Pachirisu já tinha perdido Magby de vista, mas o ataque já estava totalmente carregado. O Pokémon elétrico atirou da esfera um raio de carga azulado e poderoso na direção que Magby estava até o momento.

- Errou. – Disse Leon, tentando provocar Pachirisu, que ouvira bem o que o garoto houvera dito.

- Pachirisu, saia dessa fumaça! – Grita Yang, desesperado ao olhar que nem mesmo Magby fora avistado em meio à fumaça.

- Tarde demais... Magby, Fire Punch. – Ordenou imediatamente Leon, tentando colocar um fim na batalha.

Yang não havia reparado muito bem, mas Magby já estava logo ao lado de Pachirisu, que, rapidamente envolve o punho com faixas de fogo tornando-se um poderoso Fire Punch. O fogo pôde ser visto por Yang e Pachirisu naquela hora, mas como Magby estava próximo a Pachirisu, e o esquilo elétrico estava exausto, o ataque atingiu seu peito e uma explosão de calor foi formada logo abaixo da cortina de fumaça. Dessa vez uma fumaça mais clara e acinzentada foi posta à vista e Pachirisu foi arremessado novamente para fora da explosão.

O esquilo elétrico, já sem forças cai novamente no gramado e ficou fora de combate. Ele estava inapto de se mover devido às queimaduras pelo corpo.

- Pachirisu! – Exclama Yang, preocupado.

- Acabou... – Revela Leon para Yang que se interessa apenas em Pachirisu no momento.

Yang rapidamente corre para socorrer Pachirisu, se aproximando e pondo-se de joelhos, para ver melhor seu Pokémon.

- Yang, você precisa levá-lo a um Centro Pokémon, rápido! – Exclama Amanda que até então não havia dito nada, pois prestara bastante atenção na batalha de Pachirisu e Magby.

- Não é necessário. – Fala Leon, enquanto trazia Magby de volta para sua Pokébola. – Aqui estão. – Completa sua fala anterior, enquanto coloca a Pokébola de Magby em um de seus bolsos, retirando do mesmo, duas espécies de “frutinhas” arredondadas de uma coloração azul.

Enquanto isso Yang se agacha e fala com Pachirisu, na tentativa de reagir-lo. Leon percebe que o menino o ignora, mas não muda sua expressão facial, fecha seus olhos e joga as “frutas” no gramado, perto de Yang.

- Dê para seus Pokémon logo que acordarem. – Finaliza Leon, virando-se de costas para o menino e Amanda, que param para observá-lo.

- Espere Leon! – Yang impõe sua voz para o garoto, que vai embora sem dizer uma palavra a mais.

- Nós vamos nos ver de novo? – Grita com um tom mais alto e rubro de voz, na tentativa de que o garoto o escute. Pena para o menino, que fez a pergunta proposta em vão, o menino havia desaparecido na mata.

Mas algo era mais importante para Yang no momento, a saúde de Pachirisu. Ele vê as duas frutinhas caídas no gramado da floresta (silenciosa, naquele momento), e decide colocar uma delas no bolso. Ele toma a outra em suas mãos e a dá para seu Pachirisu, que morde e mastiga apenas parte da fruta.

O esquilo elétrico abre seus olhos, e, ainda com as feridas em seu corpo, levanta-se e fala em bom tom, tentando despreocupar o menino:

- Chipa!

- Pachirisu! – Diz Yang, apenas feliz por estar ao lado de seu companheiro, consciente e alerta.

Amanda observa silenciosamente os dois, e dá uma pequena espiada por trás da pequena parte da floresta e vê uma luz despertando-os do vazio do imenso local vegetativo. Já estava ficando um pouquinho tarde e a menina abre um largo sorriso no rosto, visível até mesmo para Pachirisu e seu treinador.

- Essa luz é... Isso significa que estamos...

Continua...
-

Edit: Fan fic aberta a parcerias, favor, contatar via Mensagem Privada


Última edição por 'GusRm em Sab 1 Out 2011 - 7:17, editado 1 vez(es)

________________
Pokémon Diamond Pearl: As Aventuras de Yang. 30926534Pokémon Diamond Pearl: As Aventuras de Yang. 30926534Pokémon Diamond Pearl: As Aventuras de Yang. 30926534
'GusRm
'GusRm
Membro
Membro

Masculino Idade : 22
Alerta Alerta :
Pokémon Diamond Pearl: As Aventuras de Yang. Left_bar_bleue0 / 100 / 10Pokémon Diamond Pearl: As Aventuras de Yang. Right_bar_bleue


Voltar ao Topo Ir em baixo

Pokémon Diamond Pearl: As Aventuras de Yang. Empty Re: Pokémon Diamond Pearl: As Aventuras de Yang.

Mensagem por dudsN Qua 28 Set 2011 - 16:26

GUS! \o

Aqui estou eu novamente!

Diferente do outro capítulo, esse ficou bastante longo. Quanto à outros quesitos: A narração foi excelente e a ortografia novamente impecável. Acho que só devia ter dado uma encurtada no capítulo, de resto tudo ficou legal. Em parte pessoal, eu gosto de dar uma cor ao episódio. Por exemplo: Ao invés de botar em negrito o ataque, eu boto uma cor. Mas isso é totalmente opcional.

Agora vou falar sobre a história em si.

Eu gosto tanto do nome Leon u.u. Sempre boto ele como rival também!
Fiquei mó bad que o Pachirisu perdeu, em compensação fiquei feliz com a captura de um novo companheiro. Vejo uma semelhança no jeito de ser, do Ash e do Yang... :V

Aguardo anciosamente o capítulo 3! Continue assim! Abraço.

EDIT: Eu fui o First! IHÁÁ \o/ -n
dudsN
dudsN
Membro
Membro

Masculino Idade : 23
Alerta Alerta :
Pokémon Diamond Pearl: As Aventuras de Yang. Left_bar_bleue0 / 100 / 10Pokémon Diamond Pearl: As Aventuras de Yang. Right_bar_bleue


Voltar ao Topo Ir em baixo

Pokémon Diamond Pearl: As Aventuras de Yang. Empty Re: Pokémon Diamond Pearl: As Aventuras de Yang.

Mensagem por Sir Dracconildo - Dracco Sex 30 Set 2011 - 10:22

Realmente, você tem melhorado bastante a cada capítulo. Como dizem, as vezes o capítulo flui bem rápido, mas este você conseguiu aumentar o tamanho de forma que não ficasse uma corrida.

Gostei batalha contra Leon, ficou bem interessante, porém em algumas partes você poderia ter descrito mais. De qualquer forma, você vem melhorado muito na história, você tem talento.

See Ya \o

________________
Pokémon Diamond Pearl: As Aventuras de Yang. Malfoysign
Obrigado pelo Set, Nanashin!

É meu fã? Curte minhas fics? Me gusta? É tão elétrico quanto eu? Então use a minha fan-bar!
Pokémon Diamond Pearl: As Aventuras de Yang. Draccofan
Clique na Bar e arraste até a segunda guia!
Sir Dracconildo - Dracco
Sir Dracconildo - Dracco
Membro
Membro

Masculino Idade : 22
Alerta Alerta :
Pokémon Diamond Pearl: As Aventuras de Yang. Left_bar_bleue0 / 100 / 10Pokémon Diamond Pearl: As Aventuras de Yang. Right_bar_bleue


Voltar ao Topo Ir em baixo

Pokémon Diamond Pearl: As Aventuras de Yang. Empty Re: Pokémon Diamond Pearl: As Aventuras de Yang.

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum