Pokémon Mythology
Olá, visitante! Vejo que ainda não está conectado ao nosso fórum, faça login.
Espere, você ainda não está cadastrado? D:
Inscreva-se em nosso fórum e venha aproveitar as novidades que estamos preparando pra vocês. Conte uma história, poste uma arte ou um vídeo! Confira os guias de jogos, tire suas dúvidas e compartilhe sua jogatina. Disputa batalhas online com jogadores e participe dos RPGs. Converse sobre qualquer coisa, poste memes, faça novos amigos! Só não deixe de logar ou se inscrever.
Para cadastrar-se clique no botão 'Sign-Up' ou em 'Registrar-se' aqui abaixo. Seja bem vindo!
Hoenn Adventures - A Jornada de Delailan - Página 7 Pikalove


Participe do fórum, é rápido e fácil

Pokémon Mythology
Olá, visitante! Vejo que ainda não está conectado ao nosso fórum, faça login.
Espere, você ainda não está cadastrado? D:
Inscreva-se em nosso fórum e venha aproveitar as novidades que estamos preparando pra vocês. Conte uma história, poste uma arte ou um vídeo! Confira os guias de jogos, tire suas dúvidas e compartilhe sua jogatina. Disputa batalhas online com jogadores e participe dos RPGs. Converse sobre qualquer coisa, poste memes, faça novos amigos! Só não deixe de logar ou se inscrever.
Para cadastrar-se clique no botão 'Sign-Up' ou em 'Registrar-se' aqui abaixo. Seja bem vindo!
Hoenn Adventures - A Jornada de Delailan - Página 7 Pikalove
Pokémon Mythology
Gostaria de reagir a esta mensagem? Crie uma conta em poucos cliques ou inicie sessão para continuar.

Hoenn Adventures - A Jornada de Delailan

+13
Dusknoir
Hughh
~Jhonn
DarkRiseOfNight
Buster56
Rush
Aephus
CalrosHenrique
Nivans
Sally
DarkZoroark
Black~
-Murilo
17 participantes

Página 7 de 9 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9  Seguinte

Ir para baixo

Hoenn Adventures - A Jornada de Delailan - Página 7 Empty Re: Hoenn Adventures - A Jornada de Delailan

Mensagem por -Murilo Dom 18 Ago 2013 - 18:53

Olá pessoas! Fiquei imaginando se causei espanto com a derrota da Delailan no cap anterior. Mas não se preocupe, não quis acabar com a fic, foi apenas um momento anticlímax pra história hehe. Bom, esse cap parece mais um filler que a gente já viu no anime, mas ele tem sua importância. Boa leitura e até!

Comentários:

Black~: Acho que vou acabar usando todas as cidades de Hoenn, inclusive alguns pontos adicionais (mais pra frente saberemos). Bom, eu não queria deixar nenhum rival de fora, nem a Yamada, mesmo que que a Delailan acabasse perdendo. Ainda não sei (mentira, sei sim) o que vai acontecer pra ela ir pro Grand Festival, mas não podemos perder a esperança certo? A ressurgição do Emboar foi meio que baseado na habilidade dele mesmo, que os iniciais ficam mais fortes quando ficam fracos (que?), algo assim. Logo verás o que tem em Mauville (ou perto dela no caso).

DarkZoroark: DZ senti sua falta cara! Agora que só você e o Black tão comentando, fico carente de comentários rsrs. Sim, você acertou o Deoxys e aquele outro negócio também. Cara, como podes? Acho que eu não seria capaz de escrever uma história mistério. Mas seu raciocínio foi interessante. Mas só esclarecendo, acho que dos lendários de Hoenn, só Latios e Latias não aparecerão (o trio Regi sim, e com uma certa importância, e os outros já explicou). Olha, eu imaginava que o Mime Jr era comum por causa do anime, e olha que foi difícil pensar numa combinação. Se não fosse os trem dos salgadinhos e objetos nem sei o que faria e o Mimic e Teeter Dance são meio que os golpes assinaturas dele por isso não poderia faltar (ele vai usar Mimic futuramente no GF e será uma batalha bizarra). Bom, o mistério do cap já adivinhou mas ainda deixarei na dúvida. Sobre o Fennekin, pensei muito sobre como colocá-lo agora já que Delailan já tem um tipo fogo, mas já sei o que fazer, e um certo adm celeste que aparecerá tem a ver com isso mwuahahai. Até!



Capítulo 23
MauvilleReencontrando um amigo


Hoenn Adventures - A Jornada de Delailan - Página 7 Hoenn_Mauville_City_Map
Não se espante, Mauville ainda não teve título nem mapa :>

Depois da derrota contra Yamada no último torneio na cidade de Pacifidlog, Delailan ficou arrasada. Ainda na cidade, ela ficou no Centro Pokémon por um tempo tentando acumular forças para decidir o que fazer de agora em diante. Já que não poderia mais participar do Grand Festival, ela estava sem qualquer objetivo no momento. O que poderia fazer era voltar para o orfanato em Rustboro, mas não poderia esquecer-se da Equipe Celeste e do encontro com Jirachi. De repente, seu celular começou a tocar. Na tela aparecia o nome de Azura, e a menina logo atendeu.

- Oi amiga – diz Azura – Eu vi o torneio pela TV. Você deve estar muito triste. Queria estar aí pra te ajudar.

- Muito obrigada, mas estou um pouco melhor agora – fala Delailan fingindo um animo da voz – Mas e você? Conseguiu as cinco fitas?

- Sim, eu consegui. Há pouco tempo eu falei com Wiliandery e ele também conseguiu. Provavelmente Ishan deve ter conseguido também, né.

- Fico feliz que todos tenham conseguido – diz Delailan – Quando começar o Grand Festival eu irei torcer por vocês. Tchau!

A menina desligou para evitar de falar mais sobre isso. Ela vai até o balcão da enfermeira Joy e pega suas pokébolas com seus pokémons recuperados. Quando ela já ia sair, alguém aumentou o volume da TV do Centro para ouvir um noticiário urgente. A âncora do jornal informava sobre um pokémon furioso que estava causando problemas próximo a cidade de Mauville.

- Segundo as ultimas informações recebidas – diz a jornalista – Foi confirmando que se trata de um Salamence. Um Salamence apareceu misteriosamente na região e tem atacado indiscriminadamente. Não se sabe a procedência desse pokémon furioso, mas a policia já está investigando.

- Um Salamence? – pensa Delailan aflita – E próximo a Mauville? Não pode ser!

Ela pega o mapa em sua mochila e o analisa cuidadosamente. O Day Care ficava na rota entre Mauville e Verdanturf. Quais seriam as chances do Bagon que ela deixou lá ser o Salamence que está atacando a cidade? Disposta a investigar isso, ela toma o navio direto para a cidade de Slateport e seguiu ao norte rumo a Mauville. Após muito tempo de viagem, ela chega no Centro Pokémon da cidade. No lugar, todos comentavam o ocorrido. Um grupo de moças e rapazes discutiam fervorosamente, cada um soltando uma teoria.

- Ele é um espírito que vivia na usina elétrica – dizia um garoto – Ele apareceu porque provavelmente estão incomodando o lar dele.

- Que nada! Ele é real! – rebatia uma menina – Já ouvi dizer que ele é um pokémon abandonado, e que agora está se vingando dos humanos.

- Pois eu acho – diz uma terceira pessoa – Que isso é obra daqueles criminosos misteriosos que estão agindo em Hoenn.

A discussão acontecia tão avidamente, que até Joy teve que intervir e pedir silêncio. No entanto, era impossível deixar de pensar no que estava acontecendo. De repente, um homem vestindo uma roupa toda preta cheia de bolsa e apetrechos adentra do Centro e logo chama a atenção de todos.

- Com licença – diz ele numa voz grave – Alguém teria uma pista de que direção o Salamence aparece?

Um burburinho começa entre as pessoas, que se entreolhavam e sussurravam entre si.

- Eu já vi na TV que ele sempre vem pelo oeste – fala uma pessoa – Lá pelos lados de Verdanturf.

O homem agradece com um aceno de cabeça e deixa o lugar da maneira que entrou. Percebendo que havia um interesse por parte do homem, Delailan resolve segui-lo, imaginando que ele seria capaz de encontrar o Slamence, e assim tirar a dúvida se ele era o mesmo Bagon ou não. O estranho se afastou um pouco do Centro e pegou um telefone. Mesmo falando bem discretamente, Delailan ainda conseguiu ouvir a conversa.

- Aqui é o Caçador M – diz o rapaz – Já consegui uma pista de onde o dragão possa estar. Torno a ligar assim que pegá-lo. Espero que esteja com todo o dinheiro.

O homem desliga e segue caminho rumo ao leste. Enquanto isso, Delailan ficava chocada com o que ouvira. Já tinha ouvido falar dos Caçadores, criminosos desagradáveis que pegam pokémons, independentes de terem donos ou não, afim de vendê-los. Só de pensar nisso, a menina já sente um arrepio. Ela então fica ainda mais determinada a seguir o homem. O estranho segue a pé pela rota 117 em direção ao oeste, deixando a cidade para trás. Com cuidado, Delailan o seguiu discretamente, sempre escondendo-se atrás das árvores e arbustos.

De repente um rugido ecoa de longe, arrepiando a menina. Rapidamente o homem fica alerta, e já coloca as mãos nos bolsos. No céu, um ponto escuro atravessava as nuvens e ia ficando cada vez maior, se aproximando da Terra. Logo se confirmou que era o próprio Salamence. Imediatamente o caçador sacou uma pokébola e liberou um Abomasnow

- Derrube-o com Blizzard! – ordena M.

O pokémon de gelo lançou para o alto uma forte ventania carregada de neve e cristais congelados. O ataque logo se alastra por todo o céu, e Salamence acaba sendo atingido. Acuado pelo gelo, o dragão acaba pousando furioso. Assim que tocou no solo, ele disparou um poderoso Dragonbreath, raio de fogo altamente destruidor. Rapidamente o caçador e seu pokémon desviaram. Mais afastada, Delailan estava impressionada com o poder do Salamence.

- Use Blizzard outra vez – diz M – Agora posso pegá-lo.

Abomasnow ergueu seus braços e lançou novamente a poderosa tempestade de neve. No mesmo instante o caçador vasculhou em sua bola e tirou um cubo metálico. Enquanto o Salamence tentava se defender do ataque de gelo, o homem lançou o objeto contra ele. O cubo se dividiu em quadrados menos, que cercaram o dragão. Aquilo então se tornou uma caixa de energia que prendeu o pokémon totalmente. Salamence tentou escapar, mas levava um grande choque toda vez que se chocava com as paredes de luz.

- Essa não! – exclama Delailan aflita – Ele o pegou! Tenho que fazer alguma coisa!

A menina já iria correr até lá para salvar o Salamence. No entanto, antes mesmo que pudesse se mexer, um disparo elétrico surge do nada e atinge certeiramente um dos cubinhos da prisão. Toda a caixa foi então desfeita e o dragão caiu no chão. Surpreso, M procura pelo autor daquilo e dá de cara com um garoto acompanhado por um Manectric.

- Não vou deixar que machuque ele! – exclama o garoto determinado – Deixe ele em paz!

- Quem você pensa que é? – fala o caçador irritado – Saia da minha frente agora! Abomasnow, Leaf Storm!

O pokémon montanha balançando seus braços lançou uma forte rajada de vento carregado de folhas. O menino pulou longe, enquanto o Manectric agüentou firme. No meio disso tudo, o Salamence se levantou e saiu voando para longe, para desespero de M.

- Maldição! Ele escapou! – exclama o homem irado – Tudo culpa de um moleque. Mas eu hei de pegá-lo!

E dizendo isso ele trouxe seu Abomasnow de volta para a pokébola e saiu correndo pela floresta. O menino então foi até seu Manectric para ajudá-lo, pois mesmo resistindo fortemente, havia sofrido danos. Vendo que tudo se acalmara, Delailan resolve sair do seu esconderijo e ir até o menino.

- Com licença – diz ela se aproximando – Eu vi o que aconteceu. Porque você ajudou o Salamence?

- Por que quer saber? Quer pegá-lo também? – responde o garoto agressivo.

- Não, não! – exclama a menina assustada – É que... bem, estou desconfiada de que esse Salamence possa ser um Bagon que eu deixei no Day Care aqui perto.

O menino ainda desconfiado encara bem a garota de cima a baixo, até que percebe uma tristeza sincera no seu olhar. Ele então suspira e cruza os braços.

- Se for mesmo o seu Bagon é só ir no Day Care e ver se ele fugiu – diz o garoto – Mas acho que hoje não vai dar mais porque já está escurecendo. Aliás, meu nome é Marvelous.

Delailan se apresenta e os dois decidem voltar para a cidade de Mauville, pois realmente já estava escurecendo, e o sol já estava se ponde no horizonte. Juntos, ele vão para o Centro Pokémon conversar sobre o caso. No local, as pessoas que estavam reunidas já haviam quase todas ido embora, restando apenas um ou outro treinador.

- Me responda uma coisa – fala Delailan – Por que você tentou salvar o Salamence? Por acaso ele pode ser o seu pokémon?

- Não, eu não tenho nenhum Salamence – diz Marvelous – É porque eu gosto muito dos pokémons, principalmente os do tipo dragão. Pretendo me tornar um especialista. E é por isso que eu acho que aquele Salamence não está fazendo tudo aquilo por acaso. Deve ter uma razão para esse comportamento.

Delailan estava impressionada com o raciocínio do menino. Desde o principio acreditava que tudo aquilo era revolta do Bagon por ter sido abandonado. No entanto, agora era preciso pensar em outras possibilidades, inclusive de que aquele não poderia ser seu pokémon. Como já era noite, Marvelous foi para casa, enquanto Delailan abrigou-se num dos quartos do Centro. No entanto, ela não estava conseguindo dormir de tanto pensar no que estava acontecendo. Seu maior medo era imaginar o caçador M pegando o Salamence.

De repente, as luzes do quarto começaram a piscar. Assustada, a menina se levantou da cama e viu que estava acontecendo na cidade inteira. As luzes de todas as casas piscavam descontroladamente. A menina então correu até a recepção do prédio, bem como os outros treinadores, e viu pela TV que o Salamence estava atacando a usina de energia da cidade, e que a policia estava tentando pegá-lo. Aflita, Delailan pegou suas coisas e saiu correndo pelas ruas de Mauville rumo a usina. Ela seguiu até uma área afastada, próximo ao rio. O local estava cercado por fitas amarelas, e os policiais tentavam controlar as pessoas que queriam chegar mais perto. Entre elas estava Marvelous, que tentava a todo custo furar o bloqueio.

- Marvelous! – exclama Delailan agarrando-o – Temos que fazer alguma coisa ou policia ou o Caçador vai pegá-lo!

- Temos que dar um jeito de chegar mais perto, mas esses policiais não deixam!

De repente, um urro furioso ecoa de longe por todo o lugar, seguido por um forte vento frio que fez todos se arrepiarem. No céu, surge voando em alta velocidade o dragão rebelde, seguido por alguns Glalies que lançavam ataques de gelo contra ele. Do chão, alguns fortes pokémons de grama como Venussaur e Victreebel lançaram seus cipós e agarraram o Salamence, puxando-o para baixo. Furioso, o dragão relutava com toda a força, lançando rajadas de fogo em todas as direções indiscriminadamente. As pessoas que estavam ali então saíram correndo desesperadas para escapar dos ataques.

- Não podemos ficar aqui, ou vamos acabar nos machucando! - fala Marvelous puxando Delailan para longe.

- Mas e o Salamence? Não podemos deixá-lo! – exclama a garota aflita.

- Calma! Não acho que a policia que fazer alguma mal a ele – diz o menino – Só quer prendê-lo para controlá-lo. Só vamos nos afastar um pouco.

Os meninos corretam até uma área com várias árvores juntas para se protegerem, mas sem tirar os olhos de tudo o que estava acontecendo. Nesse momento, um carro forte com uma jaula fechada atrás surge. Um homem vestido de policial desce do veiculo e se apresenta à Policial Jenny. Eles conversam por um tempo, até que a mulher chama os companheiros e dá uma ordem. Com os ajuda dos pokémons, eles conseguem prender o Salamence dentro do carro. Assim que o dragão foi preso, o veiculo arrancou com tudo, partindo em alta velocidade rumo ao desconhecido. Os policiais ficaram alarmados com aquilo, e Delailan e Marvelous percebem isso.

- Aquele carro não era da policia! – exclama a garota – Só pode ter sido ele. O caçador M!

- Não vamos deixar ele escapar. Vamos pegá-lo!

Marvelous sacou uma pokébola e liberou um belo Rapidash. Os meninos montaram em suas costas e o cavalo de fogo partiu a toda velocidade atrás do carro. A perseguição seguiu-se por toda a cidade de Mauville, até deixá-la, seguindo pela rota rumo ao oeste.

- Temos que pará-lo! – fala Marvelous – Não podemos segui-lo pra sempre. Rapidash logo vai ficar cansado.

- Deixa comigo! – exclama Delailan sacando uma pokébola – Saia Skarmory, e use Swift nas rodas!

A ave metálica surgiu com todo o ímpeto e imediatamente voou atrás do carro e disparou poderosas rajadas de estrelas contra uma das rodas. O pneu logo explodiu e o veiculo perdeu o controle, tombando ara o lado. O caçador M vestido de policial pulou para fora do carro e fugiu com uma mochila a jato, sumindo entre as estrelas. O Salamence estava desmaiado e ferido devido aos ataques dos pokémons e o tombo do carro. Com dificuldade os meninos conseguiram puxá-lo para fora.

- Ele está machucado – fala Delailan – Temos que levá-lo ao Centro Pokémon para cuidarem dele.

- Não podemos levá-lo ao Centro, ou vão prendê-lo novamente – diz Marvelous – Além de que a cidade de Mauville stá longe. Acho que teremos que levá-lo ali, veja!

O menino apontou para uma casa no meio da estrada. Delailan logo a reconheceu. Era o Day Care. As portas estavam fechadas, mas as luzes estavam acesas. Os meninos se encararam e concordaram em levar o dragão até lá. Com a ajuda de seus pokémons, eles conseguiram carregar o Salamence até lá. Respirando fundo, a menina bate na porta. Após algum tempo, ela se abre e quem atende é a mulher atendente.

- Com licença – diz a menina embaraçada – Nós estamos com um pokémon ferido aqui. Por favor, nos ajude!

- Bem, não somos como o Centro Pokémon, mas podemos ajudar – diz a mulher sorrindo – Venha, podem entrar.

Com certa dificuldade, e para surpresa da mulher, eles adentram com o Salamence na recepção do Day Care. A moça chama alguns empregados, que logo levam o pokémon para ser cuidado em uma sala.

- Que bom que a senhora não se importa em cuidar do Salamence – diz Marvelous aliviado.

- Por que me importaria? – diz ela surpresa – É um pokémon que precisa de ajuda.

- Mas a senhora não viu na TV? Ele é meio arruaceiro – diz Delailan.

- Sério?! – exclama a mulher espantada – Bem, não temos TV aqui, então não estamos sabendo de nada.

Os meninos só faltaram cair no chão com tamanha saia justa. Pelo menos não corria-se o risco de avisarem a policia. Delailan então resolve tocar no assunto mais delicado.

- Sabe senhora – fala ela um pouco envergonhada – A um tempo atrás eu deixei um Bagon aqui. Por favor me diga, ele ainda está aqui ou fugiu? Por que se fugiu, esse Salamence pode ser ele!

- Ah! Então você é a dona daquele Bagon tão engraçadinho – diz a mulher sorrindo – Faz tanto tempo que ele está aqui que tinha até me esquecido que possuía um treinador. Venha comigo.

Guiados por ela, os meninos foram até um grande balcão no quintal do Day Care. Todos os pokémons que estavam sendo cuidados estavam ali dormindo. Os garotos ficaram impressionados com a quantidade e variedade de pokémons que havia ali. Quando a mulher acendeu a luz, todos eles acordaram e olharam para os visitantes. Havia tantos ali que Delailan não conseguia enxergar o seu Bagon. De repente, um grito alegre ouviu-se do meio deles, e uma pequena figura saltou com tudo, pulando diretamente sobre a garota. Quando deu-se por si, Delailan já estava no chão com o pequeno Bagon agarrado ao seu peito. Aliviada, a menina abraçou-o com força, emocionada.

- Desculpe por tê-lo dixado aqui! – diz ela entre lágrimas – Ver o Salamence furioso me fez pensar em quanto você poderia estar chateado por ter sido abandonado. Prometo que não vou mais largar você!

Bagon apenas abraçava e sorria, matando a saudade que tinha da garota e esquecendo todo o resto. Após o reencontro, todos foram até a sala onde o Salamence estava sendo tratado. Ele estava dormindo e se recuperando dos seus ferimentos.

- Tomara que ele fique bem – fala Marvelous – Vou cuidar dele até se recuperar e descobrir o porquê dele estar tão furioso.

- Eu sei que você será capaz – fala Delailan.

A menina foi até o computador do Day CAre e enviou Numel para o laboratório do professor Birch e recebeu a Great Ball da mulher. Agora Bagon estava oficialmente de volta a sua equipe. Agora só precisava decidir qual seria seu próximo objetivo. De repente, seu celular começou a tocar. Era Azura, então a menina imediatamente atendeu.

- Delailan, onde você está?! Está assistindo a TV?! – exclama Azura num tom desesperadamente excitado.

- Estou no Day Care, mas aqui não tem TV. Por quê?

- Você vai pirar! – exclama Azura – Wallace está de volta a Hoenn, e adivinha! Ele vai fazer uma Copa Wallace! Essa é a sua chance Delailan! Você tem que pegar essa fita!

Tudo ao redor de Delailan desapareceu completamente, e até os gritos de Azura emudeceram. Tudo o que ela sentia era aquele entusiasmo que estava brotando em seu interior e que iria explodir com tudo.

- Minha... última... chance...



Desculpe o cap parecer ter sido mal acabado, sem uma resolução do problema, mas não se preocupe. O cap ficou bem grande e não quis deixá-lo maior ainda. Mas não se preocupe pois futuramente essa história será esclarecida e Marvelous irá reaparecer.

Preview:
A Copa Wallace! A última chance de conseguir a última fita. Mas não será só isso. O plano da Equipe Celeste finalmente se dará início. Será o primeiro encontro com um dos pokémons ancestrais.

-Murilo
-Murilo
Membro
Membro

Masculino Idade : 27
Alerta Alerta :
Hoenn Adventures - A Jornada de Delailan - Página 7 Left_bar_bleue0 / 100 / 10Hoenn Adventures - A Jornada de Delailan - Página 7 Right_bar_bleue

Frase pessoal : Pq ñ podemos fugir da realidade se ela é uma droga


Ir para o topo Ir para baixo

Hoenn Adventures - A Jornada de Delailan - Página 7 Empty Re: Hoenn Adventures - A Jornada de Delailan

Mensagem por Black~ Dom 18 Ago 2013 - 19:29

Bom, vamos lá.

Capítulo legalzinho esse. Foi como você falou. Ele foi um filler, mas não foi chato e irritante igual vários fillers do anime, teve ação, destruição e tudo mais que se pode ter -qq, mas enfim.

Eu achei que era o Bagon mesmo, pra falar a verdade eu tinha até esquecido dele -q. Mas depois achei que seria muito estranho ele ser Salamence, mesmo que ele esteja lá há um tempo, seria difícil já ser um Salamence, visto que eles demoram pra evoluir, mas enfim.

É, realmente senti que faltou resolver o assunto Salamence, mas como você não gosta de enrolar muito nos capítulos, entendo não ter colocado nesse momento. Esse Marvelous também espero que apareça mais, porque ele só teve uma participaçãozinha de nada -q, mas enfim.

Caçador M... nome bem legal hein u.u Mas falando sério, foi legal ele ter tentado capturar o Salamence, achei que esses caras tivessem somente em Sinnoh, mas parece que eles estão migrando pra outras regiões -q, mas enfim.

Copa Wallace... hm... eu diria que é muito manjado isso logo quando a protagonista perde, mas sendo a Delailan acho justo. A coitada sofreu a fanfic inteira, nada mais justo que vencer esse torneio. Mas aposto que esse Marvelous será um coordenador e vai lutar e vai vencer. Ai você vai inventar outra coisa pra Delailan ir por Grande Festival -q.

Erros eu não vi nenhum que prejudicasse a leitura.

Enfim, é só e boa sorte com a fic.

________________
The Adventures of a Gym Leader - Capítulo 48
Dreams come true

Hoenn Adventures - A Jornada de Delailan - Página 7 Hcmv7Xt
Bar daora do clã dos Yu-Gi-Oh -q
Black~
Black~
Fanfic Mod
Fanfic Mod

Masculino Idade : 23
Alerta Alerta :
Hoenn Adventures - A Jornada de Delailan - Página 7 Left_bar_bleue0 / 100 / 10Hoenn Adventures - A Jornada de Delailan - Página 7 Right_bar_bleue

Frase pessoal : The winter has come


http://pokemonblackrpgforum.forumeiros.com./

Ir para o topo Ir para baixo

Hoenn Adventures - A Jornada de Delailan - Página 7 Empty Re: Hoenn Adventures - A Jornada de Delailan

Mensagem por DarkZoroark Seg 19 Ago 2013 - 22:00

Murilo o/
Já tinha lido o capítulo ontem, mas por conta de comodidade - e por ter aula - resolvi deixar o comentário para hoje. Bom, sem muitas delongas, vamos ao review:
Não achei que este capítulo fosse um filler - na real, fui descobrir só agora porque fui dar uma re-lida no mesmo - até porque rolou muito mais ação do que naqueles do anime. Contudo, por se tratar de um filler, sinto-me na obrigação de perguntar: o Marvelous vai voltar a aparecer ou foi só um "personagem da vez"?
Assim como o Black~, eu achei que era o Bagon - logicamente evoluído em um Salamance - que tava tocando o terror por toda Mauville, mas parece que não é o caso. Fica na dúvida de quem era o dragão cianótico ou se ele era selvagem. Alias, esse conflito todo me fez lembrar dos episódios em que o Gyarados Vermelho e o Dragonite do Dragon's Den atacaram todos e tudo que passava na frente deles. Houve aí alguma inspiração ou é mera consciência?
O Caçador M parece alguém... Interessante, por assim dizer. Abomasnow é outro Pokémon raramente visto em Fanfics - última vez que cheguei a ver um foi na Fanfic do Zeroan - e que realmente necessita de mais aparições para se popularizar. Um detalhe que achei estranho foi da habilidade dele, Snow Warning, não ter ativado automaticamente quando ele apareceu. Não sei se foi um erro ou se alguma coisa "suprimiu" ela, mas enfim...
O Marvelous - aliás, agora me surgiu uma teoria comparando o nome de ambos os novos personagens - parece-me ser um ecologista ao estilo Iris - no quesito de querer se tornar um especialista em dragões. Me lembrou também da Misty, mas um pouco menos fissurado que ela. Legal ele ter um Manectric, outro Pokémon pouco utilizado em Fanfics.
Surpreendente mesmo foi, como já dito antes, do Salamance não se tratar do Bagon. Que eu me lembre, no começo ele era um tanto agressivo também, então acabou que até a personalidade combinava. Um tanto estranho a súbita mudança da mesma, mas creio que a saudade seja a causa disto.
Quanto a Fennekin... Acho que tenho uma ideia de quem é o tal admin... hehehehe.
Erros eu não encontrei um sequer e, como de costume, sua escrita estava ótima, dando uma excelente visão sobre o que ocorria durante os eventos do capítulo.
Fico no aguardo do próximo capítulo.ninja 

________________
Dark Zoroark
Hoenn Adventures - A Jornada de Delailan - Página 7 Tumblr_ohascvRi2P1qemk2io3_500
DarkZoroark
DarkZoroark
Membro
Membro

Masculino Idade : 25
Alerta Alerta :
Hoenn Adventures - A Jornada de Delailan - Página 7 Left_bar_bleue0 / 100 / 10Hoenn Adventures - A Jornada de Delailan - Página 7 Right_bar_bleue

Frase pessoal : Let's Play!


Ir para o topo Ir para baixo

Hoenn Adventures - A Jornada de Delailan - Página 7 Empty Re: Hoenn Adventures - A Jornada de Delailan

Mensagem por -Murilo Sab 24 Ago 2013 - 18:32

Olá! Trazendo cap no sábado novamente e bem rapidinho. Valeu Black e DZ pelos coments, depois respondo direitinho. Boa litura!



Capítulo 24
SootopolisA última esperança


Hoenn Adventures - A Jornada de Delailan - Página 7 Hoenn_Sootopolis_City_Map
A cidade fortificada que esconde a lenda...

Depois de ser derrotada no torneio de Pacifidlog, Delailan havia perdido todas as esperanças de participar do Grand Festival. No entanto, um último raio de luz surgiu com o aviso da sua amiga Azura. O antigo líder de ginásio Wallace, um grande Top Coordenador estava em Hoenn, mais precisamente na cidade de Sootópolis organizando uma Copa Wallace, um mega torneio em que o vencedor leva uma fita válida em todos os continentes. Aquela não seria apenas mais uma, mas a última e única chance de Delalan conseguir uma vaga para o Grand Festival. No entanto, aquele seria o seu maior desafio até agora, pois competiria com coordenadores do mundo inteiro. Mas ela estava disposta a encarar a encarar o desafio. Para isso, ela deixou a cidade de Pacifidlog num navio direto para Sootópolis. Como havia uma grande distancia entre as duas cidades, a viagem seria um pouco longa, tempo suficiente para treinar. A bordo do S.S. Tidal, Delailan e seus pokémons criaram e ensaiaram diversas combinações, inclusive o Bagon, que ela estava disposta a usar na competição.

Após um bom tempo de viagem, o navio chega a beira de um grande conjunto de montanhas. Achando aquilo estranho, Delailan se debruça na beirada do barco procurando algum sinal da cidade, mas só havia rochas por onde quer que olhasse.

- Minha nossa! Será que eu peguei o navio errado? – exclama a menina assustada – Onde está Sootópolis?

- Calma menina – diz um homem ao lado dela – A cidade está a nossa frente, só não podemos vê-la. Essas rochas são na verdade muralhas que cercam Sootópolis completamente protegendo-a. só podemos chegar nela por baixo d’água.

- Por baixo?! – exclama a garota – Como assim?

De repente o apito forte e grave do navio ecoa dando o sinal de que a viagem havia acabado. Logo a águas do mar começaram a se movimentar e borbulhar, até que surgiram vários submarinos. As portas nos tetos dos veículos se abriram e homens uniformizados surgiram convidando os passageiros para embarcarem. Embalada pela multidão, Delailan seguiu os passageiros e adentrou num dos submarinos. Os tanques então mergulharam e adentraram na cidade por um grande buraco, indo parar na praia do outro lado das muralhas. Os passageiros desembarcaram e cada um seguiu seu caminho. Delailan ficou alguns segundos admirando aquele lugar fantástico. Realmente a cidade era totalmente cercada pela cadeia de montanhas.

Seguindo algumas pessoas, a menina atravessou a praia e chegou até a cidade realmente. A maioria das casas trazia um aspecto meio rústico. Todas se pareciam umas com as outras, de telhados quadrados e pintadas de branco. O que mais chamava a atenção mesmo era o Centro Pokémon e o Mercado devido as cores vermelho e azul respectivamente, e o estádio que fora montado para a realizaram da Copa Wallace. Os fogos de artifício já explodiram no céu e uma fila enorme se formavam na entrada do estádio. Mesmo sendo um torneio, a Copa Wallace sempre adquiria proporções maiores devido a fama do seu organizador e o caráter mundial da competição.

Delailan rapidamente se inscreveu e foi para a sala de espera. No lugar, ela ficou impressionada com a quantidade de pessoas, e principalmente pela variedade de pokémons ali. Como havia coordenadores do mundo inteiro, havia vários pokémons que não são encontrados em Hoenn.
Deu-se inicio então a Copa Wallace. No palco, o próprio Wallace surgiu para dar as boas vindas e anunciar que ele próprio seria o apresentador da competição. Para dar inicio aos trabalhos, ele convocou sua marca registrada, Milotic, para fazer uma apresentação. Usando combinações luminosas e com bastante água, ele deixa todos admirados e prova seu poder de Top Coordenador. Após a apresentação dele, começaram então a dos coordenadores. A cada performance, Delailan ficava cada vez mais admirada. A variedade de técnicas e combinações tão diferentes deixava a menina cada vez mais espantada e com um certo receio também. Mas o mais importante era ela ter confiança em si mesma e acreditar nos seus pokémons. E foi com essa determinação que ela foi ao palco disposta a arrasar.
- Essa é a sua chance – diz ela para sua pokébola – Sai e mostre seu poder Bagon!

***

Durante a viagem de navio, Delailan aproveitou o tempo para conversar com Bagon pela primeira vez. Ela liberou o dragãozinho para conversar sozinha com ele.
- Ei Bagon – diz ela sorrindo, mas um pouco séria – Eu já pedi desculpas por ter deixado lá no Day Care, mas você sabe que eu fiz isso porque quando você ficava furioso com o Rage, sua personalidade mudava totalmente. De carinhoso para violento e agressivo, e aquilo me assustou muito. Por isso eu quero te ajudar a controlar isso. Eu pensei muito e já seu como usar a sua raiva como fonte de poder. Está preparado?
Bagon aceita imediatamente, dando um grunhido de alegria e dando alguns pulos. Seu corpo então foi tomado por um aura arroxeada, ao mesmo que o dragãozinho assumia uma expressão furiosa, mas sorrindo ao mesmo tempo, dando a entender que estava consciente e controlava aquilo. Aquilo deixou Delailan espantada e imediatamente ela sacou sua pokédex para averiguar. Um sorriso interresado dá a entender que a menina já sabe como usar aquele novo poder.

***

- Comece com Ember! – ordena Delailan.

Bagon posicionou-se no centro do palco e começou a lançar uma torrente de fagulhas de fogo por todo o seu redor, criando um circulo de chamas.
- Agora use Dragonbreath!

O dragãozinho saltou de onde estava e do alto lançou um poderoso raio de fogo azulado diretamente sobre as chamas avermelhadas, fundindo as duas técnicas num circulo de fagulhas arroxeadas.

- Muito bem Bagon! Use Focus Energy e termine com Dragon Rage!

Bagon pousou novamente no centro do circulo e começou a urrar de determinação. Seu corpo começou a brilhar intensamente. Descargas de energia circulavam pelo seu corpo de forma intensa. A energia que ele estava concentrando estava tão intensa que parecia que iria explodir a qualquer momento. Por fim, uma aura azulada o encobriu completamente. O dragão avançou voando com tudo para o meio do fogo, mergulhando nele, atravessando todo o circulo, e depois continuou girando e subindo até formar uma chama gigantesca de fogo azul. No centro daquilo, Bagon controlava as chamas, criando formas como garras e cabeças de dragão rugindo. Com um rugido de verdade, ele encerrou a apresentação desmanchando tudo com uma chuva de brilho.

Após a fase de apresentações, veio o momento em que são escolhidos os classificados. Na sala de espera, todos aguardavam ansiosos pelo resultado. Não demorou muito e surgiu no telão os retratos dos oito classificados, entre eles Delailan. Aliviada pelo resultado, a garota pensava agora na batalha, e já sabia que pokémons usar. Na primeira etapa, ela venceu com a ajuda de Breloom, que não teve dificuldades com um Frillish. Na semifinal, ela teve que encara um astuto Ninetales, mas Chinchou deu conta do recado. Já na grande final, ela teve que enfrentar um poderoso Miltank e seu incasável Rollout esmagador. Marshtomp tentou pará-lo de todas as maneiras, com água, lama e outras combinações, mas sem sucesso. Até que nos instantes finais, no último golpe da vaquinha, os gritos de determinação de Delailan ressoaram no anfíbio e o fez adquirir um novo poder. Seu corpo brilhou intensamente e logo entrou em estágio de evolução. Seu corpo, sua força e seus poderes aumentaram, e com o novo golpe aprendido, Earthquake, não só revidou a combinação do oponente, como derrotou-o completamente. A vencedora da Copa Wallae era Delailan, e com isso, ela ganhou a quinta e última fita para o Grand Festival, a qual ela recebeu do próprio Wallace.

Após o fim das comemorações, a menina foi diretamente para o Centro Pokémon para recuperar seus parceiros e ligar para seus amigos para dar a boa noticia. Quando ela já estava de saída, algo no céu chama-lhe a atenção. Uma pequena aeronave Sootópolis e estava seguindo para uma área afastada da cidade. Como a única outra maneira de se entrar na cidade, além de se por baixo, seria por cima, Delailan achou aquilo interessante e ficou observando a aeronave por um tempo. No entanto, foi grande o susto que ela levou quando viu o símbolo C nas laterais do helicóptero. Não havia duvidas de que era a equipe Celeste. Preocupada com o que aqueles bandidos poderiam estar tramando, a menina seguiu a nave até o extremo leste, bem próximo da muralha. Escondida atrás de algumas árvores, ela viu a nave pousar e dela saírem Hughes, Sakuraku e Charlie. Os três olharam bem ao seu redor e seguiram em direção as pedras.

- O que eles querem aqui em Sootópolis? – indagava-se Delailan – O que pode ter aqui que interessa a eles?

O grupo se aproximou de um aglomerado de pedras e desapareceu para espanto de Delailan. Sem entender como aquilo aconteceu, a menina deixou seu esconderijo e foi até as pedras. Ao se aproximar, ela vê uma pequena fenda quase escondida. Era uma entrada para uma caverna. Disposta a impedir qualquer coisa que a Equipe Celeste fizesse, a menina entrou pela fenda. Ao entrar na caverna, ela não consegue ver nada de mais, apenas um longo corredor escuro, e sem nenhum sinal dos bandidos. Como só havia uma direção a seguir, a menina seguiu em frente cautelosamente. A medida que avançava, ela notava que o clima esquentava, como se estivesse adentrando em um forno. O local estava ficando até mais claro, mesmo sem nenhuma iluminação aparente.

Após atravessar todo o corredor, Delailan chega em uma grande câmara, um local amplo dentro da caverna. No centro havia um pequeno lago de lava, daí a razão de estar tão quente e iluminado. Assustada com aquilo, a menina tentou voltar, mas de repente uma vibração forte começou dentro da sua bolsa. Ela abriu a mochila e viu que era o orb vermelho que estava brilhando. Intrigada, Delailan pegou a esfera e percebeu que ela estava bastante quente. De repente, ela começou a emitir fortes rajadas de luz avermelhada, e juntamente a isso o lugar começou a tremer. Assustada, Delailan quis sair correndo, mas não conseguia se mexer. Parecia que as paredes e o teto iriam desabar a qualquer momento. No entanto, misteriosamente tudo parou, e o tremor e a luz do orb cessaram. A menina olhou ao seu redor, mas não viu nada de diferente. De repente, o lago de fogo começou a borbulhar furiosamente. Algo gigantesco emergiu da lava com ímpeto, espalhando as chamas por todo o lugar. Quando Delailan percebeu o que era quilo, ficou boquiaberta e de olhos esbugalhados. Quem estava abem ali diante dela era Groudon, o pokémon lendário. Com um urro avassalador, o ancestral da terra espreguiçou-se e abriu um buraco nas pedras, mergulhou nele e desapareceu. Sem entender o que aconteceu, Delailan correu até o buraco criado, mas não viu sinal de Groudon. Quem surge por uma outra caverna é Charlei e os administradores.

- Me diga Delailan – diz o homem sorrindo maleficamente – Qual é a sensação de ter despertado Groudon e ter dado inicio ao nosso plano de Dominação Hoenn?
- O que quer dizer com isso?! – exclama a garota.

- Foi o que eu disse – continua o líder – Precisamos do Groudon despertado e para isso era necessário ter o orb vermelho, e como ele estava com você, vocês fez a gentileza.

- Quer dizer que você me usou? – fala a menina horrorizada – Como pode fazer isso? O que vai acontecer agora?

- Agora é o início de uma nova era. Aguarde!

E dizendo, o grupo sumiu pela caverna por onde havia surgido. Delailan pensou em ir atrás deles, mas agora já não adiantava mais. O mais importante agora era contatar Steven e Winona o mais rápido possível. O despertar de Groudon significava o inicio de uma grande tormenta que estava por vir.

***

Depois do ocorrido em Sootópolis, Delailan pegou um navio para o continente, e seguiu para Fortree. Ao chegar lá, ela finalmente encontrou Steven e Winona. O Campeão havia se ferido seriamente na batalha em Mossdeep e estava se recuperando aos cuidados da líder de ginásio. A menina encontrou-o todo enfaixado na cama. Ao saberem do despertar de Groudon, os dois não puderam conter o espanto.

- É finalmente deram inicio ao plano deles – diz Steven – O que me intriga é o fato de não terem capturado o lendário, e sem deixá-lo ir embora. Mas nem tudo está perdido. Eles podem ter encontrado Groudon facilmente devido as lendas de Sootópolis terem sido verdadeiras. No entanto, ninguém sabe a localização de Kyogre, podendo estar em qualquer ponto do oceano. Com a ajuda dos outros lideres de ginásio, encontraremos Groudon e o colocaremos pra dormir antes que eles despertem Kyogre.

- Eu quero ajudar! – exclama Delailan – Estou me sentindo muito culpada, já que o orb vermelho estava comigo.

- Não se preocupe quanto a isso – diz Winona – Nós vamos resolver essa situação. No entanto, nós duas temos algo muito importante para nos preocupar agora. Logo iremos para Ever Grande para o Grand Festival.

Delailan arregala os olhos de espanto. Sim, o Grand Festival irá começar muito em breve, e ela precisava treinar muito se quiser ter alguma chance contra os seus rivais.


Preview:
SIM SIM SIM! O Grand Festival finalmente vai começar! E achando que isso nunca ia acontecer não é? No próximo capítulo veja todas as apresentações e mais algumas coisinhas! O cap pode atrasar, afinal, serão sete apresentações, mas que eu vou até o fim com essa fic eu vou!
-Murilo
-Murilo
Membro
Membro

Masculino Idade : 27
Alerta Alerta :
Hoenn Adventures - A Jornada de Delailan - Página 7 Left_bar_bleue0 / 100 / 10Hoenn Adventures - A Jornada de Delailan - Página 7 Right_bar_bleue

Frase pessoal : Pq ñ podemos fugir da realidade se ela é uma droga


Ir para o topo Ir para baixo

Hoenn Adventures - A Jornada de Delailan - Página 7 Empty Re: Hoenn Adventures - A Jornada de Delailan

Mensagem por Black~ Sab 24 Ago 2013 - 20:20

Bom, vamos lá.

Capítulo legalzinho esse. A Delailan venceu e tudo mais, imaginei. Mas esperei que você fosse mostrar a batalha dela, mas ai você focou no reavivamento do Groundon, e como você não gosta de capítulos gigantes, optou por não mostrar a batalha, mas não acredito que tenha sido ruim.

Achei que o Steven e a Winona iam surtar quando descobrissem que a Delailan tinha revivido Groundon (mesmo que ela não soubesse disso), mas percebi que seriam compreensivos, pois a culpa não era dela. Quer dizer, senão fosse tão intrometida nada disso teria acontecido -q.

Gostei da combinação do Bagon. Achei que ele ia usar o Rage mesmo, já ia dizer pra que serviu esse tempo todo dele no Day Care pra continuar com os mesmos golpes -qq. Mas enfim, como disse, a apresentação dele ficou bem legal.

Ainda estou aguardando a batalha épica contra a Equipe Galactic e.e. Aposto que será depois do Grande Festival, já que ele começa no próximo capítulo, ou talvez seja durante ele mesmo, nunca se sabe -q, mas enfim.

Erros eu vi um ou outro, mas nada de mais.

Enfim, é só e boa sorte com a fic.

________________
The Adventures of a Gym Leader - Capítulo 48
Dreams come true

Hoenn Adventures - A Jornada de Delailan - Página 7 Hcmv7Xt
Bar daora do clã dos Yu-Gi-Oh -q
Black~
Black~
Fanfic Mod
Fanfic Mod

Masculino Idade : 23
Alerta Alerta :
Hoenn Adventures - A Jornada de Delailan - Página 7 Left_bar_bleue0 / 100 / 10Hoenn Adventures - A Jornada de Delailan - Página 7 Right_bar_bleue

Frase pessoal : The winter has come


http://pokemonblackrpgforum.forumeiros.com./

Ir para o topo Ir para baixo

Hoenn Adventures - A Jornada de Delailan - Página 7 Empty Re: Hoenn Adventures - A Jornada de Delailan

Mensagem por -Murilo Dom 1 Set 2013 - 18:38

Oi pessoal! Cara, não sabem como estou feliz agora. Todo mundo que escreve uma fic de jornada pensa no glorioso dia que chega a liga, ou no caso, o Grand Festival. Sinceramente, nem imaginava que eu teria forças pra chegar até aqui, por que sofro de uma preguiça crônica, e uma fic longa assim, achei que desistiria (e realmente já pensei em desistir algumas vezes). Mas cá estou com o último concurso da nossa fic., e com todos os personagens. Esse cap está grande afinal, são sete apresentações. Se tiverem alguma dúvida sobre como são alguns determinados golpes, é só pesquisar na bulbapedia, que lá tem imagens de como ele é no anime (geralmente eu me baseio nisso). Tem uma enquete já pra votar na sua apresentação preferida. Como são muitas, leia uma cada dia, acho que será cansativo ler todas de uma vez hoje, e olha que elas nem estão tão grandes assim, mas todas juntas que deixou o cap meio grande. Mas chega de conversa, se não esse texto que já vão lhe cansar. Boa leitura, e aproveitem o Grand Festival!



Capítulo 25
Ever Grande IComeça o Grand Festival


Hoenn Adventures - A Jornada de Delailan - Página 7 Hoenn_Ever_Grande_City_Map
Sim, nós chegamos aqui. Quem diria ein, to até emocionado

Após os acontecimentos da cidade de Sootópolis, Delailan teve uma semana para treinar antes de começar o Grand Festival. Durante esses dias ela passou na cidade de Fortree para ajudar a cuidar de Steven. Nesses sete dias que se passaram ela não pensou em outra coisa se não nos seus rivais, se seria capaz de vencê-los. Durante toda a sua jornada e seus encontros com eles, todos demonstraram ser bastante fortes, por isso ela não poderia ficar para trás. Ela e seus sete pokémons treinaram diariamente e arduamente durante o período e após a semana, ela e Winona tomaram um navio rumo a ilha de Ever Grande, local sede da competição.
A ilha de Ever Grande não possuía casas ou população, já que só havia os Centros Pokémon e o enorme Prédio da Liga Pokémon.o estádio do torneio fora construído antes da desafiadora caverna da Rota da Vitória, bem próximo ao porto, então todos que chegavam iam direto para lá. Como aquela era uma grande competição, o maior torneio que acontecia no continente, havia milhares de pessoas de toda Hoenn para assistir. Delailan e Winona chegaram junto a uma multidão que veio ver as apresentações. As duas foram diretamente ao estádio para se inscreverem, e ao chegarem ao balcão de inscrições foi com alegria que encontraram Azura e Wiliandery.
- Como assim eu tenho que dar meu nome completo?! – implicava Azura com a mulher do balcão – Nunca precisei dar meu sobrenome nos torneios, por que tenho que falar agora?!

- Por favor, entenda – dizia a mulher aflita – É realmente necessário preencher todos os dados!

- Por que todo esse escândalo Azura – fala Delalan se aproximando – Tem vergonha do seu sobrenome há há!

- Delailan! Que bom te ver! – exclama Willy – Eu fiquei tão triste com o que aconteceu em Pacifidlog, mas quando vi a Copa Wallace eu vibrei com sua vitória.

- O Grand Festival não seria o mesmo sem você – diz Azura – Bem, já que não tem outro jeito, vou escrever meu sobrenome pra desempatar a passagem.

Depois da menina desatolar o balcão, Delailan e Winona puseram se inscrever normalmente. Logo em seguida os quatros seguiram para a sala de espera. Ao chegar lá, Delailan ficou impressionada com o tamanho da sala e a enorme quantidade de coordenadores. Os melhores do continente estavam ali, e eram muitos. Só de pensar em ter que enfrentá-los, a menina já estremecia. Olhando um pouco ao seu redor, Delailan já conseguiu identificar Thanury e Ishan em lugares afastados. Ela pensou em ir falar com eles, mas preferiu evitar as patadas. Logo o torneio iria começar e ela precisava se concentrar.

- Senhora e senhoras! – exclama Vivian surgindo no enorme palco arredondado – É com grande alegria que anuncio o inicio do Grand Festival! O maior torneio do continente! Os melhores coordenadores estão aqui! Vamos ver o nascimento de um novo Top-Coordenador! Para nos auxiliar, temos nosso corpo de jurados. Palmas para eles, Senhor Contesta, diretor do torneio pokémon, Senhor Sukiso, presidente do Fã-Clube Pokémon, as duas enfermeiras Joys dos Centros de Ever Grande, e um convidado especial, Wallace de Sootopolis! Logo as apresentações irão começar. Boa sorte a todos!

O maior estádio de torneio já montado em Hoenn também não poderia deixar de ter a maior plateia. Milhares de pessoas lotavam as arquibancadas gritando, aplaudindo e assoviando. Era possível até perceber algumas torcidas organizadas, e claro, a maior delas era a de Winona.

Na sala de espera, todos aguardavam ansiosos o inicio da fase de apresentações. Muitos conversavam para espantar o nervosismo, enquanto outros treinavam os últimos retoques com seus pokémons. Delailan, Winona, Azura, Wiliandery e Yamada que deu as caras depois, conversavam e relembravam os momentos marcantes de suas jornadas. De repente, um homem surge na sala chamando o primeiro numero para a apresentação. Cada coordenador havia recebido um  numero aleatório na inscrição, e aquele passara a ser sua identificação.

As apresentações começam, e uma das primeiras foi a de Yamada. A ruiva foi ao palco com todo o ímpeto de sempre. A sua performance teve que ser numa grande piscina, já que um dos seus pokémon era um tipo aquático. Os seus escolhidos foram o evoluído Venomoth e um Lumineon. Enquanto o peixe mergulhava na água, a mariposa sobrevoava a piscina. À ordem de Yamada, Lumineon começou com Safeguard. Seu corpo inteiro começou a brilhar intensamente, criando uma capa protetora. Em seguida, Venomoth usou Poison Powder, lançando uma névoa arroxeada através das suas asas. O peixe então saltou para fora d’água e usou Aqua Ring, em que ele girava em torno de si mesmo no ar e anéis de água brilhantes circulavam seu corpo. A nevoa entrava em contato com a água e era absorvida imediatamente, proporcionando um belo efeito multicolorido para os anéis. Lumineon então pulou novamente na água para usar Whrilpool. Ele nadava em circulo em alta velocidade, criando um violento redemoinho. Venomoth então usou Psychic e com o grande poder da sua mente conseguiu retirar toda a água da piscina, fazendo-a flutuar sobre ele, ao mesmo tempo em que o peixe continuava a nadar e a fazer o redemoinho. A mariposa lançou toda a água para cima e usou Bug Buzz, fortes ondas sonoras criadas pelo ranger das suas asas. As ondas atingiriam a água, espalhando-a totalmente, fazendo cair na forma de chuva. Yamada e seus pokémons foram bastante aplaudidos pelo publico.

- Aqui realmente é outro nível – fala Delailan – Todos os pokémons treinados no nível máximo. Espero que eu também tenha chance.

- Todos aqui tem chances – diz Azura sorrindo – Todos nós treinamos bastante, e temos potencial para vencer. Agora me dê licença que é a minha vez.

Azura abriu sua bolsa e retirou a máscara de plumas de carnaval e pôs no rosto. Ela seguiu pelo corredor em direção ao palco, mas antes que conseguisse sair, um homem lhe impediu a passagem.

- Desculpe, mas não poderá ir ao palco com a máscara – diz o homem, sendo ele da parte organizadora do evento.

- Mas eu sempre me apresentei de máscara! – fala a menina aflita – Ela é a minha marca registrada. Não posso me apresentar sem ela!

- Sinto muito, mas são as regras – diz o homem inflexível – Não pode ir ao palco com nada que atrapalhe a sua identificação. Deixe a máscara ou será desclassificada.
Azura ficou desesperada ao ouvir aquilo. Ela tinha seus motivos para não mostrar o rosto em público, mas ser desclassificada do Grand Festival era a pior coisa que poderia acontecer. Chateadíssima, ela retira a máscara e a entrega para o homem, que só aí liberou a passagem para a garota. Ela então finalmente se mostrou ao público. Muitas pessoas que já a haviam visto em torneios anteriores se espantaram ao vê-la sem sua marca registrada. Resignada, Azura suspira e lança seus pokémons.

Surgem no palco Swablu e Swellow, as aves azuis de Azura. O menor começou expelindo uma densa nuvem de fumaça branca, o Mist. A névoa cobriu os pokémons totalmente e uma parte do palco. O silencio perdurou por um tempo, deixando todos ansiosos, até que de repente uma suave e tranquila melodia começou a ecoar pelo estádio. O público ficou encantado com a música do Perish Song de Swablu. Pequenos focos de luz esverdeadas começaram a brotar do centro da fumaça, e a rodopiar ao redor dela, criando um belo efeito graças ao Hidden Power de Swellow. De repente, ele e muitas cópias suas criadas por Double Team emergiram da nuvem e passaram a voar em alta velocidade ao redor dela. Todos eles usavam Aerial Ace para fatiar a fumaça. Cada golpe desmanchava-a um pouco e revelada Swablu no centro. Quando toda a névoa foi dissipada, o pequenino já estava preparando outra técnica. Sobre sua cabeça criava uma poderosa esfera de energia arroxeada vindo do interior do seu corpo, o Dragon Pulse. Ele a lançou para o alto e logo em seguida usou Echoed Voice, fortes ondas sonoras que espatifaram a esfera em vários fragmentos. Para encerrar, os Swellows usaram  Air Slash, e lançaram as esferas de ar  contra os fragmentos, fazendo-os explodir e cair como uma chuva de brilho sobre os dois pokémons.

- Hê, ela me surpreendeu – fala Wiliandery – Não imaginava que o Swablu saberia técnicas tão poderosas sem evoluir.

- Hunf! Não me esqueço quando ela me derrotou em Petalbrug – fala Yamada com desdém – Por isso ela é a minha raibaru. Mal posso esperar para derrotá-la!

As apresentações vão acontecendo até que chega a vez de Thanury. Delailan conta a seus amigos o que aconteceu no torneio de Mossdeep, e não esconde a apreensão por vê-lo no campo.

Thanury lança ao palco um Flygon e um Heatran. Todos ficam bastante espantados ao verem mais um lendário aos comandos da garota. Para começar, Flygon usou Sandstorm, uma forte tempestade de areia que tomou conta de todo o palco. No meio disso, não sentia nada, já que seu tipo metálico o deixava imune ao ataque. Ele já foi usando logo sua marca registrada, o Magma Storm. Um gigantesco redemoinho de fogo e lava surgiu bem no centro da tempestade de areia, e as duas técnicas se fundiram, tornando um grande furacão de fogo e areia. As pessoas olhavam impressionadas para aquela grandiosa combinação, que seria capaz até de destruir o ginásio inteiro. E ela tomou proporções ainda maiores quando Flygon usou Sand Tomb. Um maremoto de areia surgiu sob furacão. Ondas de areia giravam ao redor da combinação, deixando-a ainda mais avassaladora. Heatran então usou Scary Face, e um rosto enorme surgiu na tempestade. Seu contorno era de terra e os olhos e boca de fogo. Era uma visão assustadora, pois o rosto se mexia e parecia gritar furioso. Pequenos pedaços de pedra ainda giravam ao seu redor devido ao Stone Edge de Flygon. Por fim, toda aquela monstruosa combinação foi dilacerada e fatiada pelas investidas brilhantemente metálicas do Iron Head de Heatran. Thanury e seus pokémon foram ovacionados pelo público, que provavelmente não veria uma apresentação mais impressionante.

- Tem razão, ela é mesmo incrível – fala Wiliandery – Estou até com um certo medo de enfrentá-la.

- Acho que isso ainda não foi nada – diz Azura – Olha quem é o próximo.

O homem havia chamado o próximo número e quem se manifestou foi Ishan. Ele atravessou quase toda a sala, chegando a passar bem perto de Delailan e seu grupo, mas claro, sem nem olhá-los, e seguiu rumo ao palco.

- Hunf! Esse aí é sempre tão arrogante – diz Yamada com pouco caso – Nem deve ser essas coisas.

Delailan observou o garoto até ele sair da sala. Desde o primeiro e último confronto em Rustboro não tivera mais nenhuma chance de batalhar contra ele. Por mais que estivesse insegura, queria sim uma revanche, mesmo numa situação decisiva como o Grand Festival.

Ishan surgiu no palco e foi logo mostrando serviço enviando Meganium e Ampharos e ordenando um Frenzy Plant e Power Gem. Grossas raízes brotar do chão e ergueram-se rumo ao céu, formando várias colunas que cercaram os pokémons como um cilindro, mas com várias frestas. Por elas foi possível ver Ampharos usar sua técnica de uma forma bem diferente. Ao invés de lançar o raio da esfera em sua testa, ele acumulou toda essa energia sem disparar, criando uma bola de pura energia altamente sensível e a lançou para o alto. Meganium então usou Magical Leaf, lançando diversas folhinhas coloridas. Devido as raízes estarem bem próximas umas das outras, as folhas não se espalharam, mas subiram, indo de encontro à bola de energia, que com o primeiro contato com uma folha, explodiu-se lançando cacos de luz como meteoritos sobre o palco, e ainda explodiram ao tocar no solo, inclusive destruindo as raízes. As pessoas ficaram até preocupadas, pois os pokémons de Ishan poderiam até se machucado com aquela combinação. No entanto, assim que a poeira abaixou, eles viram os pokémons saírem de um grande montante de algodão que os protegeram. Aquilo foi o Cotton Spore de Ampharos. Mas a apresentação ainda não havia acabado. Ampharos mergulhou novamente no algodão, que mesmo com o peso, flutuou até alcançar certa altura. Em seguida, de dentro dele, o elétrico usou Discharge, disparando descargas elétricas em todas as direções. Ao mesmo tempo, lá embaixo Meganium usou Light Screen, criando uma enorme esfera de,luz bem maior que o normal, e lá de dentro suou Leaf Storm, uma poderosa ventania carregada de folhas afiadas. Devido a tela de luz, a tempestade ficou toda lá dentro, criando um efeito bem diferente. Meganium então saltou com sua combinação, ao mesmo tempo que Ampharos se jogou com a sua. Os dois pokémons se chocaram e suas técnicas causaram tamanha explosão que fez todo o estádio tremer. Ampharos e Meganium pousaram no palco recebendo uma chuva de brilho e de aplausos.

- É, ele também não fica atrás – fala Wiliandery – Nem sei o que faria se tivesse que batalhar contra ele.

- Hum, eles podem impressionar com essas técnicas grandiosas – fala Azura – Mas esquecem que o ponto principal da apresentações é mostrar os próprios pokémons.

Delailan sente um pouco de animo com isso. Embora seus pokémons não soubessem técnicas tão poderosas, sabia como utilizá-las para enaltecer os próprios pokémons e não as técnicas. Confiada nisso, ela aguardou a sua vez, que logo chegou.

Delailan vai ao palco tentando não se deixar angustiar com a pressão de ser o Grand Festival, apesar de que os cinco pares de olhos dos juízes e os milhares da plateia não a deixassem esquecer isso. Ela respira fundo e envia sua dupla ao palco: Swampert e Numel.

- Uma combinação de fogo e água? – estranha Yamada – Isso é possível?

- Talvez ela queria fazer uma combinação de terra – fala Willy – Se bem que pra Delailan tudo é possível.

Delailan já começou ordenando seus pokémons destruírem o campo. Swampert levantou seus punhos e bateu-os no chão, fazendo todo o ginásio tremer com Earthquake. Rachaduras enormes surgiram espalhando-se como raízes. A sua vez, Numel deu um longo bocejo a ponto de sair uma bolha antes de agir. Ele então abre seus olhos completamente, fazendo-os brilhar intensamente. Ele bate suas patas dianteiras no chão usando o Earth Power, intensificando as rachaduras arrancando grandes blocos de pedra, que ficaram flutuando em círculos. A menina ordenou a usarem Hammer Arm e Flamethrower. O anfíbio ergueu seu braço, fazendo-o brilhar intensamente. Ele avançou entra as pedras, desferindo poderosos golpes que estilhaçaram os blocos em migalhas. E para completar, Numel lançou poderosas rajadas de fogo que explodiram as migalhas de pedra em várias fagulhas. Mas a apresentação ainda não havia acabado. No ato final, Swampert ergueu os braços para o alto e fez aparecer um redemoinho de água barrenta que ergueu-se como uma coluna. O anfíbio saltou sobre a água e a fez girar ainda mais intensamente. Era o poder do seu Muddy Water. Ao lado, Numel usou Lava Plume, batendo as patas no chão para que a lava jorrasse do chão. Colunas de fogo rodopiavam ao redor da coluna de água, criando um efeito jamais visto. Enquanto Swampert ficava sobre a água enlameada, Numel saltava de uma lava para a outra, deixando-as ainda mais turbulentas. Por fim, tudo aquilo se fundiu, causando uma grande explosão de vapor e criando uma chuva de fogo e água.

- Subarashii! Maravilhoso mesmo! Isso sim foi impressionante – fala Yamada surpresa.

- Eu sabia que ela não iria usar esses pokémons assim tão aleatoriamente – comenta Winona – Com certeza ela é uma forte concorrente.

Um pouco mais afastado, mas não tanto quanto antes, Ishan observava pelo telão. Embora não admitisse para si mesmo que a apresentação lhe impressionara, não podia deixar de sentir uma inquietação por Delailan. De repente, uma gritaria intensa começou entre a plateia. Uma parte concentrada do público começou a se levantar e a erguer cartazes, gritar e assoviar enlouquecidamente. Tudo isso porque havia chegado a vez de Winona, e seus fãs não poderia de dar o apoio do jeito maluco com que sempre fazem. A líder acenava para as pessoas, causando ainda mais histeria, crises de choro e ataques cardíacos. Podia-se considerá-la já vencedora pelo apoio popular.

Winona então se contra para sua apresentação. Ela saca suas pokébolas e libera o Pelipper e um Honchkrow, ma antes de começar a dar os comandos, ela coloca seus óculos de aviados sobre os olhos para protegê-los. Algo realmente grande ela estava planejando. Para começar, a líder ordenou que a ave aquática usasse Tailwind, enquanto a ave sombria usasse Ice Wind. O corvo começou sua técnica primeira, batendo suas asas fortemente, lançando rajadas de vento carregado de cristais de gelo. O pelicano mergulhou nessa ventania, e começou a girar para incrementar a técnica e poder controlá-la. Todo o vento ficou contido num redemoinho controlado pelo Pelipper. Em seguida, Honchkrow também mergulhou na ventania e usou Night Slash, mas de uma maneira completamente inusitada. Do centro do redemoinho surgiram duas enormes asas negras carregadas de energia escura. E para completar, Pelipper usou Ice Beam e criou uma cabeça de ave com bico e tudo toda de gelo. As combinações de suas técnicas criaram um pássaro gigante bizarro, com corpo de vento, asas de sombra e cabeça de gelo. E tudo se mexia de forma coordenada. O espanto da plateia era tão grande que até os fãs fanáticos estavam calados. Para encerrar, Pelipper usou Hurricane e Honchkrow Heatwave. O centro de vento do pássaro gigante começou crescer e a girar ainda mais rapidamente, e de repente todo ficou coberto por chamas, transformando-se numa gigante ave de fogo. Logo se consumiu e os pokémons pousaram sãos e salvos no palco.

- Winona é mesmo incrível! – exclama Delailan – Essa apresentação foi a cara dela.

- E vai continuar achando incrível quando tiver que batalhar contra ela? – pergunta Yamada com uma certa ironia.

- Na verdade seria ótimo se eu puder batalhar contra ela – fala Delailan animada – Só assim terei minha revanche!

Mais algumas apresentações acontecem, e logo apareceram os primeiros sinais do fim do dia. O sol já estava bem ao extremo oeste e logo escureceria. O primeiro dia do Grand Festival já estava chegando ao fim, e as últimas apresentações estavam ocorrendo. Entre elas chega a vez de Wiliandery. O garoto vai ao palco e lança suas pokébolas liberando os evoluídos Delcatty e Vespiquen. Para começar, Willy ordenou a rainha usasse Sweet Scent e o felino Covet. Vespiquen voou até o centro do palco e levantou os braços. De repente uma névoa rosada surgiu do nada, preenchendo todo o palco. Toda a plateia sentiu o aroma doce que ela emanava. Delcatty por sua vez lançou vários corações vermelhos que rodopiavam pela névoa e impregnavam-se por uma camada rosada. Vespiquen voava e dançava pela névoa, enquanto Delcatty pulava entre o coração e outro para acompanhar o ritmo. O garoto então ordenou que o felino usasse Sing. Ela foi saltando sobre os corações até alcançar o topo da névoa, ficando sobre ela. Lá de cima, ele começou a miar uma canção tranquila e doce. Ela lançava símbolos musicais coloridos que também se misturavam a nevoa e aos corações. O que começou a chamar a atenção era que a abelha rainha, até então no centro na névoa, caiu de joelhos no chão. Percebeu-se então que, apesar de ser esperado mas ninguém imaginava, ela estava dormindo devido ao efeito do Sing, e as pessoas não deixaram de se preocupar, afinal como iria continuar a apresentação com o pokémon dormindo. No entanto, Willy mostrou que tudo aquilo fora premeditado quando ordenou que Vespiquen usasse Sleep Talk. Mesmo dormindo o pokémon ainda conseguiu usar uma das suas técnicas, e no caso foi o Air Slash. Ele levantou os braços, esticando-os bem para o alto, e uma pequena esfera de ar começou a surgir. No entanto, ao invés de ser lançada, a esfera começou a girar em torno de si mesma e a sugar tudo ao seu redor. A névoa, os corações, e os símbolos musicais, tudo foi absorvido pela esfera de ar que cresceu exponencialmente. Delcatty então pousou no palco e usou Iron Tail, dando uma rabada na bola, jogando-a para o alto. Em seguida usou Faint Attack, saltando com a garra estendida coberta por uma aura escura. Ele atingiu a esfera, fazendo-a explodir. Os pokémons receberam uma chuva de brilho e vários fragmentos coloridos, encerrando a apresentação.

A fase de apresentações chegou ao fim na cidade de Ever Grande. Todos os coordenadores aguardavam ansiosos o resultado para saber quem havia sido classificado. O sol já havia desaparecido e as estrelas dominavam o céu quando os resultados foram lançando no telão. Os retratos dos 32 coordenadores surgiram, e entre eles estavam os de Delailan e seus conhecidos rivais. Imediatamente foram definidas as batalhas para o dia seguinte, mas por enquanto nenhum dos rivais se enfrentaria. Delailan e seus amigos estavam ansiosos para o dia seguinte. O Grand Festival estava apenas começando.


Preview:
ATENÇÃO! Nesse link tem o diagrama das batalhas das oitavas de final que acontecerão no próximo capítulo. Veja por conta e risco. https://i.imgur.com/cjkXKwz.png
-Murilo
-Murilo
Membro
Membro

Masculino Idade : 27
Alerta Alerta :
Hoenn Adventures - A Jornada de Delailan - Página 7 Left_bar_bleue0 / 100 / 10Hoenn Adventures - A Jornada de Delailan - Página 7 Right_bar_bleue

Frase pessoal : Pq ñ podemos fugir da realidade se ela é uma droga


Ir para o topo Ir para baixo

Hoenn Adventures - A Jornada de Delailan - Página 7 Empty Re: Hoenn Adventures - A Jornada de Delailan

Mensagem por Black~ Seg 2 Set 2013 - 20:29

Bom, vamos lá.

Capítulo bem legal esse, gostei bastante tendo todas essas apresentações e tals. Eu consigo ler rápido, nem achei cansativo rs. Mas enfim, eu gostei de todas as apresentações, foram bem criativas e interessantes. Também pudera, afinal estão no Grande Festival -q.

Apesar de o capítulo ser grande, eu não tenho muito o que falar, pois foram só apresentações e tals, e eu não sou bom pra comentar sobre isso -qq.

Eu vi o spoiler, mas não me surpreendi, imaginei que isso fosse mesmo acontecer, afinal já era esperado, por serem todos conhecidos e tals. Só gostaria de saber quem vence quem nesses confrontos. Quando uma fanfic chega no Grande Festival ou na Liga (raríssimo), o autor sempre fica com um nó na cabeça -qq.

Erros eu vi alguns, mas não vou citar nenhum.

Como disse, sem muito pra falar. É só e boa sorte com a fic.

________________
The Adventures of a Gym Leader - Capítulo 48
Dreams come true

Hoenn Adventures - A Jornada de Delailan - Página 7 Hcmv7Xt
Bar daora do clã dos Yu-Gi-Oh -q
Black~
Black~
Fanfic Mod
Fanfic Mod

Masculino Idade : 23
Alerta Alerta :
Hoenn Adventures - A Jornada de Delailan - Página 7 Left_bar_bleue0 / 100 / 10Hoenn Adventures - A Jornada de Delailan - Página 7 Right_bar_bleue

Frase pessoal : The winter has come


http://pokemonblackrpgforum.forumeiros.com./

Ir para o topo Ir para baixo

Hoenn Adventures - A Jornada de Delailan - Página 7 Empty Re: Hoenn Adventures - A Jornada de Delailan

