Pokémon Mythology
Olá, visitante! Vejo que ainda não está conectado ao nosso fórum, faça login.
Espere, você ainda não está cadastrado? D:
Inscreva-se em nosso fórum e venha aproveitar as novidades que estamos preparando pra vocês. Conte uma história, poste uma arte ou um vídeo! Confira os guias de jogos, tire suas dúvidas e compartilhe sua jogatina. Disputa batalhas online com jogadores e participe dos RPGs. Converse sobre qualquer coisa, poste memes, faça novos amigos! Só não deixe de logar ou se inscrever.
Para cadastrar-se clique no botão 'Sign-Up' ou em 'Registrar-se' aqui abaixo. Seja bem vindo!
¡The Old Radio... still plays! Pikalove


Participe do fórum, é rápido e fácil

Pokémon Mythology
Olá, visitante! Vejo que ainda não está conectado ao nosso fórum, faça login.
Espere, você ainda não está cadastrado? D:
Inscreva-se em nosso fórum e venha aproveitar as novidades que estamos preparando pra vocês. Conte uma história, poste uma arte ou um vídeo! Confira os guias de jogos, tire suas dúvidas e compartilhe sua jogatina. Disputa batalhas online com jogadores e participe dos RPGs. Converse sobre qualquer coisa, poste memes, faça novos amigos! Só não deixe de logar ou se inscrever.
Para cadastrar-se clique no botão 'Sign-Up' ou em 'Registrar-se' aqui abaixo. Seja bem vindo!
¡The Old Radio... still plays! Pikalove
Pokémon Mythology
Gostaria de reagir a esta mensagem? Crie uma conta em poucos cliques ou inicie sessão para continuar.

¡The Old Radio... still plays!

4 participantes

Ir para baixo

¡The Old Radio... still plays! Empty ¡The Old Radio... still plays!

Mensagem por Caio. Ter 2 Abr 2013 - 14:14

AVISO: ESSE TÓPICO FOI ORIGINALMENTE CRIADO PELO ANDER PELO SKYPE. COMO ELE TÁ BANIDO, PEDIU PARA EU POSTAR. É ISSO. E QUE A FORÇA ESTEJA COM VOCÊS.

O Conceito do Old Radio Still Plays é bem simples: você posta a capa de um álbum e fala dele: fala das músicas que gosta, de sua relação pessoal com ele, fala de detalhes, do que você quiser - sobre ele, claro. Se você quiser postar só as músicas de destaque do álbum, poste. Se quiser fazer a bíblia do álbum, também poste. Só não vale postar outras coisas que não sejam sobre um ÁLBUM/DISCO/CD/LP/EP/DVD* etc.

Você também pode comentar sobre o disco postado pela pessoa, só não faça flood

* --> DVD tem que ser musical, se quiser de filmes vá para a respectiva área.

Vou começar:






¡The Old Radio... still plays! Blackrosearocklegendbla
Black Rose by Thin Lizzy


Nota: ★★★★★ (5/5)

1. Do Anything You Want To ←
2. Toughest Street In Town ←
3. S&M ←
4. Waiting For An Alibi ←
5. My Sarah ←
6. Got To Give It Up ←
7. Get Out Of Here ←
8. With Love ←
9. Róisín Dubh: A Rock Legend ←

Comentários: Bem, esse foi o primeiro álbum do Thin que eu ouvi, e, por sorte minha, é considerado o melhor, o que me fez gostar bastante da banda. Já faz mais ou menos um ano que ouço esse disco e nunca enjoo, porque ele é realmente muito bem trabalhado e eclético. Você pode encontrar desde músicas mais pesadas e rápidas (como Toughtest Street In Town e Get Out Of Here) até baladas com aquele toque especial que só o Phil (cantor/baixista) pode dar - com a presença excepcional do guitarrista Gary Moore, que ajudou bastante para definir a sonoridade do disco -, como por exemplo nas músicas My Sarah (dedicada a sua filha, a letra dessa música é muito muito bonita) e With Love, uma mais tristonha. Por falar em tristonha, Got To Give It Up é uma das músicas com letra mais triste e sincera (acompanhada de um ritmo muito bom, como é comum - graças a Deus - com as músicas do Thin) que já ouvi, e fala sobre como Phil estava perdendo para as drogas (o que veio a culminar na sua morte no início 86. A música é de 79) e mostra todo seu rancor e desejo em parar com isso... Ou sua desistência total. Waiting For An Alibi e Do Anything You Want To são duas músicas bem mais animadas do CD, tanto que viraram ambos Single (junto com My Sarah e Got To Give It Up). S&M tem um ritmo bem loucão e sua letra é horrível, mas ainda sim é uma boa música. Sério, soa bem. With Love e S&M são as mais fracas do CD, sem dúvidas, mas também são boas e por isso merecem atenção.

Por falar em atenção, a faixa que merece mais destaque é a última, a faixa título; Róisín Dubh: A Rock Legend. Róisín Dubh é simplesmente Black Rose ou Rosa Negra em Irlandês, terra natal da banda. A música, por sua vez, é em inglês. Mas o que há de tão especial nela? Bem, primeiramente seu riff. É um ÓTIMO riff, mais um grande trabalho de Mr. Gary Moore. Seus "longos" - visto que é a maior música do álbum, com pouco mais que dois minutos da segunda maior - sete minutos também chamam a atenção. Que porra pode deixar uma música tão boa? Simples. Não bastando ter lançado Whiskey In The Jar (música folclórica da Irlanda), o Thin Lizzy decidiu lançar um conjunto de músicas folclóricas com partes próprias. Isso mesmo. Róisín Dubh, uma Lenda do Rock, possuí 4 músicas acopladas: Oh Shenandoah (uma típica música folclórica do States), Will You Go Lassie Go (que faz uma tímida participação na composição final; é irish folk feito por um Scottish), Danny Boy (que eu honestamente nunca consegui identificar na música, mas que já apareceu no desenho Coragem, O Cão Covarde. É uma música folclórica feita por um English, mas famosa em Ireland) e, por fim, The Mason's Apron (que começa após o solo simplesmente fantástico de Gary Moore. Tecnicamente, essa música também é um solo da música). A música ainda fala de Cú Chulainn e um pouco sobre a história da Irlanda, é isso que a torna magnífica. Melhor ouvi-la e comprovar por si mesmo Smile

É é tudo isso que  tenho a dizer sobre esse maravilhoso álbum. See ya.






Alguém? Very Happy



Última edição por Caio. em Seg 30 Dez 2013 - 1:26, editado 1 vez(es)

________________
¡The Old Radio... still plays! HokOmTd

¡The Old Radio... still plays! NQUBRsR
Caio.
Caio.
Membro
Membro

Masculino Idade : 24
Alerta Alerta :
¡The Old Radio... still plays! Left_bar_bleue0 / 100 / 10¡The Old Radio... still plays! Right_bar_bleue

Frase pessoal : A noir. E blanc. I rouge. U vert. O bleu.


Ir para o topo Ir para baixo

¡The Old Radio... still plays! Empty Re: ¡The Old Radio... still plays!

Mensagem por ade50 Ter 2 Abr 2013 - 20:13

OK ENTÃO VOU POSTAR COM A CONTA DO MEU IRMÃO A MINHA AVALIAÇÃO
Aaksjdhasjdhaskdj




¡The Old Radio... still plays! 2289
Stormbringer - Deep Purple

- Faixas:

  1. Stormbringer
  2. Love Don't Mean A Thing
  3. Holy Man
  4. Hold On
  5. Lady Double Dealer
  6. You Can't Do It Right (With the One You Love)
  7. High Ball Shooter
  8. The Gypsy
  9. Soldier of Fortune


- Comentários:

Sempre tive vontade de conhecer Deep Purple, já tinha ouvido o Machine Head, afinal, quem nunca escutou Higway Star ou Smoke On The Water. Meu amigo me passou a discografia deles a pouco tempo, ouvi o Burn, pois foi um álbum que o Perry já havia feito resenha dele e sempre falava para mim muito bem dele. Curti, achei um álbum bem legal.
Eu podia falar de Ritchie Blackmore, que conheço as fases dele no Rainbow e a pouco tempo ouvi um álbum do Blackmore's Night, mesmo sendo um estilo diferente do que o consagrou no Rainbow e no Deep Purple. Ian Gillan e Glenn Hughes, dois vocalistas muito bons, conheci-os pelo Sabbath, Born Again e Seventh Star são álbum legais, mesmo não sendo os tops do Black Sabbath. John Lord e Ian Paice são instrumentistas muito bons, não conheço muito do Deep Purple, mas cara, são caras muito apreciados, não tinha como não pesquisar a história deles e ouvir uma e outra do Deep pra conhecer melhor suas performances. Enfim, não vim falar deles, até porque não conheço muito do Deep Purple, só conheci coisas fora do Deep Purple e ouvindo algumas musicas do Purple. Coverdale conheci pelo Whitesnake.

Agora falando do álbum em questão.

O álbum começa com Stormbringer, que tem um solo do Blackmore bem marcante, ele me faz lembrar alguns solos que ele fez em sua careira no Rainbow, e Coverdale com seu vocal marcante, essa musica foi uma das que mais gostei do álbum.
Logo após vem Love Don't Mean A Thing, é uma música bem easy listening, tem um riff legal.
Já Holy Man, cara, o baixo do Glenn é muito bom nela, Blackmore com seus solos e a musica é animada, muito bonita. Hold On tem aquele refrão pegajoso e um baixo legalzinho, pena que ai vem Lady Double Dealer e derruba a cena, musica animadona, Blackmore detonou nela.
You Can't Do It Right, mostra como Glenn mandava bem no baixo. High Ball Shooter, sem comentarios, belo dueto de Coverdale e Hughes.
The Gypsy já tira um pouco a cena alegre, mas é uma musica bem legal, cheia de sentimento. E o álbum finaliza com Soldier Of Fortune, que me lembra um pouco, beeem pouco, Temple Of The King. A música é calma e tem todo aquele clima melancólico cheia de feeling ):
Enfim, Blackmore saiu logo após da banda, além dele não curtir o trabalho, eu particularmente gostei, porque, se você pegar Blackmore como referência, vai ver que o álbum tem musicas com uma pegada e com solos bons. Além de que é Blackmore, você sente bem o estilo dele nas musicas. O álbum pode ser Underrated ao Burn, mas caras, é um bom álbum sim.
Ah! enfim, as que eu curti mais estão em negrito.

________________
¡The Old Radio... still plays! 24q4tpi
¡The Old Radio... still plays! Musicbar
Títulos:

¡The Old Radio... still plays! PlBFo

¡The Old Radio... still plays! EQdoJ

¡The Old Radio... still plays! IYx4b

¡The Old Radio... still plays! TcVIu

¡The Old Radio... still plays! DwOcG

¡The Old Radio... still plays! HGjrh

¡The Old Radio... still plays! Bi9rpl

¡The Old Radio... still plays! Odnev

¡The Old Radio... still plays! ZUd1v

¡The Old Radio... still plays! YmfL9

¡The Old Radio... still plays! 4a7Ra
ade50
ade50
Membro
Membro

Masculino Idade : 28
Alerta Alerta :
¡The Old Radio... still plays! Left_bar_bleue0 / 100 / 10¡The Old Radio... still plays! Right_bar_bleue


Ir para o topo Ir para baixo

¡The Old Radio... still plays! Empty Re: ¡The Old Radio... still plays!

Mensagem por Caio. Qui 4 Abr 2013 - 12:46

¡The Old Radio... still plays! Secosemolhadoscapa
Secos & Molhados por Secos & Molhados

Nota: ★★★★★ (5/5)

1. Sangue Latino ←
2. O Vira ←
3. O Patrão Nosso de Cada Dia
4. Amor ←
5. Primavera Nos Dentes ←
6. Assim Assado ←
7. Mulher Barriguda
8. El Rey
9. Rosa de Hiroshima ←
10. Prece Cósmica ←
11. Rondó do Capitão
12. As Andorinhas
13. Fala ←

Comentários: O Brasil, em plena ditadura, foi surpreendido por um trio que misturava poesias de Vinícius de Moraes e músicas folclóricas com a nova onda do Glam Rock. Quem era esse trio? O Secos & Molhados, sem dúvidas. Há um grande preconceito por parte de novos ouvintes com a voz de Ney Matogrosso. Vamos lá, se o cara canta fino, admire a voz dele pelo jeito que ela é; ele canta maravilhosamente bem. Um dos problemas desse álbum é que eu provavelmente diria que todas são boas (porque realmente são), mas existem faixas antológicas como Rosa de Hiroshima e Primavera nos Dentes, que perto de músicas muito curtas como As Andorinhas e El Rey fazem-nas parecer fracas.

