Pokémon Mythology
Olá, visitante! Vejo que ainda não está conectado ao nosso fórum, faça login.
Espere, você ainda não está cadastrado? D:
Inscreva-se em nosso fórum e venha aproveitar as novidades que estamos preparando pra vocês. Conte uma história, poste uma arte ou um vídeo! Confira os guias de jogos, tire suas dúvidas e compartilhe sua jogatina. Disputa batalhas online com jogadores e participe dos RPGs. Converse sobre qualquer coisa, poste memes, faça novos amigos! Só não deixe de logar ou se inscrever.
Para cadastrar-se clique no botão 'Sign-Up' ou em 'Registrar-se' aqui abaixo. Seja bem vindo!
The Royal Wanderer - O Andarilho Real Pikalove
Pokémon Mythology
Gostaria de reagir a esta mensagem? Crie uma conta em poucos cliques ou inicie sessão para continuar.

The Royal Wanderer - O Andarilho Real

Ir em baixo

The Royal Wanderer - O Andarilho Real Empty The Royal Wanderer - O Andarilho Real

Mensagem por Paulo Lopes em Sex 29 Jan 2010 - 11:50

N/A: Bem, esta é uma das várias idéias de fics que eu tenho guardadas na minha cabeça. Eu não sou muito bom em transferir essas idéias para textos, mas eu tentei The Royal Wanderer - O Andarilho Real Icon_tongue
Esse é um prólogo e pode parecer meio confuso... As cenas acontecem em dois lugares, tendo uma linha separando cada cena.
EDIT 01/02/2010
____________________
Troquei o título por causa que tinha coisa escrita errada em inglês (Isso que dá confiar no não muito bom inglês de um amigo sem pesquisar U.U)

Prólogo

-Peguem-no! Não o deixem prosseguir! – Gritava um soldado para outros dois. Este soldado perseguia um homem encapuzado, que percorria apressadamente um corredor fracamente iluminado por tochas. Os dois soldados bloquearam a passagem para outra sala.
Rapidamente, o homem desfere, com um bastão, um forte golpe contra os dois soldados, que caem, liberando a passagem.

__________________________________________________________________________________________________________

-Senhor Wiley – Falou uma senhora, com um tom um pouco assustado, tentando acordar um homem – Senhor Wiley, acorde.
Sonolento, Wiley perguntou:
-Corine? Aconteceu algo?
-O senhor Hal, não está em lugar algum!
__________________________________________________________________________________________________________

O homem continuava seu caminho, atravessando salas, corredores e derrubando tudo e todos que estiverem em seu caminho. Parecia estar determinado no que ia fazer. Em um desses corredores, um soldado com uma armadura diferente dos demais aparece na frente do homem encapuzado.

-Parece que você quer ver meu senhor, não é? – Falou o soldado.
-Tenho contas a acertar com ele. – Falou o homem encapuzado, friamente.
-Não pense que vai ser assim tão facilmente. – Falou o soldado, empunhando a espada.
__________________________________________________________________________________________________________

Wiley dava ordens a vários soldados, que saíam dali rapidamente.
-Wiley, o que está acontecendo? – Perguntou um homem, aparentando ser um pouco mais novo, descendo as escadas.
-Hal não está em lugar nenhum.
-Talvez ele tenha ido rapidamente a algum lugar, voltando daqui a pouco...
-Não Alois... Eu sei que não foi isso...
“Hal, não faça nenhuma besteira... Você poderá se arrepender...” Pensava Wiley, aflito.
__________________________________________________________________________________________________________

-Maldito... volte... aqui... você... não... – Suspirava o soldado ferido, caído no chão.

O homem encapuzado o ignorou e continuou seu caminho. Ele arrombou uma porta e entrou em um recinto escuro, apenas iluminado pela Lua. Pelo pouco que dava para ver, era um recinto refinado, luxuoso.

-Quem está aí?! – Bradou um homem, que estava deitado na cama.
-O seu reinado de tirania acaba aqui...

N/A: Bem, é isto. Eu acho que os fatos ficaram corridos
The Royal Wanderer - O Andarilho Real Icon_neutral
Ficou legal? Ficou mais ou menos? Ficou péssimo? Dê sua opinião! Será de grande ajuda The Royal Wanderer - O Andarilho Real Icon_biggrin


Última edição por Paulo Lopes em Seg 1 Fev 2010 - 17:41, editado 2 vez(es)

________________
Fora de casa por 12 horas por dia, não tenho tempo para nada...
________________
The Royal Wanderer - O Andarilho Real
Cap. 01 - O Andarilho - postado, leia! Very Happy
________________
Sprites Estilo Emerald
Clique e veja Smile
Paulo Lopes
Paulo Lopes
Membro
Membro

Masculino Idade : 26
Alerta Alerta :
The Royal Wanderer - O Andarilho Real Left_bar_bleue0 / 100 / 10The Royal Wanderer - O Andarilho Real Right_bar_bleue