Mensagem por DarkZoroark Qui 5 Set 2013 - 23:19

Murilo o/
Malz não ter comentado o último capítulo. Como já expliquei pelo Skype o motivo por ter tido tal ausência, não vejo muita objetividade em repeti-lo aqui. Bom, sem me demorar muito tempo nesta parte, vamos ao review:
Finalmente começou então a "atração" principal da Fanfic; o Grand Festival. E cara, quantas emoções e suspenses neste capítulo. A começar pelo mistério que ronda a Azura desde o começo da história. Eu tenho lá minha teoria de que ou ela é procurada pela polícia - como o Silver no mangá - ou é de uma família rica que não quer que ela torne-se uma coordenadora. Seja como for, estou ansioso para saber o que acontecerá daqui para frente com ela.
As apresentações foram muito bem feitas, devo dizer. Vou falar um pouco de cada uma individualmente - bem sei que isso vai demorar um pouco bom tempo, mas acho mais fácil de avaliá-las assim:
1. Yamada - Achei interessante em dois pontos, principalmente. O primeiro por terem sido usados Lumineon e Venomoth, duas espécies de Pokémons pouco vistas em Fanfics. Segundo pela apresentação ter se passado em uma piscina, algo ainda mais raro de ser visto - até mesmo batalhas de ginásio em uma são difíceis de se encontrar. A combinação de movimentos também ficou muito boa, com o uso de Whirlpool e Bug Buzz para criar chuva.
2. Azura - Legal uma apresentação de Pokémons voadores para contrastar com a aquática que precedeu. Swellow e Swablu são Pokémons bem legais, mas poucos vistos em Fanfics. A apresentação foi muito legal também, com movimentos pouco utilizados em histórias.
3. Thanury - WTF?! A guria tem um Heatran também? Takuto versão coordenadora XD? Anyway, legal ver isto, principalmente em um rival - é difícil encontrar alguém fora líder de equipe vilã no comando de algum lendário. A apresentação dele e do Flygon foi a minha favorita no capítulo por ter criado um efeito bem legal depois de um tempo. Inclusive acho que cheguei a ver algo parecido em algum jogo de Pokémon Ranger, mas não lembro ao certo agora.
4. Ishan - Outra apresentação extremamente legal. Ampharos e Meganium são dois Pokémons com um estilo mais "defensivo", então foi legal vê-los usando uma gama de movimentos que variavam de poderosos a auxiliantes. Uma das melhores que apareceram, em minha modesta opinião.
5. Delailan - Só agora me liguei que o Marshtomp tinha evoluído ou isto aconteceu do último capítulo para este? A princípio achei que fosse ser algo parecido com o que o Tucker, da Batalha da Fronteira, fez quando enfrentou o Ash, mas parece que viajei legal. Earthquake e Earth Power parecem estar se tornando uma marca registrada dela, visto que já foi usada esta combinação anteriormente. Apresentação muito boa, realmente deu gosto de ver/ler.
6. Winona - Finalmente apareceu o big boss dos Pokémons voadores... e na equipe da Winona. Sério, curti d+ ver o Honchkrow surgindo em meio ao grande festival e trabalhando tão bem. Não tem muito mais o que falar até porque já to ficando sem imaginação.
7. Williandery - Outra apresentação bem dinâmica. Gostei muito do estilo desta, em que muitos dos movimentos foram aqueles que poucas vezes surgem durante o desenrolar de uma Fanfic. Além do que, Delcatty e Vespiqueen são Pokémons que eu aprecio bastante.
Erros eu encontrei apenas um:

@-Murilo escreveu:Yamada e seus pokémons foram bastante aplaudidos pelo publico.
Faltou um acento em "público".
De resto já sabes a minha opinião. Vou ficar esperando pelos próximos capítulos e as batalhas das oitavas-de-final, sobretudo da última delas. Fico no aguardo do seu próximo capítulo, friend.ninja 

________________
Dark Zoroark
Hoenn Adventures - A Jornada de Delailan - Página 7 Tumblr_ohascvRi2P1qemk2io3_500
DarkZoroark
DarkZoroark
Membro
Membro

Masculino Idade : 25
Alerta Alerta :
Hoenn Adventures - A Jornada de Delailan - Página 7 Left_bar_bleue0 / 100 / 10Hoenn Adventures - A Jornada de Delailan - Página 7 Right_bar_bleue

Frase pessoal : Let's Play!


Ir para o topo Ir para baixo

Hoenn Adventures - A Jornada de Delailan - Página 7 Empty Re: Hoenn Adventures - A Jornada de Delailan

Mensagem por xKai Sex 6 Set 2013 - 21:29

Uff... Finalmente consegui chegar até o último capítulo postado... Estou lendo a fic já tem um tempo, me recusei a ler os resumos porque sempre acabo perdendo alguma coisa, então preferi ler capítulo por capítulo até chegar no atual...

Como posso dizer... Achei sua fic muito interessante, Hoenn é o meu segundo continente favorito, gosto de muitos dos pokémons de lá. Outra coisa que eu gostei muito é que a fic conta a história de uma coordenadora, não é incomum, mas poucos conseguem ter sucesso já que na minha opinião é necessário ser muito criativo para bolar ótimas apresentações para contests. Na minha fic haverão alguns contests e eu vou quebrar muito a minha cabeça para bolar algo que seja descente...

Voltando ao que interessa... Gostei muito do jeito que você narra, parece que não deixa escapar nenhum detalhe. Até agora as batalhas foram fantásticas. No próximo capítulo tentarei fazer um comentário um pouco mais descente falando sobre o capítulo já que aqui eu tiver que falar um pouco do geral. Até o próximo capítulo.

________________
Hoenn Adventures - A Jornada de Delailan - Página 7 AdmHq6x



Leia!

Fanfic: Naruto: Another Story

Fanfic: Bleach - Bound of Souls

Fanfic: Digimon - 7 Deadly Sins

Fanfic: Hunter x Hunter: The Last Hope


Conquistas:

Hoenn Adventures - A Jornada de Delailan - Página 7 Besb3nHoenn Adventures - A Jornada de Delailan - Página 7 FightingBadge_zpse7cb8d42
xKai
xKai
Fanfic Mod
Fanfic Mod

Masculino Idade : 24
Alerta Alerta :
Hoenn Adventures - A Jornada de Delailan - Página 7 Left_bar_bleue0 / 100 / 10Hoenn Adventures - A Jornada de Delailan - Página 7 Right_bar_bleue


Ir para o topo Ir para baixo

Hoenn Adventures - A Jornada de Delailan - Página 7 Empty Re: Hoenn Adventures - A Jornada de Delailan

Mensagem por -Murilo Dom 8 Set 2013 - 19:29

Boa noite pessoal! Essa ansiedade do Grand Festival não passar. Mesmo com o trabalhão que tá sendo pensar em tantas combinações, pokémons e outras coisas, minha cabeça parece que vai explodir. Mas sim, isso tá me deixando muito feliz. Bom, como no cap anterior só teve apresentações, deve ter sido chato de ler. Então resolvi avançar logo com a história e já coloquei várias coisas interessantes nesse. Como eu tive que escrever três batalhas, o cap ficou meio grandinho. E olha que eu fiz as batalhas bem simples só pra dar destaque maior a da Delailan. Aliás, a dela foi a mais bizarra que eu fiz. Sinceramente se não fosse o desfecho que eu fiz nem sei como ela venceria. Ela tem muita sorte! Bom, agradeço imensamente ao Black e ao DZ que sempre passam aqui, e estou muito feliz que ter um comentário novo a essa altura do campeonato, valeu mesmo xKai. Se você quiser ajuda com os contests da sua fic é só falar. Acho que já tenho um pouco de experiência rsrs. Tem uma musiquinha só na batalha da Delailan mesmo, ponham lá pra carregar. Boa leitura e até!


Capítulo 26
Ever Grande IIBatalhas entre os rivais


Hoenn Adventures - A Jornada de Delailan - Página 7 Hoenn_Ever_Grande_City_Map
Continuamos por aqui, agora nas batalhas

Em um lugar nem tão distante de Ever Grande, um submarino da Equipe Celeste atravessava o fundo do mar. La dentro, o líder Charlie observava pelo vidro transparente as belezas do oceano. Próximo a ele em uma bancada estava o orb azul protegido por uma cúpula de cristal. Sakuraku então surgiu com uma expressão não muito contente.

- Senhor, Lyzander se comunicou conosco – diz ela – Está querendo falar com o senhor.

Charlie não deixa de demonstrar surpresa com a notícia. Sakuraku o leva até outra sala onde havia um monitor. Na tela, um homem com o uniforme da Equipe Celeste e óculos escuros parecia um pouco impaciente.

- Administrador Lyzander – fala Charlie – Finalmente deu um sinal de vida. A meses que lhe mandei e uma missão como comandante do Projeto J e sequer me mandou um relatório.

- Foi mal aí chefe – diz o homem descontraído – A missão não era fácil. Encontrar Jirachi sem nenhuma informação foi tenso. Mas o mais importante é que já consegui informações suficientes para começar o plano, e melhor, a tempo para o solstício da primavera.

- Isso agora vai ter que esperar – fala o líder – O objetivo-mor da nossa organização está prestes a ser alcançado. Agora estamos indo a Caverna Seafloor despertar Kyogre. Aguarde os comandos.

- Ok chefe – diz Lyzander – Enquanto isso, irei resolver alguns assuntos inacabados com uma certa fugitiva.

***

O segundo dia do Grand Festival em Ever Grande começou logo cedo. As arquibancadas já estavam lotadas de pessoas para ver as batalhas da 1ª etapa. Os jurados já estavam posicionados em suas bancadas e a apresentadora Vivian estava no centro do palco pronta para dar inicio a competição. Na sala de espeta os trinta e dois coordenadores classificados aguardavam ansiosos a sua vez de batalhar.

- Muito bem senhoras e senhores! – exclama Vivian – Vamos começar a segunda fase do nosso super concurso, as batalhas de torneio. E vamos chamar a primeira dupla do dia. Quem venham ao palco Stephan Hamilto e Delailan Langley!

Azura já estava ciente que Delailan seria a primeira a batalhar na competição. Mas ao ouvir o sobrenome da amiga, e pela primeira, ela sentiu um arrepio percorrer seu corpo de uma forma tão intensa, que ela até sentiu tontura. O que ela pensava era aquele sobrenome não lhe era nem um pouco estranho, mas porque Delailan também o possuía?

- Não pode ser – murmura ela em estado de choque – Só pode ser coincidência. Não pode ser!

Ela então se lembra da conversa que teve com Ishan no meio do torneio da cidade de Lilycove. Ela olha só seu redor e vê que Delailan já havia saído. Ela então procura por Ishan e o vê em um banco afastado. Azura corre até ele já um pouco descontrolada, que até assustou o menino.

- Por favor, me diga! – exclama ela assustadoramente séria – O que você ia me contar sobre Delailan aquele dia? Eu sei que você sabe que eu era da Equipe Celeste, mas o que ela tem a ver com isso?

Ishan não deixa de ficar espantado com as exclamações de Azura. No entanto, ele logo sorri, como se estivesse se divertindo com a situação.

- Sério que justo você não sabe? – diz ele sarcástico – Mas como imagino que isso seja importante pra você, irei lhe contar.

***

Com habilidade, Delailan, bem como seus companheiros venceram com louvor as batalhas da primeira etapa. Ao fim do segundo dia já estavam estabelecidos os dezesseis melhores da competição. No sorteio das batalhas, outra vez nenhum dos rivais se enfrentaria, ficando cada um em uma chave diferente. Os confrontos ficariam para as quartas de final.

Durante a noite os coordenadores ficavam num grande hotel de quartos individuais para descansar. Nele havia um Centro Pokémon embutido e um salão onde todos poderiam se encontrar. E era ali que Delailan, Winona e Wiliandery estavam reunidos conversando.

- Por que Azura não quis vir? – pergunta Delailan.

- Tentei falar com ela – fala Willy – Mas ela não quis sair do quarto. Aliás, desde ontem ela está estranha. Está calada demais e não fica perto da gente. Hoje mesmo ela quase perdeu a batalha. Não estava nenhum pouco concentrada.

- O que será que aconteceu pra ela agir assim? – diz a menina preocupada – Amanhã irei falar com ela.

***

No terceiro dia do Grand Festival, aconteceram as batalhas das oitavas de final entre os dezesseis classificados. Delailan e seus amigos tiveram que enfrentar fortes oponentes, mas todos conseguiram vencer e avançar para as quartas de finais. Os sete já estavam entre os oito melhores da competição, e finalmente as batalhas entre eles iriam acontecer. Ao final do terceiro dia foi atualizado o diagrama das batalhas para as quartas de final. Os confrontos seriam entre Azura e Yamada, Wiliandery e Ishan, Winona e outro coordenador e finalmente Delailan e Thanury.

O quarto dia do Grand Festival veio e todos já aguardavam a primeira batalha do dia. No palco em lados opostos já estavam Azura e Yamada. Enquanto a ruiva parecia bem contente, Azura parecia estar bem séria, mas não concentrada na batalha.

- Ela lhe falou alguma coisa? – pergunta Willy a Delailan.

- Não – responde a garota – Eu tentei conversar, mas ela não me dava atenção ou mudava de assunto.

Um homem da equipe técnica surgiu na sala de espera e veio até os garotos apressadamente.

- Tem alguém chamando Wiliandery lá fora – diz o homem – É bom você ir bem rápido, pois sua batalha será a próxima.

- Me chamando? – estranha o garoto – Quem poderá ser?

O menino deixa a sala acompanhado pelo homem. Delailan olha ao seu redor e percebe que está praticamente sozinha, já que Ishan, Thanury e o outro coordenador estavam lados extremos da sala, enquanto Winona conversava avidamente pelo telefone. Ela suspira e se volta para a TV para assistir a batalha. No palco, Azura e Yamada sacaram suas pokébola e liberaram seus pokémons. De um lado, Azura enviou Azulmarill e Walrein, enquanto Yamada lançou Jynx e um Ninjask.

- Há! Há muito tempo que eu esperava por isso! – exclama a ruiva – Depois da derrota em Petalburg finalmente poderei vencer você!

- Não fique tão certa da vitória assim – fala Azura- Apenas faça o seu melhor. Walrein, use Rock Tomb e Azulmarill, Hydro Pump!

O enorme leão-marinho deu um grunho e de repente começaram a cair pedras enormes do céu. Azulmarill rapidamente disparou um poderosíssimo jato de água eu atingiu as pedras e as lançaram para frente como bolas de canhão.

- Isso ainda não é nada! – exclama a ruiva – Jynx, Heart Stamp, e Ninjask, X-Scissor!

Jynx colocou as duas mãos sobre os lábios e lançou um coração vermelho gigante. Ninjask veio logo atrás com seus ferrões aumentados brilhando e empurrou o coração, dando-lhe ainda mais velocidade e força. A combinação chocou-se com as pedras, destruindo-as.

- Logo imaginei que não seria tão fácil – fala Azura meio relaxada.

- Não será fácil! – brada Yamada – Você é minha raibaru e vou derrotar você! Ninjask use Double Team e Jynx Ice Punch!

O inseto partiu na frente criando dezenas de cópias suas, um verdadeiro enxame, que ficaram voando desordenadamente, criando uma especia de escudo com a intenção de esconder o ataque do parceiro.

- Quer me confundir é? – diz Azura – Vamos varrer isso. Walrein use Water Pulse e Azulmarill, Surf!

O leão-marinho ergueu sua cabeça e criou ma pequena bola de água, lançando-a em seguida para frente. Azulmarill atrás ergueu seus braços e gritou bem alto. Do palco brotou uma torrente de água que logo se tornou uma onda gigante. A onda ao tocar na esfera e água uniu-se a ela, criando uma gigantecas bola de águas violentas. A combinação varreu todos os Ninjasks sem dificuldade, mostrando Jynx, que já estava com seu punho congelado, pronto para atacar. A técnica também atingiu o Jynx, cobrindo-o completamente de água. No entanto, quando todos, inclusive Azura, achavam que os pokémons de Yamada haviam sido derrotados, de repente toda a água começou a endurecer. A onda inteira foi congelada pelo Ice Punch do Jynx que só precisou espatifar o gigantesco bloco de gelo. Até agora, o resultado era que ambas coordenadoras estavam com metade dos pontos.

- Iarrarai! Por essa você não esperava não é? – exclama Yamada exultante – Eu me preparei o tempo todo pra esse momento. Você vencer agora! Jynx, Attract, Ninjask, Aerial Ace!

- Não fique se gabando demais – rebate Azura – Já está irritando isso. Azulmarill, Brick Break, e Walrein Aurora Beam.

Jynx colocou as mãos sobre os lábios novamente e começou a disparar vários coraçõezinhos rosados. Ninjask veio voando em alta velocidade mergulhou entre os corações, para em seguida avançar contra os oponentes com eles aderidos e girando ao seu redor. E ele avançou ainda mais rápido, já que devido a a sua habilidade, a cada turno sua velocidade aumenta.

Do outro lado, Azulmarill ergueu seu braço para o alto, fazendo-o adquirir um forte brilho avermelhado. Walrein disparou um poderoso raio multicolorido altamente congelante diretamente sobre o braço de Azulmarill. Este recebeu o golpe sem problemas, pois sua habilidade o fazia sofrer apenas metade dos golpes de fogo e gelo. Seu braço ficou coberto por um intenso brilho multicolorido, e Azulmarill avançou sem medo, descendo o braço com toda a força na cabeça de Ninjask. O inseto foi jogado para trás com tudo, caindo em cima de Jynx. O tempo acabou e vitória foi Azura e seus pokémons por pouca diferença de pontos. Ao ver que havia sido derrotada, Yamada ficou tão arrasada que nem conseguiu gritar, que seria seu costume. Azura então se aproximou e lhe estendeu a mão.

- Você batalhou bem – diz ela sorrindo – Você é uma ótima coordenadora.

Yamada ficou surpresa com aquilo, que até arregalou os olhos. Mas ela logo sorri e aperta a mão da outra.

- Hunk! Como esperado pela minha raibaru – diz ela – A gentileza após a vitória. Não irei me esquecer disso na próxima vez que nos enfrentarmos.

Na sala de espera, Delailan suspira aliviada. Mesmo gostando das duas, torcia um pouco mais por Azura, e ficou feliz por sua vitoria. No entanto, algo lhe preocupara. A próxima batalha era Ishan x Wiliandery, e seu amigo até agora não havia voltado. Quem poderia ter lhe chamado e que ocupava tanto tempo? De repente, um estalo de memória fez Delailan saltar de espanto.

- Não pode ser! – exclama ela em pensamento – Será que é...

Ela saiu correndo da sala de espeta, atravessou um enorme corredor até chagar do lado de fora do estádio. Lá ela viu seu amigo sendo pressionado por dois rapazes, sendo um deles Wilson irmão dele, e um homem mais velho, o pai. Delailan imediatamente saltou no meio deles, ficando entre Willy e seus parentes.

- O que estão fazendo com ele?! – exclama ela irada – Deixem ele em paz!

- Você é aquela garota daquela vez – fala o pai também irritado – Não se intrometa nos assuntos de família.

- Por favor parem com isso! – exclama Willy chateado – Pai, eu já disse! Eu sou um coordenador e não um treinador. Eu não tenho talento para as batalhas de ginásio. Me deixe ser o que eu quiser!

- Fique calado pirralho! – ralha Wilson – Achando que iria fugir da gente pra sempre? Eu estava certo quando pensei que estaria no Grand Festival.

- Chega dessas besteiras – exclama o pai – Vamos para casa agora.

O homem afasta Delailan da frente sem qualquer delicadeza e agarra o braço de Willy com força e sai arrastando o menino. A menina então entrou no meio novamente e separou os dois, empurrando o velho pra frente.

- Já chega disso! – brada ela possessa – Eu sei que você tem o orgulho da sua família, mas não é justo colocar todo o peso no seu filho!

- Espera! – fala Willy intervindo – Valeu pelo apoio Delailan, mas eu tenho que resolver isso.

O garoto então fica frente a frente com pai, encarando-o bem nos olhos. O homem também o encara sem medo. Começou então uma guerra de olhares, e os dois ficaram se encarando por um bom tempo, como se estivessem conversando e resolvendo as coisas daquela maneira. Delailan olhava para eles meio sem entender o que estava acontecendo, mas aguardava. Até que finalmente o pai fechou os olhos e sorriu bem discretamente. Ele então virou as costas, pegou algo em seu bolso e jogou para o menino. Willy agarrou o objeto e viu que era uma pokébola.

- Aí está o pokémon que tomei de você. Eu mesmo o treinei – fala o pai sem se virar – Só volte para casa com aquele troféu.

***

Ishan já estava no campo de batalha esperando. A plateia, os juízes e até Vivian estavam lá parados esperando o outro concorrente. Quando já estavam prestes a anunciar a desistência de Wiliandery, o garoto surgiu correndo, chegando ao palco bem em cima da hora.

- Ainda bem que veio – fala Ishn sério – Uma vitória assim sem lutar não teria o menor sentido.

- Eu não iria desistir de uma batalha – fala Willy arfando mas sorrindo – Principalmente agora. Tenho motivações de sobra pra querer vencer!

Ele pega suas pokébolas e encara uma em especial antes de lançá-las. Ele libera seu evoluído Roserade e o pokémon que estava com seu pai, um Kirlia. No outro lado, Ishan lança o Dusknoir e um Seismitoad.

- Roserade, Kirlia, usem Magical Leaf!

Os dois pokémons saltaram juntos, ficando um de frente para o outro. Eles se seguraram e começaram a rodopiar e a liberar milhares de folhinhas coloridas. Eles avançaram como um furacão de folhas.

- Dusknoir, use Will-o-wisp, e Seismitoad Hyper Voice!

O fantasma ergueu as mãos e lançou pequenas chamas azuladas. O sapão veio logo em seguida e começou a gritar um som parecido com a de um trombone. As ondas sonoras intensificaram as chamas, lançando-as contra as folhas. Roserade e Kirlia foram jogados no chão, e as folhas foram consumidas pelas chamas. Wiliandery já começou perdendo pontos.

- Só a motivação não basta – fala Ishan – Treinamento e técnica é o faz um coordenador vencedor. Seismitoad, Drain Punch. Dusknoir, Shadow Punch.

O anfíbio ergueu seu braço direito, enquanto o fantasma ergueu o esquerdo, e os dois colaram seus punhos um no outro, avançando como um único soco. A combinação das suas técnicas fê-los parecer um cometa homogêneo de luz e sombras.

- Roserade use Weather Ball, e Kirlia use Thunderbolt!

A roseira ergueu seus braços e criou uma ponderosa esfera de luz e a atirou para o alto. Kirlia veio em seguida e disparou uma forte descarga elétrica diretamente sobre a bola. Como não havia nenhuma condição climática que fizesse a esfera mudar de forma, ela absorveu toda a eletricidade e se tornou um ataque elétrico. Ela então se chocou contras os punhos dos pokémons de Ishan, que recuaram um pouco, mas não sofreram grandes danos.

- Isso está ficando complicado – pensa Wiliandery aflito – O Kirlia não tem experiência em concursos, mas até que está se saindo bem. Só talvez não devesse ter usado-o junto contra Ishan. De qualquer forma eu tenho que fazer algo. Roserade use Venoshock, e Kirlia, dance com Confusion!

- Isso termina agora! – exclama Ishan – Seismitoad, Hydro Pump, e Dusknoir, possua-a com Pursuit!

Roserade disparou pelas suas rosas um raio arroxeado de puro veneno. Kirlia colocou as mãos na cintura e começou a rodopiar como uma bailarina, ao mesmo tempo que cobria seu corpo com uma aura psíquica. As descargas venenosas cercaram seu corpo e ele avançou girando em alta velocidade.

Seismitoad disparou um poderoso jato de água pela bocona. Dusknoir ficou coberto por uma energia escura, transformando todo o seu corpo numa sombra. Ele então se fundiu ao jato d’água, tornando as águas escuras. A combinação atingiu Kirlia em cheio. Ele resistiu por um tempo, mas o ataque sombrio venceu sua barreira psíquica e o bailarino foi jogado no chão. O tempo acabou e a vitória foi para Ishan e seus pokémons.

Na sala de espera, Delailan assistia a batalha e ficou bem chateado com a derrota. Olhando ao seu redor, só estava a sua oponente Thanury em um canto afastado. Azura, pra variar, não aparecia mais, só na hora das batalhas. Quando os meninos deixaram o palco, Winona e o seu concorrente foram chamados. Os dois foram ao campo e sem dificuldades a líder venceu usando o Tropius e um Noctowl. Depois que eles deixaram o palco, Thanury já se levantou para sair, mas não sem antes parar e encarar Delailan.

- Lembre-se lembradamente como eu disse – fala ela séria – Na próxima vez que nos encontrássemos eu iria batalhar sério!

Delailan só conseguia ficar olhando para a garota muda.

- Essa é a sua chance de revanche – continua ela – Faça o seu melhor.

A menina deixou a sala e logo um homem surgiu chamando Delailan também. Ela se levantou e seguiu pelo corredor até bem lentamente, como se estivesse desmotivada a batalhar. No entanto, apesar dos conflitos de sentimentos, ela sentia mesmo era a vontade de mostrar sua força, ter a revanche pela humilhação de Mossdeep.

- Eu tenho que vencer!

***

As duas garotas já estavam em lados extremos do palco. Ao mesmo tempo elas lançaram suas pokébolas. De um lado surgiram Breloom e Mime Jr, e do outro a dupla assombrosa Deoxys e Ditto.