Abrindo com Sangue Latino, os caras já provam que não estão lá para brincadeiras. Ouça o baixo de Willi (músico convidado) e você entenderá o que eu estou falando. A música fala da nacionalidade (Sangue Latino, afinal) e também, se você perceber, sobre o controle dos EUA no Brasil ("Os ventos do norte não movem moinhos"). O Vira é uma música bem animada, sem grandes críticas, bem folclórica. É até confundida com uma música típica brasileira, mas foi criada pelo Secos. Fora essas, ainda há os magníficos arranjos de Primavera Nos Dentes e Fala, além de músicas mais animadas e com ritmos mais "populares", como Assim Assado e Prece Cósmica.

________________
¡The Old Radio... still plays! HokOmTd

¡The Old Radio... still plays! NQUBRsR
Caio.
Caio.
Membro
Membro

Masculino Idade : 24
Alerta Alerta :
¡The Old Radio... still plays! Left_bar_bleue0 / 100 / 10¡The Old Radio... still plays! Right_bar_bleue

Frase pessoal : A noir. E blanc. I rouge. U vert. O bleu.


Ir para o topo Ir para baixo

¡The Old Radio... still plays! Empty Re: ¡The Old Radio... still plays!

Mensagem por Yoshihime Sex 5 Abr 2013 - 9:53

Esse tópico é massa, muito massa. Vou querer participar. Infelizmente nunca ouvi nenhum dos três álbuns resenhados até agora, mas vou procurar ouvi-los, especialmente o do Secos & Molhados.

¡The Old Radio... still plays! Littlejoy-album2008_musicasocial

Little Joy
Por Little Joy

Nota: ★★★★★ (5/5)

Data: 2008
Duração: 30:48

Faixas:
1. "The Next Time Around" ♥
2. "Brand New Start" ♥
3. "Play the Part"
4. "No One's Better Sake"
5. "Unattainable" ♥
6. "Shoulder to Shoulder" ♥
7. "With Strangers"
8. "Keep Me in Mind" ♥
9. "How to Hang a Warhol" ♥
10. "Don't Watch Me Dancing" ♥
11. "Evaporar" ♥

Comentários: É a primeira vez que escrevo sobre um álbum, então resolvi começar pelo meu favorito, atualmente é o mais executado por mim segundo meu Last Fm. Little Joy é um projeto de três músicos e amigos sendo eles: Binki Shapiro (participa em inúmeros projetos musicais), Rodrigo Amarante (Los Hermanos) e Fabrizio Moretti (The Strokes). Em seu primeiro e único lado a banda faz uso de inúmeros instrumentos tocados por seus integrantes desde guitarras até mellotron, passando por piano, baixo, ukelele, órgão, bateria, xilofone, enfim, uma série de instrumentos unindo o indie rock ao melhor do folk, em músicas completamente tropicais e rápidas, como o verão, se eu tivesse que escolher um álbum que definisse "praia" ou "verão" com certeza Little Joy seria a minha escolha. Não é a toa que o álbum foi gravado na Califórnia.

O álbum começa bem humorado com "The Next Time Around", uma música calma perfeita para um início de verão, unindo fragmentos em português com em inglês, em uma letra que só reforça a clima de início de estação, em trechos como "In time, I'll belong to you/ That's how it's meant to be/ And how it's always been" e "E onde a sorte há de te levar/ Saiba, o caminho é o fim, mais que chegar". Logo em seguida a sensacional "Brand New Start", que de cara, em seu primeiro verso, deixa um recado "Take advantage of the season", faz pensar que as coisas ficaram mais animadas, mas é desmentida com a calma "Play The Part", uma música de desilusão amorosa, "Spending time/ Convinced that it's mine with her/ Just to keep her out of mind", mas em seguida as coisas voltam a ficar um pouco mais animadas com "No One's Better Sake", "Unattainable", esta com presença fortíssima do maravilhoso vocal de Binki Shapiro, "Shoulder To Shoulder", logo em seguidas temos a calma "With Strangers", que parece demonstrar arrependimento e culpa em trechos como "I keep pretending not to care/ But the winter scent in her hair/ Compels my hands to do/ The things my heart wouldn't dare", então vem minha música favorita do álbum, a animada "Keep Me in Mind", mas sua letra não é tão animada, retrata o otimista fim de um relacionamento "Oh dear someday/ You´ll learn to be/ Someone better, fit to pursue me/ But ´til then/ We´ll call it the end". Na parte final do álbum temos "How to hang a Warhol", animada e com uma letra divertida, que representa satisfação pessoal com perspectiva de evoluir "But as long as I can't get/ Into Carnegie Hall/ I keep writing songs/ That are all my own", acompanhada da divertida "Don't Watch Me Dancing", com uma letra bonitinha sobre uma história de amor, e fechando o álbum com chave de ouro "Evaporar", composta por Rodrigo Amarante, a única música completamente em português do álbum, uma letra carregada de simplicidade, mas belíssima, ótima para um fim de tarde, com a estrofe finais repleta de metáforas e comparações.

