Pokémon Mythology
Olá, visitante! Vejo que ainda não está conectado ao nosso fórum, faça login.
Espere, você ainda não está cadastrado? D:
Inscreva-se em nosso fórum e venha aproveitar as novidades que estamos preparando pra vocês. Conte uma história, poste uma arte ou um vídeo! Confira os guias de jogos, tire suas dúvidas e compartilhe sua jogatina. Disputa batalhas online com jogadores e participe dos RPGs. Converse sobre qualquer coisa, poste memes, faça novos amigos! Só não deixe de logar ou se inscrever.
Para cadastrar-se clique no botão 'Sign-Up' ou em 'Registrar-se' aqui abaixo. Seja bem vindo!
Naruto: Another Story - Página 2 Pikalove
Pokémon Mythology
Gostaria de reagir a esta mensagem? Crie uma conta em poucos cliques ou inicie sessão para continuar.

Naruto: Another Story

Página 2 de 5 Anterior  1, 2, 3, 4, 5  Seguinte

Ir em baixo

Naruto: Another Story - Página 2 Empty Re: Naruto: Another Story

Mensagem por Killer123 em Qui 5 Fev 2015 - 15:03

As coisas ficaram bem interessantes, coitado do Masaru caiu num Genjutsu que eu jamais iria querer cair espero que o coitado não fique mais lerdo do que já é. Vejo que o Taiki é talentoso em combate, mas não gosta de lutar realmente é bem legal isso pode ser por causa de seu passado misterioso, sobre erros ortográficos eu não notei a leitura estava tão boa que nem notei nenhum, Boa sorte no projeto cara. lol!

________________
Me chame de lixo, mas nunca de mentiroso.
Killer123
Killer123
Membro
Membro

Masculino Idade : 20
Alerta Alerta :
Naruto: Another Story - Página 2 Left_bar_bleue0 / 100 / 10Naruto: Another Story - Página 2 Right_bar_bleue

Frase pessoal : We'll shine like stars


Voltar ao Topo Ir em baixo

Naruto: Another Story - Página 2 Empty Re: Naruto: Another Story

Mensagem por DarkZoroark em Qui 12 Fev 2015 - 13:13

xKai o/
Antes de qualquer outra coisa, malz a demora em vir aqui postar o comentário. Semana passada foi meio corrida e nesta ainda tive de ver a rematrícula na faculdade. Na realidade, o comentário era para ter saído ontem, mas tive de dar uma saída durante a tarde, o que meio que dificultou a postagem. Enfim, vim aqui pagar meu débito. Então, sem mais delongas, vamos ao review:
Empregando de um overview geral preliminarmente, o capítulo foi muito legal e recheado de ação, dando destaque, é claro, a luta da Akane. Não que as outras tenham sido ruins, mas na questão de habilidades é mais do que óbvio que a luta de uma Jounin iria se sobressair. Curti o apelido dela. "The Burning Rose" meio que me fez lembrar do Yu-Gi-Oh! The Duelist of Roses do Play 2 - embora eu saiba que não tem nenhuma relação, mas enfim... Gostei também desse Furikaze Juunichirou. Personalidades psicóticas em geral são interessantes de se ler/ver em uma história.
Ficou bem legal a Ayaka agindo como líder do grupo. Mostra que ela é bem inteligente e, diferentemente de 90% das kunoichi durante o primeiro arco, útil. Ela me parece um Shikamaru um pouco menos antipático e mais pé no chão. Interessante a reação do Taiki durante a luta. Creio que tenha havido um trauma psicológico forte no passado para que ele não queira derramar sangue do adversário e sofrer com tremores - se já me falasse a razão pelo skype, devo dizer que me esqueci. Quanto ao combate do Masaru, apesar de não ter me atraído tanto quanto o dos outros - sei lá, creio que seja por ele não ter mostrado um leque tão amplo de suas habilidades - ainda assim foi bem legal. Utilização de Genjutsu em geral é pouco utilizada em Fanfics de Naruto, a não ser que tenha haver com o Sharingan. Então, foi legal ver um usuário experiente deles que não possuí kekkei genkai - não me esquecendo da Kurenai.
Erros não encontrei nenhum e, como de costume, sua escrita continua muito boa.
Fico no aguardo do próximo capítulo.
ninja

________________
Dark Zoroark
Naruto: Another Story - Página 2 Tumblr_ohascvRi2P1qemk2io3_500
DarkZoroark
DarkZoroark
Membro
Membro

Masculino Idade : 23
Alerta Alerta :
Naruto: Another Story - Página 2 Left_bar_bleue0 / 100 / 10Naruto: Another Story - Página 2 Right_bar_bleue

Frase pessoal : Let's Play!


