Pokémon Mythology
Olá, visitante! Vejo que ainda não está conectado ao nosso fórum, faça login.
Espere, você ainda não está cadastrado? D:
Inscreva-se em nosso fórum e venha aproveitar as novidades que estamos preparando pra vocês. Conte uma história, poste uma arte ou um vídeo! Confira os guias de jogos, tire suas dúvidas e compartilhe sua jogatina. Disputa batalhas online com jogadores e participe dos RPGs. Converse sobre qualquer coisa, poste memes, faça novos amigos! Só não deixe de logar ou se inscrever.
Para cadastrar-se clique no botão 'Sign-Up' ou em 'Registrar-se' aqui abaixo. Seja bem vindo!
Naruto: Another Story - Página 3 Pikalove
Pokémon Mythology
Gostaria de reagir a esta mensagem? Crie uma conta em poucos cliques ou inicie sessão para continuar.

Naruto: Another Story

Página 3 de 5 Anterior  1, 2, 3, 4, 5  Seguinte

Ir em baixo

Naruto: Another Story - Página 3 Empty Re: Naruto: Another Story

Mensagem por Feartype em Ter 30 Jun 2015 - 18:55

Bem curtinho esse episódio mas explicou de forma clara o que vem ai... Gostei, não vou acrescentar mais nada além do que ja disse anteriormente para não me ficar repetindo. Tu tem jeito aí, continua com o bom trabalho Smile

________________
Naruto: Another Story - Página 3 Tumblr_n5nx04yVXn1sf5vppo1_500
Feartype
Feartype
Membro
Membro

Masculino Idade : 29
Alerta Alerta :
Naruto: Another Story - Página 3 Left_bar_bleue0 / 100 / 10Naruto: Another Story - Página 3 Right_bar_bleue

Frase pessoal : Não me Chatei-em que eu nao chateio


Voltar ao Topo Ir em baixo

Naruto: Another Story - Página 3 Empty Capítulo 13: O último pedaço que pertence ao Chouji. Shikamaru está no caso!

Mensagem por xKai em Qui 2 Jul 2015 - 0:02

Comentários:
xMatthew: Fala Mateus, valeu por comentar no capítulo, ultimamente não sei bem se a fanfic está agradando a tantos, poucos comentam, mas não é por isso que vou deixar de continuar a escrever, fico bastante contente que você tenha comentado, mas vamos ao que interessa. De fato Masaru e Taiki vivem se estranhando, mas o que eles pouco imaginam é o fato de que eles já são bastante amigos, apesar de não aparentarem muito, certamente penso em futuramente criar um peleja entre ambos para que resolvam seus problemas com os punhos, desta vez sem que ninguém os atrapalhe.

Feartype: Olá de novo Fear, fico feliz que tenha gostado do capítulo, bom como havia te dito pelo Skype, este capítulo ficou pequeno mesmo, mas para compensar, o capítulo que segue foi o maior escrito até o momento, então aproveite.


CHAPTER 13:


O último pedaço que pertence ao Chouji. Shikamaru está no caso!



Ainda na sala do Hokage os diversos ninjas de nível jounin estão reunidos perante ao repentino anúncio sobre o exame chuunin que se aproxima. O Sandaime Hokage calmamente lhes explicava da melhor forma possível como será feito o exame neste ano. Após uma breve explicação o homem novamente expele um pouco de fumaça, desta vez colocava seu cachimbo sobre a mesa e então se dirigiu ao ponto principal da reunião.

– Agora, para começar a seleção do exame chuunin. – pausou. – Comecemos por aqueles que cuidam dos novos genins. Por favor um passo a frente.

No mesmo instante cinco jounins se moveram um passo a frente, assim como ordenado pelo Kage. Estes jounins eram Yuuhi Kurenai, Sarutobi Asuma, Hatake Kakashi, Kurosaki Akane e Masumi Kyousuke. Sendo que deste seleto grupo, os dois últimos eram Jounins que foram promovidos há pouco tempo e agora estão exercendo a função de tutores.

– Kakashi, Kurenai, Asuma, Akane e Kyousuke... Certo? – disse enquanto conferia a ficha dos seguintes jounins. – Vocês gostariam de nomear algum genin para o exame? – perguntou. – Eu não preciso dizer, mas quando um genin completa pela menos oito missões eles podem prestar o exame se forem indicados por vocês. – pausou, então com um leve sorriso continuou o discurso. – Claro, ao completar mais do que isto eles continuam dentro das normas.

Umino Iruka, talvez fosse o único não-jounin naquela sala, o motivo de sua presença ali não podia ser outro senão o fato dele ser um dos melhores instrutores da academia ninja, todos os jovens genins, com exceção ao caso de Taiki, foram alunos dele até terem se tornado genins. Parecia estar bastante preocupado, afinal ele preza pela segurança de seus ex-alunos, que um dia serão o futuro da aldeia... Em sua mente era um absurdo a aceitação dos novatos no exame, mas mesmo que isto lhe incomodasse uma boa parte o deixara tranquilo, já que raramente genins novatos participam deste exame, para ele isto tornaria a acontecer este ano.

Ele não precisa nem perguntar... Eles não estão prontos ainda.pensou Iruka.

– Começando por você, Kakashi... Prossigam. – ordenou Hiruzen.

– Time 7 liderado por mim, Hatake Kakashi: Uchiha Sasuke, Uzumaki Naruto e Haruno Sakura. Por indicação minha eu os nomeio como aptos para exercerem o exame chuunin.

– Time 8 liderado por mim, Yuuhi Kurenai: Hyuuga Hinata, Inuzuka Kiba e Aburame Shino. Por indicação minha eu os nomeio como aptos para exercerem o exame chuunin.

– Time 10 liderado por mim, Sarutobi Asuma: Nara Shikamaru, Akimichi Chouji e Yamanaka Ino. Por indicação minha eu os nomeio como aptos para exercerem o exame chuunin.

– Time 13 liderado por mim, Kurosaki Akane: Sarutobi Masaru, Hakuryuu Taiki e Hyuuga Ayaka. Por indicação minha eu os nomeio como aptos para exercerem o exame chuunin.

– Time 21 liderado por mim, Masumi Kyousuke: Hagane Kuroi, Sakamoto Renji e Hasegawa Shizuka. Por indicação minha eu os nomeio como aptos para exercer o exame chuunin.

Era surpreendente, ninguém esperava que aquilo fosse acontecer, boa parte dos jounins comentavam entre si, aquela era a primeira vez em que todos os novatos eram escolhidos para exercer o exame, um acontecimento como aquele era o suficiente para chocar a plateia ali presente. Por outro lado, Iruka estava completamente desestabilizado, e não demorou muito para mostrar seu descontentamento com a situação.

– Hokage-sama! Por favor, permita-me lhe dizer uma coisa! – aclamou desesperado ao se aproximar. – Talvez eu esteja falando besteira mas... Destes quinze alunos, quatorze deles foram meus alunos na academia. Com certeza eles são muito talentosos, mas ainda é muito cedo para prestarem o exame! Deixe-os adquirir mais experiência antes que sejam nomeados para o exame. –  desabafou Iruka.

– Eu me tornei Chuunin quando tinha apenas seis anos, metade do que tem o Naruto agora. – indagou Kakashi.

Dito isto desabou uma grande bola de gelo, uma discussão ainda maior tomava um rumo desastroso entre Kakashi e Iruka que tinham opiniões um tanto quanto diferentes, por um lado Kakashi sabia que Naruto e Sasuke estavam entediados com as mesmas missões de sempre e queria lhes dar algo mais emocionante. Já Iruka queria proteger demais seus alunos não expondo-os ao perigo desnecessário.

– Kakashi, pare com isso. – disse Kurenai.

– Fique fora disso! Eles não são mais seus alunos. – exclamou em direção à Iruka.

Os cinco jounins encaravam Iruka de forma igual, ambos estavam satisfeitos em indicar seus genins e não pareciam mostrar arrependimento algum, bastava apenas que Iruka se acalmasse a aceitasse a situação.

– Alguns deles já podem até mesmo ter o ultrapassado, Iruka-kun. Por favor, não torne esta discussão maior do que o objetivo. – apontou Akane com o intuito de aliviar a tensão.