Voltar ao Topo Ir em baixo

The Royal Wanderer - O Andarilho Real Empty Re: The Royal Wanderer - O Andarilho Real

Mensagem por Rafael em Sex 29 Jan 2010 - 21:59

Ficou legal? Ficou ótimo! Você mostrou com clareza os locais onde se passava as cenas, e escreve MUITO bem! Vi poucas fic, até mesmo as de Pokémon, com a qualidade da sua!
Espero que continue!
Rafael
Rafael
Membro
Membro

Masculino Idade : 25
Alerta Alerta :
The Royal Wanderer - O Andarilho Real Left_bar_bleue0 / 100 / 10The Royal Wanderer - O Andarilho Real Right_bar_bleue


Voltar ao Topo Ir em baixo

The Royal Wanderer - O Andarilho Real Empty Re: The Royal Wanderer - O Andarilho Real

Mensagem por .Korudo Arty. em Sab 30 Jan 2010 - 14:58

O que devo dizer? Sua Fic não é boa... EXCELENTE é a palavra certa, mesmo sem forçar nada eu imaginava toda a cena como em um filme, tudo estava muito bem passado para nós leitores, pra mim você deve continuar, aliás vou reler de tão bom que o Prólogo é.

________________
The Royal Wanderer - O Andarilho Real Tu9CIfo
avatar
.Korudo Arty.
Membro
Membro

Masculino Idade : 22
Alerta Alerta :
The Royal Wanderer - O Andarilho Real Left_bar_bleue0 / 100 / 10The Royal Wanderer - O Andarilho Real Right_bar_bleue


Voltar ao Topo Ir em baixo

The Royal Wanderer - O Andarilho Real Empty Re: The Royal Wanderer - O Andarilho Real

Mensagem por Paulo Lopes em Seg 1 Fev 2010 - 17:14

N/A: Nossa, valeu pelos elogios The Royal Wanderer - O Andarilho Real Icon_biggrin
Bom, tentei me esforçar para fazer um bom capítulo... O capítulo começa após 10 anos do ocorrido no prólogo, mas não tem muita ligação com ele... EDIT: O texto ficou centralizado porque o mecanismo de formatação não gosta de mim The Royal Wanderer - O Andarilho Real Icon_neutral Tentei colocar para a esquerda quatro vezes e sempre voltava pro centro na pré-visualização The Royal Wanderer - O Andarilho Real Icon_neutral

Cap. 01 - O Andarilho

-Você soube que hoje fez dez anos desde que assassinaram aquele rei? – Lucia ouvia duas senhoras conversando. “Dez anos desde que aquele tirano desgraçado se foi” Pensava Lucia, com ódio daquele que arruinara sua vida. Com seus 16 anos, é agredida quase todos os dias por aquele que lhe prometeu oferecer “proteção”. De repente, sua reflexão foi interrompida por um grito histérico.


-Peguem ele! Ele roubou minhas compras! – Gritava uma mulher desesperada correndo atrás de um homem que estava com algumas sacolas na mão. Algumas pessoas começaram a correr atrás do ladrão, incluindo Lucia. Um homem, com cabelo comprido e barba, que usava uma roupa velha, cheia de buracos, estava sentado em um canto a alguns metros a frente do ladrão. O homem levanta-se e coloca-se à frente do ladrão, dando-lhe um soco certeiro no rosto. O ladrão cai sentado, mas rapidamente levanta-se e sai correndo, deixando as sacolas no chão.


As pessoas, vendo que aquilo acabara, começaram a voltar. O homem, que devia ser um andarilho, saiu andando em direção à saída sul da cidade. Lucia ficou observando-o. Algo nele tinha prendido sua atenção. Mas quem será ele? Lucia queria descobrir. Não sabia o porque, mas queria.


_______________________________________________________________________________________________________________________________

Dois dias se passaram desde aquele incidente do roubo e Lucia não parava de pensar no homem. O motivo, ela não sabia. “Afinal, ele é só um andarilho” pensava Lucia, não entendendo o porque de ficar focada nele.


Já era fim de tarde e Lucia estava na avenida principal. De relance, ela vê uma figura que não lhe é estranha. “Será ele?” Lucia perguntava-se. Logo, ela começa a segui-lo.


Alguns minutos seguindo-o, Lucia se vê no pior lugar onde podia estar, o pior lado da cidade. As pessoas “comuns” evitam este tipo de lugar, pois não é muito “amigável”. Lucia vê que a maioria das pessoas que estavam ali olhavam para ela. Todos homens. Mas Lucia não se intimida e continua sua perseguição.


-Ei loirinha – um grandalhão fala, vindo em direção de Lucia, que não estava dando muita bola -Vem cá, eu só quero te conhecer melhor! – Falava o cara, cambaleando. Estava visivelmente bêbado. – Ei garota, olhe para mim! – Gritou o cara, agarrando no braço de Lucia e a virando violentamente.