Voltar ao Topo Ir em baixo

Naruto: Another Story - Página 2 Empty Capítulo 08: Eu não vou desistir. Trinta e dois golpes e uma esperança.

Mensagem por xKai em Sex 27 Fev 2015 - 17:30

Comentários:
Killer123: Bem, acho que o Masaru pode acabar surpreendendo neste capítulo. O Taiki é sim uma garoto talentoso, mas possui um medo absurdo de cruzar espadas com qualquer outra pessoa, seu medo de derramar sangue é proveniente de seu passado.

Dark Zoroark: Fica de boa em relação a demora, ultimamente nem eu que era The Flash pra fazer comentários tenho comentado, e nem sou uma pessoa ocupada. Neste capítulo mais uma vez a Ayaka irá se sobressair sobre os demais genins, talvez por suas habilidades, mesmo que ainda em desenvolvimento, estejam um pouco mais polidas. Sobre ela parecer um Shikamaru da vida, creio que seja exagero de sua parte, ela é esperta, mas não inteligente neste ponto. Assim como disse para o Killer123, o Masaru irá surpreender. É isso, no próximo episódio as batalhas envolvendo os genins irão finalmente ser decididas e então o seguinte terá foco na batalha de Akane e sobre o passado de Juunichirou.




Chapter 08:

Eu não vou desistir! Trinta e dois golpes e uma esperança.




A batalha envolvendo os combatentes de nível jounin estava bastante equilibrada, era difícil saber qual deles iria sair vitorioso dali. Já os genins pareciam estar tendo bastante dificuldade em enfrentar os perigosos chuunins. Taiki confronta Hayabusa e sua invocação, ao mesmo tempo em que seu corpo se estremecia ainda mais, temia a batalha em sí e o medo de derramar sangue alheio. Masaru estava preso em um terrível genjutsu, enquanto sorrateiramente sua adversária se aproximava para lhe dar o golpe final, uma vez que seu corpo estava desacordado. Ayaka era a única que naquele momento não se encontrava em desespero, a Hyuuga ainda confrontava o homem apenas com seu olhar, a batalha ainda estava para começar.

– O que foi princesinha, não vai atacar? – tentou provocar.

– (Tsk... Ele está claramente querendo levar isto pra um combate corporal... Tenho que tomar cuidado já que isto pode ser uma armadilha... Sabendo que sou uma Hyuuga seria suicídio, com certeza é uma armadilha!) – pensou.

Compreendendo claramente os riscos envolvidos em qualquer descuido, considerando também a grande massa do adversário, a garota aplica uma pequena quantidade de chakra em ambos os pés e então investe na direção de Dango, observando qualquer alteração em seu fluxo de chakra.

– Hehe... Assim Dango gosta... Em pedaços! Ganseki • Tekken!

Dango juntou suas mãos formando o selo do touro, logo em seguida suas mãos cresceram pelo menos três vezes o tamanho original, sua pele tomava um aspecto áspero, a pele que cobria seus punhos deixou de existir, tornando-se pura rocha. Não demorou para que o nukenin continuasse com seu ataque a medida que Ayaka se aproximava.

Ganseki • Dango! – utilizando suas grandes mãos para perfurar facilmente o solo o musculoso travava suas mãos no mesmo erguendo então um pedaço gigantesco de terra. Aquilo não era nada anormal levando em conta o seu tamanho, ainda assim era algo bem difícil de se acreditar.

– ( Se aquilo me acertar estarei morta. ) – pensou Ayaka enquanto mudava seu trajeto. A garota que antes corria na direção de Dango começa a correr lateralmente.

Dango por fim arremessa o enorme monte de terra na direção de Ayaka, que instantaneamente percebe uma brecha utilizando sua boa visão. A garota desliza por debaixo do monte de terra que havia sido lançado em meia altura, saindo totalmente ilesa, não havia tempo para pensar era só agir dali pra frente, pensou Ayaka enquanto iniciava seu ataque contra Dango.

– Aquilo foi bem perigoso, hein! Mas agora vou acabar com isso. – proferiu enquanto iniciava sua postura para a execução de seu estilo de luta.

Jūken! – a kunoichi então inicia seu combo de ataques com as palmas de suas mãos que possuem agulhas invisíveis a olho nu, acertando diretamente os tenketsus de seu adversário. Ombros, peito pescoço e rosto foram atingidos em questão de instantes, totalizando cinco golpes, logo após a série de ataques a garota muda sua postura rapidamente em frente ao adversário. – Jūho Sōshō! – acumulando uma maior quantidade de chakra em ambas as palmas das mãos a garota executa um poderoso golpe contra o peito do homem empurrando-o alguns metros. Aquilo apenas comprovou a força do ataque, sendo Ayaka uma garota franzina foi capaz de empurrar um homem com toda aquela massa para bem longe.

Apesar de aparentar ter sofrido um dano grave o gordo de tanquinho começa a se erguer novamente, estava sim ferido, mas era para ele não conseguir mexer os braços após ser atingido nos ombros e braços pelo Jūken de Ayaka, que apenas observa o homem a se levantar com uma expressão de dúvida em seu olhar, ficando puta da vida.

– Como... Pode ser? – questionou.






O corpo de Masaru estava desacordado sob aquele galho de árvore que acaba por salvar sua vida, se não estivesse bem ali, seu corpo incapaz de se movimentar teria se estatelado contra o chão da floresta metros abaixo, uma queda mortal para qualquer ser humano, mesmo sendo um ninja.

– Uma pena! Não esperava que fosse assim tão rápido... Esperava mais de um time treinado por aquela mulher... Bem, ela também não vai durar muito tempo... Ainda mais depois de dizer tão alto o segredo de nosso chefe. – a mulher parecia gostar de falar, afinal estava sozinha ali, Masaru estava inconsciente. – Não que você vá ouvir, não é? Mas sou uma pessoa gentil, sabe? Farei com que não sinta dor, será uma morte rápida. – afirmou enquanto se aproximava do ruivo.

Na mente de Masaru as imagens não paravam de passar em loops infinitos enlouquecendo o ruivo, cada vez que via a cena do casal sendo morto. Chegava um momento em que o ruivo estava sem o habitual olhar animado, seus olhos já não tinham brilho.

– E-eu não estou aqui... Essas lembranças não são minhas, mas são reais... Eu... – o ruivo proferia tais palavras a si mesmo enquanto seu olhar mudava e uma estranha sanidade tomava conta de sua mente confusa.

– Eu, pela primeira vez eu acho, estou pensando. – Naquele instante de clareza uma imagem veio a tona na mente de Masaru

Masaru se viu com 6 ou 7 anos de idade espiando uma grande sala médica por uma fresta da porta, dentro desta sala seu avô, Sarutobi Hiruzen, estava falando com um iryō-nin de olhos brancos, um Hyuuga.

– Seu neto tem um tenketsu a mais no cérebro, isso desorganiza o fluxo de chakra dele, Hokage-sama. – o médico proferiu ao velho.

– Hm... Um distúrbio de chakra no cérebro. Corrija-me se estiver errado, isso é característica de genjutsus? – disse o velho com um olhar pensativo.

– Creio que sim senhor.

Enquanto pensava o velho hokage colocou a ponta de seu cachimbo na boca e deu uma longa tragada com os olhos fechados em seguida soltou a fumaça pelo nariz.

– Isso pode ser interessante. – proferiu o hokage tirando o cachimbo de seus lábios.


– Um genjutsu consiste em desorganizar o fluxo de chakra cerebral do oponente. Quer dizer então que como eu já tinha uma desordem ficar preso aqui só organizou minhas idéias. Ah como eu odeio essa sanidade, e principalmente. – Masaru dizia enquanto um sorriso macabro e um olhar assassino se formavam em sua face. – Eu odeio a mulher que me colocou nessa situação.

Masaru então avançou contra a ilusão com suas mãos cerradas, sem arma estava decidido a sair dali ao destruir aquela horrível imagem que se dispersou com os golpes devido à força da raiva no coração do ninja.
Fora da ilusão, Musashi já erguia os cabelos ruivos do garoto e iria dar um fim em sua vida ao cortar-lhe a garganta com uma kunai, quando aqueles olhos castanhos do ninja se abriram e olhavam para a mulher que saltou para trás.

– Como diabos... – Ela tentava dizer, porém antes que a frase terminasse de sair de seus lábios a voz do garoto se fez mais alta.

– Cometeu um erro grande demais quando mexeu na minha cabeça. Você arrumou minha bagunça e vai se arrepender disso! – proferiu a segunda personalidade do ninja.

Masaru avançou contra Musashi empunhando uma kunai, como já de costume. A kunoichi que por sua vez, evitava uma curta distância, saltando para trás ao mesmo tempo em que atirava novas kunais com os sinos de genjutsu. O garoto formou em suas mãos um selo utilizando os dedos médios e indicadores de cada uma de suas mãos, formando uma cruz enquanto exclamava o nome da técnica.

Kage Bunshin no Jutsu!

Masaru havia feito apenas uma réplica de si mesmo ao mesmo tempo em que já tratava de indicar para seu igual a direção em que ele deveria prosseguir para o ataque. O verdadeiro foi pela direita enquanto a cópia foi pela esquerda, eis que uma perseguição tem início, a mulher saltava para trás, mas a esta altura ela percebera que Masaru não era o mesmo de antes e que pouco menos iria conseguir escapar, para vencer esta batalha ela deveria enfrentá-lo cara a cara. Musashi parecia um pouco nervosa por estar naquela situação, jamais imaginou que existisse alguém que poderia sair por conta própria de seu genjutsu.

– Não me importo com a habilidade que usou para escapar de minha ilusão, mas tudo isto será inútil. – a mulher então retira um pergaminho de sua bolsa e o abre em pleno ar, aquele pergaminho era bem comprido e em seu interior havia uma espécie de mapa.

Doton: Uitenpenexecutou os selos enquanto adicionava um pouco de seu próprio sangue naquela combinação.

O pergaminho então caiu em queda livre até o solo, que começou a ser modificado e a mudar toda a área ao seu redor, isto inclui toda aquela floresta que desaparece em um piscar de olhos. Agora era uma área com vários tipos diferentes de rochas e outros tipos de minérios, perfeito para uma lutadora de longa distância com ninjutsus do elemento terra e genjutsus possa lutar com toda sua liberdade.

Masaru e seu clone olharam ao redor observando a mudança do terreno então sorriram de forma um tanto macabra enquanto voltavam os olhos para a mulher, mesmo que estivessem em desvantagem naquele terreno aquele sorriso passava a impressão de ter a situação em mãos e certo terror em Musashi que não sabia bem como agir contra tal olhar tão obstinado.
– Seria essa uma tentativa desesperada de uma Kunoichi para conseguir terreno? Isso tudo é medo? – Disse o ruivo em um intimidador tom de confiança.

Após falar aquilo o ruivo pegou uma pequena pedra no chão, Musashi não sabia se era o clone ou o original que estava com aquela pequena rocha, e não se movia como se esperasse o garoto atacar. Rapidamente o garoto jogou a pedra contra a ninja e gritou.

Shuriken Kage Bushin.

– De novo isso? – Musashi exclamou logo lançando suas kunais contra as pedras fazendo com que elas mais uma vez colidissem.

No momento em que a poeira das pedras lançadas abaixou a mulher pode ver o vulto verde e laranja de Masaru já contra ela. Sem opção investiu contra o garoto com uma kunai na mão trespassando o rosto dele com a lâmina, porém logo uma nuvem de fumaça branca surgiu, ela havia acertado o clone que se desfez no impacto. Por trás dela Musashi ouviu aquela voz debochada.

– Bons sonhos! – disse Masaru imitando o que Musashi havia dito quando o pegou em seu genjutsu.Magen: Jibakurei.

Ao ouvir aquilo a ninja se virou rápido com sua arma em mãos pronta para apunhalar seu oponente, porém no momento em que seu rosto olhou sobre os ombros a ultima coisa que Musashi pode ver antes de desmaiar foram os grandes olhos castanho-claro de Masaru brilhando quando a pegaram em sua técnica ocular.