________________
MyAnimeList|twitter|last.fm
¡The Old Radio... still plays! Tumblr_mz6hhr7n6Q1rl727go1_500
presente do slip
Yoshihime
Yoshihime
Membro
Membro

Feminino Idade : 26
Alerta Alerta :
¡The Old Radio... still plays! Left_bar_bleue0 / 100 / 10¡The Old Radio... still plays! Right_bar_bleue

Frase pessoal : Oi, sou travesti. Você sabe?


Ir para o topo Ir para baixo

¡The Old Radio... still plays! Empty Re: ¡The Old Radio... still plays!

Mensagem por Caio. Sex 5 Abr 2013 - 11:51

Ander pediu pra eu postar:

¡The Old Radio... still plays! Homepage_large.1ff98911
Boys & Girls - Alabama Shakes

- Faixas:


  1. Hold On
  2. I Found You
  3. Hang Loose
  4. Rise To The Sun
  5. You Ain't Alone
  6. Goin' To The Party
  7. Heartbreaker
  8. Boys & Girls
  9. Be Mine
  10. I'm Ain't The Same
  11. On Your Way


- Comentários:

Alabama Shakes é uma banda formada em 2009 que faz um soul/blues rock. Eles, ao total, só possuem um EP lançado em 2011 e um álbum lançado no ano passado.
No Grammy desse ano, conseguiram três prêmios, Best New Artist, Best Rock Performance com a música “Hold On” e Best Recording Package com o álbum “Boys & Girls”.

Eu conheci a banda assistindo o Grammy, aposto que muitos aí viram o show deles no Lollapalooza, enfim, para uma banda nova, a sonoridade e o estilo deles são muito bons. Brittany Howard é uma vocalista e tanto.

O único álbum, até agora, tem boas musicas, a mais conhecida é “Hold On”, mas, não se prenda só a ela, o álbum apresenta outras boas como I Found You e You Ain't Alone.

O álbum já começa com um dos Singles da banda, Hold On, o que eu poderia dizer dela? Viciante, sim, é uma música pegajosa e bonita, tem um riff legal e já inicia o álbum bem, principalmente mostrando do que Brittany é capaz no vocal (ah, ela toca guitarra também, mas ela normalmente só faz rythmic guitar).

A música You Ain't Alone faz lembrar de algumas músicas da Janis Joplin, eu poderia dizer que Heartbreaker também, é. Hang Loose é uma música alegre e contagiante, logo após vem Rise To The Sun, que tem um riff bem maroto e logo após vem uma onda de musica calmas e só em I'm Ain't The Same que volta um som animado.

O som deles é bem interessante, pois eles tem uma sonoridade bem anos 60. A banda vem sendo reconhecida, não só pela sonoridade que remete ao passado, mas por atrair também os jovens (que normalmente só ouvem Alternative e Indie alkdjaslkdsald). Além de que o som calmo é bem atraente.

É difícil apontar uma música fraca, Brittany tem um vocal incrível, claro, a banda não é boa só pela vocalista, o restante da banda também dá um Show, mas é uma banda jovem ainda. Nunca se sabe se o próximo trabalho poderá decepcionar o público que adorou este trabalho, tudo se resume a expectativas.

Bom, não se esqueçam de ouvir as em negrito, ou o álbum todo logo, é bem legal.