– Iruka... – chamou o Kage. – Eu entendo sua preocupação... Por isso este ano iremos fazer exames preliminares especiais para estes novos genins! – explicou.

– Preliminares? – perguntou Iruka surpreso.

Era manhã do dia seguinte, o Sol que brilhava timidamente por dentre um aglomerado de nuvens errantes que vagavam pelo céu, iluminava mais uma manhã, era possível ouvir o som de muitos pássaros e um movimento fora do normal começou a surgir no vilarejo, alguns ninjas de países próximos já haviam chegado e buscavam alojamento, muitas pessoas participariam do exame chuunin neste ano. O trio de protagonistas, ainda desavisado estava reunidos próximo ao Ichiraku Ramen, uma barraca de ramen, uma das mais famosas de Konoha.

– Não é normal a Akane-sensei furar com a gente... Será que aconteceu alguma coisa? – perguntou Taiki.

– Ela pode ter tirado o dia de folga hoje... – disse Masaru relutante sobre o assunto.

– Quanta seriedade hoje, Masaru! Não é comum vindo de você. – disse Ayaka estranhando o comportamento do companheiro.

– Nah... Só achei que seria legal tirar o dia de folga também... – respondeu com sinceridade.

– Ah... Típico... Não é Taiki-kun...?

Enquanto Ayaka dialogava com Masaru, Taiki furtivamente os deixou, se afastou tão rapidamente que Ayaka só percebeu a falta do garoto no momento em que iria direcionar seu olhar para ele. Estava confusa, rodeava toda aquela rua procurando pelo garoto até que o encontrou, estava ao lado de um rapaz gord... De ossos largos, ambos pareciam estar de olhos grudados na vitrine de uma loja de doces que abriu havia pouco tempo.

– Incrível... Veja só aqueles Yogashis! – proferiu Taiki salivando desenfreadamente.

– Aqueles Wagashi Manju também parecem ótimos! Hehe...

Dizia o rapaz de ossos largos. De acordo com suas vestes este era mais um genin de Konoha, sua bandana dividia seu cabelo ao meio, o mesmo era de cor marrom. Trajava uma jaqueta verde sobreposta por uma camisa branca a qual possui um símbolo vermelho em seu interior. Também um cachecol branco de tamanho demasiadamente grande, seu comprimento batia nos tornozelos do rapaz, que para completar seu look trajava uma bermuda de cor negra. Ayaka e Masaru logo seguiram na direção dos rapazes, até que um par de outros genins os alcançaram. A primeira era uma jovem garota de cabelos loiros, utilizava de uma franja com um rabo de cavalo cumprido, trajava blusa e saia, ambas curtas com a tonalidade púrpura que contrastava com seus belos olhos verdes. A garota utilizava de malhas de aço e algumas ataduras por dentre as roupas de forma que seu visual não fique muito sedutor. O outro era um rapaz de cabelos negros, trajava uma jaqueta cinza, sua bandana é localizada amarrada em seu braço direito e também utilizava de um rabo de cavalo, apesar deste ser um tanto quanto espetado. Em sua face uma expressão que refletia algum desanimado, este caminhava atrás da loira com ambas as mãos nos bolsos, um pouco irritado com os gritos da garota.

– Chouji! – gritou a loira. – Passamos o dia atrás de você! – gritou mais uma vez com aquela voz esganiçada.

– Oi! Espere aí Ino! – disse o rapaz tentando impedir a garota.

– Aqui Chouji, compramos outro pacote de batatas pra você! Agora vê se pare de nos irritar sobre aquele que foi roubado. – disse a garota lhe entregando o pacote.

– Que problemático... Agora não tem mais jeito, ele já se lembrou. – lamentou.

– Batatas...?

Sua expressão, que antes demonstrava tranquilidade e paz, agora fitava uma incrível fúria, seus olhos se tornavam brancos e seus dentes trincavam uns contra os outros. Parecia estar realmente muito furioso. Involuntariamente acabou pisando com força no pé de Taiki, que distraído com os doces se enfureceu de igual para com o garoto.

– Olha meu pé aí, seu gordo! – disse irritado.

– Sai de perto Ino, agora complicou! – exclamou o rapaz de rabo de cavalo afastando sua parceira. – Mas que problemático...

– Me chamou de que?! – perguntou aos berros. – Eu não sou gordo... Tenho apenas ossos largos!



Quatro dias se passaram desde que o Sandaime Hokage anunciou o exame chuunin perante a presença de vários instrutores e jounins do vilarejo. Por opção própria, Akane resolveu manter segredo de seu time sobre sua indicação, porém era um fato que hora ou outra eles iriam descobrir, uma vez que além de terem posse da indicação de sua tutora era necessário o consentimento dos três integrantes do time, para que assim possam participar o exame. Sem ter a intenção de deixá-los pressionados ou ansiosos, a jounin decidiu revelar a verdade faltando poucos dias para tal evento, após deixar seus alunos terem alguns dias de folga iriam todos retornar para seus afazeres. Uma vez que a mesma os indicou para o exame, estão todos proibidos de participarem de qualquer missão oficial, neste caso seria necessário um pouco de improvisação, para que a mesma conseguisse bolar um eficaz treinamento para que possa distraí-los tempo o suficiente.

Konoha - Terceiro campo de treinamento • Localizado no interior de Konoha, esta grande área descoberta, envolta por rios, campos gramados, montanhas e florestas é uma das principais áreas de treinamento do vilarejo, assim como grande maioria dos times, o time treze também executa seus treinamentos nesta área. Todo o dano causado no local devido aos treinamentos, são desembolsados dos atuais impostos que o vilarejo arrecada normalmente.  

Era uma peleja um tanto quanto desigual, Akane enfrentava os três genins de uma só vez, focava-se principalmente em desviar de seus ataques e bloqueá-los, enquanto os garotos tentavam de tudo o que estava ao seu alcance. Taiki e Ayaka focavam em combate corporal, o rapaz utilizava de sua Katana com ataques precisos, utilizando-os corretamente, porém com uma mera kunai a mulher os inutilizava, Ayaka utilizava seus punhos nada gentis e de nada resultava contra a mulher, Masaru que prefere lutar de longa distância não acertava sequer uma shuriken, e como era um treinamento de combate simples, técnicas eram estritamente proibidos naquela situação.

Ayaka com seu incrível senso de liderança fez um simples sinal com as mãos, Taiki rapidamente recuou, assim como a garota o fez. Masaru seguidamente disto se juntou aos dois e parece que juntos iriam tramar algum plano para combater a professora.

– Vamos fazer o seguinte... – tentou dizer Ayaka, antes de ser subitamente interrompida por Taiki.

– Não! – exclamou – Tenho uma ideia melhor. – respondeu rapidamente.

– Mas nem ouviu a minha ainda. – a garota reclamou o encarando nos olhos.

– Porque não usarmos uma isca? Enquanto alguém chama a atenção dela, dois de nós poderemos atacá-la.

– Nem ferrando! – anunciou Masaru – Até eu sei que isso é óbvio demais.

– Concordo... Dessa vez... – respondeu Ayaka olhando torto para Masaru.

– Saco. Será que podem esperar até eu terminar de falar? – reclamou o protagonista. – Justamente por ser tão óbvio que é genial! – Ela provavelmente vai perceber que o primeiro que a atacar será a isca e então já vai se preparar para um ataque dos dois que sobraram, mas aí é que o plano muda de vez! Durante nossa troca de papéis de isca e combatentes iremos inverter a ordem, aquele que será a isca irá combatê-la, enquanto os dois outros irão se movimentar para trás. Formaremos uma espécie de triângulo, tendo a sensei como o centro, nesta posição poderemos cercá-la e assim invertas nossas posições de iscas e combatentes sem alterar a formação, como se fosse um rodízio! –  explicava o garoto de forma bastante animada, fazendo poses, gestos e tudo mais o que lhe vinha em mente.

– Genial... – surpreendeu-se Ayaka.

– Não sei se entendi direito... Mas parece uma ideia interessante. –  disse Masaru apreensivo.