Ayaka ainda se questionava sobre o que acabara de presenciar. Alguém que teve várias de seus tenketsus fechados estava de pé em sua frente e não parecia estar nem um pouco fadigado, pelo contrário, estava forte o suficiente para debochar da kunoichi enquanto limpava a poeira de sua vestimenta.

– Até que foram tapas bem fortes, mocinha. Mas não se comparam aos meus! – debochou.

Várias placas de rocha começavam a soltar da pele do homem, estavam bem danificadas, era como algum tipo de arenito que se desfazia e lentamente tocava o solo, onde por fim se dispersava. A garota imediatamente começou a criar algumas teorias do que acabou de presenciar, era de fato uma das habilidades de Dango.

– ( Enquanto eu o atingia sua pele deve ter criado uma fina camada de rocha fazendo com que meus ataques fosse inutilizados, foi fina o bastante para que eu não percebesse, até agora... Esse caro... Burro desse jeito, como pensou em algo assim? ) – pensou a garota. As veias nas laterais de seus olhos estavam um tanto quanto dilatadas, talvez fosse pela frustração, ou quem sabe pelo ódio que a garota estava sentindo, ela deveria pensar em um contra-ataque rapidamente.

– Agora é a vez de Dango atacar! – exclamou o gigante que avançava com um salto, suas pernas agora estavam com uma tonalidade escura, sem dúvidas que iria atacar com elas.Ganseki • Tobikoshi!

Utilizando sua visão apuradíssima a Hyuuga salta para trás, aparentemente havia evitado o ataque com sucesso, até que no momento em que Dango aterrissa em terra uma grande quantidade de detritos do solo se levantam a partir da cratera criada, vários fragmentos de pedra e terra atingem a garota que cai no chão. Ayaka parecia um pouco frustrada consigo mesma após aquilo. Uma série de imagens então surge em sua mente, estava se lembrando de alguns ensinamentos de seu irmão mais velho, Hyuuga Neji.

Estavam em um lugar fechado, semelhante a um dojo, o chão era de madeira e havia alguns pilares de cor vermelha, também de madeira como sustentação do local. Neji é um jovem de pele clara, assim como todos os Hyuuga este possui olhos albinos. Seus cabelos eram de cor negra e trajava uma camisa de cor bege contrastando com as bermudas de tonalidade preta. Estavam treinando suas habilidades de luta e trocando golpes com a palma de suas mãos, eram ataques sutis e bem eficientes, o som das palmas sendo rebatidas ecoava no lugar fazendo aquilo tudo parecer um tipo de apresentação, mas nada ali estava planejado.

– Está errado Ayaka. Você não pode tirar os olhos do adversário, para conectar todos os golpes você deve se focar no corpo inteiro e ao seu redor. – explicou com sua habitual irritação.

– É difícil focar meus olhos em tantas coisas ao mesmo tempo... Durante uma luta séria então...

– Mas você deve conseguir. Nós da família secundária... Na verdade não teríamos acesso ao aprendizado destas técnicas, aprendi por conta própria e as estou lhe ensinando... Mesmo que não as complete você deve aprendê-las.

– Porque faz tanta questão assim... Eu nunca fui... – era interrompida.

– É nosso destino como Hyuugas, não podemos fugir do talento que nos foi concebido. – proferiu Neji.



Ayaka levantava um pouco trêmula, tirando aquele acumulado de terra que manchava suas roupas. Em seu rosto estava um sorriso que exalava confiança.

– Neji-nii... Eu não vou perder aqui... Acredito que seja parte do tal destino... Sou eu quem deve tirar este ódio que você possui pela família principal, por isso... Pela esperança que eu tenho neste destino, eu não vou desistir!

A garota avançava na direção de seu adversário com uma fúria intensa, mas não estava atacando de qualquer maneira, estava usando seu Byakugan melhor do que nunca. Dango executava socos e cotoveladas com seus membros transformados em rocha, a garota desviava e bloqueava de seus ataques com suas palmas carregadas de chakra, até que um dos golpes de Dango a acerta.

– Acabou, princesinha. – proferiu com um olhar sujo.

– Só se for pra você... – Proferiu a garota que segurava o punho de Dango com bastante força, impedindo-o de ter acertado sua barriga. A garota então o empurrou com uma rajada de chakra de suas mãos e iniciou seu contra-ataque. Estava em uma postura de combate diferente e então surge abaixo de ambos o símbolo dos oito trigramas.