Sobre o Little Joy: Gui, gostei bastante. A maioria das músicas que você destacou foram as que eu mais gostei, tirando How to Hang a Warhol e Keep Me in Mind que, apesar d'eu ter gostado do ritmo, não curti os vocais :c Das que você não destacou eu curti bastante With Strangers, me lembra essas músicas dos anos 30~50 mais românticas. Gostei bastante, os caras sabem fazer músicas mais tristes e músicas muito animadas.

Sobre o Alabama: É cara, essa banda é muito boa. A cantora deles me lembra bastante Janis, canta super bem. Hold On é uma faixa muito [palavra censurada], eu adorei Hang Loose também, misturou o blues/soul com algo mais moderno, tangenciou legal, ficou bom, IMO. You Ain't Alone nem falo nada (já falando), me lembrou Kozmic Blues e eu adoro músicas nesse estilo, inspiradoras. O bateristas deles também é muito [palavra censurada] (início de Heartbreaker e fim de Hold On mandam oi q).


________________
¡The Old Radio... still plays! HokOmTd

¡The Old Radio... still plays! NQUBRsR
Caio.
Caio.
Membro
Membro

Masculino Idade : 24
Alerta Alerta :
¡The Old Radio... still plays! Left_bar_bleue0 / 100 / 10¡The Old Radio... still plays! Right_bar_bleue

Frase pessoal : A noir. E blanc. I rouge. U vert. O bleu.


Ir para o topo Ir para baixo

¡The Old Radio... still plays! Empty Re: ¡The Old Radio... still plays!

Mensagem por andergiehl Sex 12 Abr 2013 - 20:32

¡The Old Radio... still plays! Rush-moving-pictures
Moving Pictures - Rush

Nota: ★★★★★ (5/5)

- Faixas:

  1. Tom Sawyer
  2. Red Barchetta
  3. YYZ
  4. Limelight
  5. The Camera Eye
  6. Witch Hunt
  7. Vital Signs


- Comentários:

Rush é uma banda famosa de Progressive Rock, sem contar que Gedy Lee, Alex Lifeson e Neil Peart são instrumentistas muito bons. A banda tem inúmeros singles, tanto que nesse álbum que irei comentar tem dois deles, YYZ e Tom Sawyer, tanto que Tom Sawyer é uma música que quase sempre está na set list de shows deles.

O álbum começa com Tom Sawyer, caso não saibam, Tom Sawyer é um personagem principal de uma série de livros infantis, então, já sabe-se que é uma música inspirada nos contos da série das aventuras de Tom Sawyer. É uma música muito boa, pegajosa, começa bem o álbum e tem um solo de guitarra muito legal. Outra curiosidade de Tom Sawyer, em alguns shows eles começam a música com um mini episódio de South Park, no fim desta análise estará o vídeo.

Red Barchetta mostra como Gedy Lee é bom no que faz no seu baixo. YYZ é só instrumental, muito boa por sinal, para mim, uma das melhores do Rush e desse álbum. O divertido de YYZ é que ela é baseada num código Morse usado pelo o aeroporto de Toronto, e o Rush foi fundada em Toronto.

Logo após vem uma música muito conhecida e adorada pelos fãs de Rush, Limelight, é uma musica muito legal, Neil Peart manda muito bem nela. The Camera Eye dura 11:01 minutos, é prog né, mas enfim, eu gosto de ouvir Progressive num momento entediante, não é para pegar no sono, mas sim porque algumas músicas Prog me fazem pensar. Mas, essa The Camera Eye é uma boa música para se ouvir de tarde, ela começa bem calma e vai alegrando, sem contar que tem uma intro bem bacana de sintetizador.

Witch Hunt começa com uma intro com um ar misterioso, ela tem um riff bem maroto, nice song. Vital Signs é mais um dos singles do álbum, uma música pegajosa e influenciada pelo reggae, perceptível no começo da música já.

O álbum está cheio de faixas boas, não é atoa que é considerado por alguns o melhor álbum do Rush e por outros, o mais comercial da banda.



Mini-episódio


Um show que ocorreu isso:



Última edição por andergiehl em Seg 29 Abr 2013 - 19:15, editado 1 vez(es)

________________
¡The Old Radio... still plays! Usa5s92
◠‿◠
andergiehl
andergiehl
Membro
Membro

Masculino Idade : 25
Alerta Alerta :
¡The Old Radio... still plays! Left_bar_bleue0 / 100 / 10¡The Old Radio... still plays! Right_bar_bleue

Frase pessoal : Quem vem com tudo não cansa.


Ir para o topo Ir para baixo

¡The Old Radio... still plays! Empty Re: ¡The Old Radio... still plays!

Mensagem por Yoshihime Sex 19 Abr 2013 - 13:58

Trazendo o satanismo gay de raiz para o tópico.

¡The Old Radio... still plays! Warderley

Wardeley
Por U.D.R

Tempo total:
66:52

Nota: ★★★★★ (5/5)

Faixas:
01 - Aviao Brutal do Scat (versão de rádio)
02 - Avião Brutal do Scat (versão sem cortes) ♥
03 - Bonde da Depressão ♥
04 - Bonde de Jesus ♥
05 - Bonde do Amor Incondicional ♥
06 - Gigolô Autodidata ♥
07 - No Seu Cu (B-Side)
08 - O Cais ♥
09 - O Hacker do Amor
10 - O Leão de Judá Não Mente Jamais ♥
11 - Oh, Mefisto ♥
12 - Punkristão ♥
13 - Qué Leite
14 - Rock And Roll Anti Cosmico da Morte ♥
15 - Sensação .. Besta No Furico
16 - Vomito Podraço ♥
17 - Bonde da Mutilação
18 - Bonde da Orgia de Travecos
19 - Dança do Pentagrama Invertido ♥

A U.D.R surgiu nesse emaranhado louco de sensações, no mais profundo canto do Brasil, também conhecido como Belo Horizonte, mas não vou perder tempo com miudezas, a biografia deles pode ser lida aqui: http://www.lastfm.com.br/music/U.D.R./+wiki vamos ao álbum.

O álbum começa bem, de forma tensa, com "Avião Brutal do Scat", mostrando onde estamos no metendo, nesse universo fantástico do sexo homossexual desprotegido regado ao ocultismo inglês, seu refrão deixa o melhor recado para quem quer continuar ouvindo ao álbum "Expanda sua mente, aceite um animal/ Participe de uma orgia transexual/ Voando pelos ares, que mal há num boquete?/ Viaje no avião brutal do scat". Logo em seguida o clima fica pesado, "Bonde da Depressão" é a mais desesperado grito do ser, desesperado em seu involucro humano vazio por dentro, foi escrita em uma época de intenso sofrimento e desespero. "Bonde de Jesus" não é aconselhável para cristãos, narra todas as aventuras de Jesus e seu bonde em aventuras pela sodomia, uma tremenda blasfêmia, deliciosa de ouvir. "Bonde do Amor Incondicional" é uma belíssima canção sobre um amor enorme, que foi interrompido, quem sofre por amor irá se identificar. Com rimas satanistas feitas na quebrada "Gigolô Autodidata" é como um hino, mostra toda expressão do homem moderno que dedica suas tardes para tomar caracu e atropelar uns otários. Em seguida ouvimos a uma coletânea de modelos bons de trote que é "No Seu Cu (B-Side)". "O Cais" é uma linda canção sobre o amor por marinheiros, aqueles homens do mar, ah, chegou a tremer todo só de lembrar... Só penso que essa música se encaixaria bem depois de "Bonde da Orgia de Travecos", sobre a qual falarei mais a frente. Segundo a banda eles juntaram todos os efeitos do FL Studio para montar a batida de "O Hacker do Amor", talvez seja, quem sou eu para questionar? Mas é uma ótima série de duplos-sentidos. "O Leão de Judá Não Mente Jamais" é um reggae relaxante, abre sua mente e abriga satã no seu coração, é o tipo de música que mexe com nossos corações. "Oh, Mefisto" é uma paródia da música "Jesus Cristo" do Padre Marcelo, é um hino de exaltação do amor libertador. "Punkristão" é a redenção, "Cansados de falar sobre satanás e crack/ Os caras da udr não partem mais pro ataque/ Chega de pegar no pé de jesus cristo/ Os caras da udr não mexem mais com isso", no melhor do Punk da Burguesia Cristã. "Qué Leite" é uma música que odeio, porque era meu despertador. "Rock And Roll Anti Cosmico da Morte" é uma música machista, um som de bicha, traveco, satanista mas quando toca todo mundo vai pra pista. "Sensação: Besta No Furico" é uma música sobre um intensa relação amorosa com membros do Clero e sobre Fistfuck. "Vomito Podraço" é minha música favorita da banda, completa, repleta de rimas excelentes e referências ao ocultismo mundial. As 3 últimas músicas são verdadeiros clássicos que dispensam qualquer comentário, quem quer conhecer a banda deve começar com as 3 para ter noção do que el engloba, esse mundo maravilhoso em que vivemos, amor e lealdade.

________________
MyAnimeList|twitter|last.fm
¡The Old Radio... still plays! Tumblr_mz6hhr7n6Q1rl727go1_500
presente do slip
Yoshihime
Yoshihime
Membro
Membro

Feminino Idade : 26
Alerta Alerta :
¡The Old Radio... still plays! Left_bar_bleue0 / 100 / 10¡The Old Radio... still plays! Right_bar_bleue

Frase pessoal : Oi, sou travesti. Você sabe?


Ir para o topo Ir para baixo

¡The Old Radio... still plays! Empty Re: ¡The Old Radio... still plays!

Mensagem por Caio. Dom 23 Jun 2013 - 19:40

¡The Old Radio... still plays! Queen+II


Nota: ★★★★☆ (4/5)

1. Procession
2. Father To Son ←
3. White Queen (As It Began)
4. Some Day One Day
5. The Loser In The End ←
6. Ogre Battle ←
7. The Fairy Feller's Master-Stroke
8. Nevermore
9. The March Of The Black Queen ←
10. Funny How Love Is ←
11. Seven Seas Of Rhye ←

Comentários: Já vi pessoas falarem que neste álbum o Queen tocou Heavy Metal ("Ogre Battle") e Rock Progressivo ("The March Of The Black Queen"). Se isso é verdade ou não, é discutível. Com verocidade, posso afirmar-lhes que, com esse disco, o Queen elevou seu nível musical. Enquanto no primeiro víamos músicas menos trabalhadas, nesse já podíamos observar melhores arranjos, melodias e até mesmo um melhor aproveitamento da voz de Freddie.

Embora seja um excelente disco, este não é muito apreciado pelos fãs mais casuais da banda - como esses que preferem ouvir músicas mais dançantes. Se procura por músicas como "I Want To Break Free", "The Game" ou até mesmo "Don't Stop Me Now", dificilmente encontrará.

Como todo álbum da banda, este é de difícil definição; a maioria de suas músicas são semelhantes a épicos, como - principalmente - as excelentes "The March Of The Black Queen" (cuja alguns fãs dizem ser melhor que "Bohemian Rhapsody", por exemplo) e "White Queen (As It Began)".

Do primeiro CD temos ressucitadas as músicas "The Fairy Feller's Master-Stroke" (que é como uma continuação de "My Fairy King") e "Seven Seas Of Rhye", agora completa (já que a banda, no álbum anterior, tinha sido forçada a lançá-la incompleta). Esta última, inclusive, deu muito destaque ao Queen internacionalmente. "The Loser In The End" também assemelha-se muito às composições do disco anterior.

Não há, de verdade, nenhuma música ruim ou que não mereça destaque no álbum, mas podemos citar como excelentes "Ogre Battle" e "Father To Son", duas grandes composições. Por fim, há "Funny How Love Is", uma bonita música. 

Assim como já dito, se estiver procurando algo mais disco, melhor ficar longe de Queen II - que tem esse nome graças ao fato da banda ser fã de Led Zeppelin -, agora, caso queira melodias trabalhadas, baladas épicas, etc; ouça-o com prazer.

________________
¡The Old Radio... still plays! HokOmTd

¡The Old Radio... still plays! NQUBRsR
Caio.
Caio.
Membro
Membro

Masculino Idade : 24
Alerta Alerta :
¡The Old Radio... still plays! Left_bar_bleue0 / 100 / 10¡The Old Radio... still plays! Right_bar_bleue

Frase pessoal : A noir. E blanc. I rouge. U vert. O bleu.


Ir para o topo Ir para baixo

¡The Old Radio... still plays! Empty Re: ¡The Old Radio... still plays!

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Ir para o topo Ir para baixo

Ir para o topo

- Tópicos similares

 
Permissões neste fórum
Você não pode responder aos tópicos