–  "Mesmo sem ter informações sobre as habilidades de cada um ele conseguiu inventar isso a partir do nada? Errado... Ele conhece sim... Sabe que o Masaru possui ótima capacidade de Salto, por isso o colocou na 'ponta' do triângulo e como nós dois possuímos melhor habilidade em combate corporal nos colocou como sendo a 'base'... Ele é mais inteligente do que eu achava."pensou a Hyuuga.

– Estamos esperando o que? Vamos logo, qualquer golpe que acertarmos nela será um progresso! – gritou Masaru. Mesmo estando alguns metros de distância Akane fora capaz de ouvir os berros do ruivo, mas simplesmente acenou para eles, provocando-os.

O plano já estava traçado, bastava que a combinação deste trio fosse no mínimo perfeita para que consigam enganar uma kunoichi de elite, como era o caso de Akane. Como o combinado, Ayaka e Taiki partiram em uma veloz investida contra a jounin, o rapaz empunhava sua espada e saltava de frente em pleno ar, forçando a mesma para trás, enquanto Ayaka avançava correndo em alta velocidade, forçando um combate corporal, ao mesmo tempo que lia os movimentos de seu parceiro para que não seja atingida por sua lâmina. Masaru dava a volta por trás de toda a confusão, para atacar Akane pelas costas, porém a Jounin já esperava por isso, mas ainda assim se espantou por ver Masaru atacando-a utilizando Taijutsu. Estava feito, a jounin agora estava dentro do "triângulo" que fora armado por Taiki, Masaru atacava-a utilizando socos e chutes mirando pontos como pescoço e cintura, porém eram facilmente interceptados, Taiki e Ayaka saltaram para trás alguns metros e partiram em uma nova investida, Masaru saltou sobre todos e agora mais uma vez a "ponta" do triângulo estava com ele, que era na verdade o responsável por atacar, Taiki e Ayaka ainda que atacassem serviam como ilusões, para que Akane se confunda com a mera presença deles.

– O que foi, sensei? Não consegue nos acompanhar? – provocou Taiki enquanto desta vez trocava de posição com Ayaka com uma veloz deslizada pelo chão enquanto a garota saltava por cima de seu ombro.

– Mas o que foi, já está ficando cansado? – perguntou com um sorriso falso.

Aquele sorriso fez Taiki diminuir sua mobilidade por alguns instantes, estava analisando o que lhe fora dito, seria uma provocação, ou uma possível dica? O garoto pensou pelo que lhe pareceu uma eternidade, no entanto se passaram apenas alguns instantes, até que ele percebeu rapidamente o que estava faltando naquela investida. Tirou rapidamente uma kunai de um de seus bolsos e a atirou contra Akane que rapidamente desviou, a Kunai então seguiu o seu caminho onde atingiria Ayaka que com bons reflexos golpeou o cabo da Kunai mudando sua direção e a fazendo ficar contra o solo, logo em seguida ela descobriu o plano de Taiki e repetiu o feito do garoto, Akane por mais uma vez se desviou e Masaru se tornou o alvo, Masaru então atirou uma shuriken contra a kunai, mudando sua trajetória, fazendo fincar contra o solo logo ao seu lado.

– Agora, Masaru! – exclamaram Taiki e Ayaka.

Ambos pegaram as Kunais fincadas contra o solo e as esticaram, ambas carregavam consigo fios que eram quase invisíveis, tais fios imobilizaram os braços da Jounin, de forma que não poderia de contrair ou retrair de onde estavam. Masaru então investiu contra a mulher mirando-lhe um soco no meio de seu estômago, porém há um milímetro do impacto ele removeu o seu punho, olhou para professora e com uma expressão de contentamento que era repartida entre seus parceiros, disse:

– Te pegamos!

Taiki e Ayaka acabam por cortar as linhas, visto que não haviam mais motivos para que lacrem os movimentos de Akane, mesmo imaginando que em uma batalha real aquilo não seria capaz de segurar a jounin, para eles, como equipe havia sido uma evolução sem precedentes. A emoção que Akane sentiu era tamanha que quase ficou sem palavras, ela tinha algo para dizer já há algum tempo, e então percebeu que este seria o melhor lugar para dizer.