-Sai daqui! – Lucia grita, empurrando o cara, que acaba soltando-a. Em um lance rápido, Lucia olha para trás e vê que o andarilho parou de andar.

-Ei garota, não seja assim comigo… Eu só quero te levar pra um lugar – O grandalhão pega novamente o braço de Lucia e começa a puxá-la. Lucia começa a bater no braço do homem, mas ele continua puxando-a.


De repente, o homem sente um impacto nas costas, que o faz cair. Lucia fica impressionada com a perfeição da voadora que o andarilho executou no grandalhão. Uma habilidade dessas pode ser comparada a de um lutador profissional.

Dois homens se aproximam do andarilho.


-Mas quem é você para… - Fala um deles, mas é interrompido pelo grandalhão, que se levanta.

-Fiquem fora disso! Essa briga é minha – Falou o grandalhão, começando a sorrir diante do desafio.


Ele parte com os punhos fechados para cima do andarilho, pronto para dar um soco, mas o andarilho desvia, acertando um chute no meio do estômago do grandalhão, e logo em seguida, um gancho. Começa a escorrer sangue da boca do grandalhão.


-Maldito – Ele brada, tentando acertar o andarilho, que novamente desvia e o golpeia. O grandalhão recua por causa do impacto. “Esse desgraçado é rápido, tenho que tentar algo diferente”. O grandalhão olha para um canto e vê uma barra de ferro encostada na parede. Ele não pensa duas vezes e a pega. Ele parte para cima do andarilho e executa um golpe na horizontal com a barra. Rapidamente, o andarilho abaixa, desviando do golpe, e passa uma rasteira. O grandalhão cai no chão, batendo a cabeça, ficando inconsciente.

Um dos dois companheiros dele começa a correr em direção do andarilho.


-Quem você pensa que é para mexer com a gente?! – Gritava enquanto corria.


Ele fechou os punhos e estava prestes a bater quando o andarilho abaixa e empunha a barra, batendo-a contra as pernas do cara, que cai no chão, desmaiando. O andarilho vira-se para o lado que estava seguindo, mas sente algo na nuca. Algo de metal. Com um cano. Uma arma.


“Uma arma!” Pensa o andarilho, começando a ficar realmente intimidado desde que começou a brigar com eles. “Uma arma!” Sua mente repetia, não querendo acreditar nisso. Ele começa a suar frio. A ficar gelado.


-Um movimento e você já era – Falou calmamente o homem armado. – Você realmente deu trabalho para meus amigos, coisa que é raro alguém fazer. Mas sabe de uma coisa? Não fui com a tua cara. Se você ficar quietinho eu posso deixar você ir. Mas se eu te ver de novo por aqui eu…


O homem de repente para de falar e solta um suspiro. O andarilho parou de sentir a arma na sua nuca. Ele olhou pelo canto de seus olhos e viu uma pistola jogada no chão. Ele virou-se e viu que o homem estava desmaiado, e Lucia com a barra de ferro em mãos. O andarilho foi acalmando-se, parando de tremer.


“Estou vivo. Estou vivo. Ele não atirou em mim. Estou vivo.” Pensava o andarilho, tentando esquecer os últimos minutos. Ele começa a andar de novo.


-Ei – Lucia começa a ir atrás dele – Não vai falar nada?

-Obrigado – Disse o andarilho, não se importando muito com Lucia.

-Você luta bem para alguém como você.

-Legal – Respondeu friamente.

-Meu nome é Lucia.

-Prazer.

-Que mau humor hein?! Não vai falar nada além disso?


Lucia começa a caminhar e conversar, ou tenta, com o andarilho. Já era noite e eles se dirigiam para a saída oeste da cidade.



N/A: É isso. Depois de ter aprimorado o 1º capítulo (tive a idéia desse texto no ano passado, e esse capítulo já estava meio "esboçado" na minha cabeça) acabou nisso. Por favor, elogie se estiver bom, critique se estiver ruim, pois você estará me ajudando The Royal Wanderer - O Andarilho Real Icon_biggrin


________________
Fora de casa por 12 horas por dia, não tenho tempo para nada...
________________
The Royal Wanderer - O Andarilho Real
Cap. 01 - O Andarilho - postado, leia! Very Happy
________________
Sprites Estilo Emerald
Clique e veja Smile
Paulo Lopes
Paulo Lopes
Membro
Membro

Masculino Idade : 26
Alerta Alerta :
The Royal Wanderer - O Andarilho Real Left_bar_bleue0 / 100 / 10The Royal Wanderer - O Andarilho Real Right_bar_bleue


Voltar ao Topo Ir em baixo

The Royal Wanderer - O Andarilho Real Empty Re: The Royal Wanderer - O Andarilho Real

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum