Pokémon Mythology
Olá, visitante! Vejo que ainda não está conectado ao nosso fórum, faça login.
Espere, você ainda não está cadastrado? D:
Inscreva-se em nosso fórum e venha aproveitar as novidades que estamos preparando pra vocês. Conte uma história, poste uma arte ou um vídeo! Confira os guias de jogos, tire suas dúvidas e compartilhe sua jogatina. Disputa batalhas online com jogadores e participe dos RPGs. Converse sobre qualquer coisa, poste memes, faça novos amigos! Só não deixe de logar ou se inscrever.
Para cadastrar-se clique no botão 'Sign-Up' ou em 'Registrar-se' aqui abaixo. Seja bem vindo!
Ragnarok : O Herdeiro Travians Pikalove
Pokémon Mythology
Gostaria de reagir a esta mensagem? Crie uma conta em poucos cliques ou inicie sessão para continuar.

Ragnarok : O Herdeiro Travians

Ir em baixo

Ragnarok : O Herdeiro Travians Empty Ragnarok : O Herdeiro Travians

Mensagem por Poké1000 em Sab 3 Jul 2010 - 18:34

Bem, Ragnarok para os que nao conhecem, é um jogo online em que vc cria seu personagem(apenas cabelo que vc escolhe xD) e começa como um aprendiz e pode se tornar uma 1ª class(varias opçoes). Se não entenderem algo, podem perguntar ou ate msm pesquisar na internet ^^.
Bem, daqui a pouco posto o cap. 2 pois vou revisar e ver se não há erros. Comentem e tomara que gostem ^^.

Ai está a fic:


Ragnarok
O herdeiro Travians






Ø Prólogo



Há muito tempo atrás, uma guerra foi travada entre dois clãs que foram inimigos por muitos anos. Essa guerra seria para mostrar qual dos dois clãs era o mais forte. Um dos clãs era o Travians, composto por Bruxos, Sábios, Arquimagos e Professores muito poderosos e que possuíam bastante controle sobre os elementos da Terra (Água, Vento, Terra, Fogo e Raio). O outro era o Svardes, constituído por Mercenários, Arruaceiros, Algozes e Desordeiros, que eram ótimos no uso do veneno.

A grande batalha ocorreu no Feudo de Britoniah, nos arredores de Geffen, a cidade da magia. Quando a batalha começou era noite e havia uma densa neblina no local, e de pouco em pouco uma tempestade se formou. A batalha durou muitas horas, os dois lados tinham perdido muitos de seus guerreiros, até que só sobraram três Arquimagos e dois Professores, contra cinco Algozes e sete Desordeiros, entre eles o Arquimago Slather Sheink Travians, sua esposa Hari Daron Travians, que não estava na batalha, mas sim mantendo seu filho, herdeiro dos Travians, em segurança; O Professor, amigo de Slather e Hari, Ernest Freins Travians. E no clã Svardes, o Algoz Winster Svardes e o Desordeiro Astler Zarok Svardes. Depois de um tempo os únicos que sobraram foram Slather, sua esposa e seu filho, e seu amigo Ernest contra apenas Winster e Astler, mas esses dois tinham conseguido envenenar Slather e ele estava perdendo muita energia. Então depois de um tempo eles iriam atacar Hari e o bebê, mas Slather entrou na frente, sacrificando sua vida por sua mulher e filho, mas antes de morrer ele pediu para seu amigo cuidar de sua família, e então cai no chão morto. Ernest e Hari começam a correr para salvarem suas vidas, mas quando estão conseguindo uma boa distância, eles escutam o Algoz pronunciar as palavras “Faca Envenenada!”, e no segundo seguinte uma pequena faca com muito veneno acerta as costas de Hari. A mulher entrega o bebê a Ernest

- Cuide bem de meu filho, por favor, ensine a ele tudo que você sabe... A geração dos Travians deve continuar. Diga meu nome, o de seu pai e o dele, Karistor Daron Travians. F-faça o melhor por mim e meu marido, Adeus velho amigo. – O veneno se alastrava pelo corpo de Hari, até que ela caiu morta no chão.

Ernest se vira e vê o Algoz já se preparando para mandar um ataque de Faca Envenenada, quando Winster termina de pronunciar as palavras, uma faca repleta de veneno vai em direção do Professor, mas Ernest bota a mão no bolso e retira uma asa de borboleta, ele fecha os olhos e a esmaga e grita “Retornar”, e então o Professor e o bebê desaparecem. Ao abrir o olho, Ernest vê que está na cidade de Juno.

- Aqui estaremos seguros. – Diz o Professor olhando para o menino.





Capítulo 1: Próximo destino, Ilha dos Aprendizes!!!




Já faz 12 anos que a guerra entre Travians e Svardes aconteceu. Karistor hoje completou 13 anos e mora em segurança com Ernest em uma casa, que através do grande poder mágico do Professor, flutua abaixo da Guilda dos Sábios em Juno.

No dia do aniversário do garoto, Ernest o acordou um pouco cedo, Karistor estava atrasado para algo que nem ele mesmo sabia. Então ele acordou se arrumou e desceu para tomar seu café da manhã.

- Bom dia tio. – Como Karistor tinha perdido seus pais, ele considerava Ernest, o homem que cuidou dele sua vida toda, como seu tio. – Por que eu tive que acordar tão cedo hoje?

- Bom dia! Feliz Aniversário! – Diz o Professor segurando um pacote longo.

- Obrigado tio Ernest!!! O que é?? – Pergunta o garoto entusiasmado.

- Abra para ver.

Karistor abre o seu presente e quando vê, era um cetro.

- Nossa! Muito obrigado tio! Que tipo de cetro é esse?

- É um Bastão Arcano, um ótimo cetro para magos. – O cetro era azul e em sua ponta havia o rosto de uma caveira com um pequeno cristal no meio.

- Muito obrigado mesmo.

- Bem, vá se arrumar rápido.

- Para que?

- Outra surpresa.

Karistor correu para seu quarto para se arrumar, ele queria saber logo qual era a surpresa.

Ernest e Karistor saíram da casa e foram para Alberta( a cidade porto de Rune Midgard) usando um pergaminho de tele transporte. Ao chegarem em Alberta foram em direção do porto. Karistor estava muito curioso e dava passos longos para chegar mais rápido. Então Ernest leva o menino para uma multidão em volta de um marinheiro.

- Todos que vão para a Ilha dos Aprendizes entre no barco! Ele irá partir daqui a 10 minutos. – Diz o marinheiro.

Karistor olha para Ernest, sem entender nada, e vê o Professor com um riso no rosto.

- Bem, essa é a 2ª parte de meu presente, espero que goste.

- Nossa! tio, então eu vou para a Ilha dos Aprendizes e me tornar um aprendiz?

- Sim, e espero que dê o melhor de si lá no campo.

- Sim, vou sim.

Karistor e Ernest se despediram e então o garoto entra no barco junto com vários jovens, alguns aparentavam ter a mesma idade de Karistor.

O garoto entrou e foi para seu quarto no barco, lá ele ficou com mais dois garotos. Um era um jovem de 13 anos chamado Sheizer Alastoro; E o outro era Max Thero, de 12 anos. Os três ficaram conversando por horas sobre suas classes e outras coisas, Max queria se tornar um Cavaleiro, Sheizer, um Caçador e Karistor, como já era de se esperar desejava se tornar um poderoso Bruxo como toda sua família.

Após um tempo um grande apito é ouvido por todos no navio, e logo depois, todos saíram correndo para ver o que era. Quando Karistor e seus amigos saíram de seus quartos viram que eles já tinham chegado à Ilha dos Aprendizes.



Enquanto isso, em Morroc...



Em uma das pirâmides de Morroc, está localizada a guilda dos Gatunos. E lá dois jovens faziam o teste para se tornarem essa classe, um garoto bem magro, e uma garota alta, e duas pessoas secretamente os observavam. Eles foram bem no teste e se transformaram em Gatunos, a classe mais usada no roubo. Quando acabaram, foram se encontrar com um amigo em Morroc, o amigo havia se tornado um mercador, ele era um garoto gordinho e um pouco baixo. Então repentinamente um vento forte, junto com algumas folhas, cerca os três amigos, e depois eles desaparecem.

Os três acordaram e viram que estavam em um lugar escuro, parecia uma cidade destruída, com muros quebrados, casas destruídas... Era Glast Heim.

- Olá meus jovens. – Diz uma voz misteriosa.

- Quem é você? Onde você está? Onde nós estamos? O que quer com a gente? – Pergunta a jovem gatuna assustada.

- Calma, de vagar, sem tantas perguntas. Eu sou Winster Svardes e esse é meu amigo Astler Zarok Svardes. Somos os últimos descendentes do clã Svardes. Vocês estão em Glast Helm. E eu soube que vocês são bastante malvados, e queríamos que vocês trabalhassem para nós. – Ao dizer isso, o Algoz pega três cristais negros e os joga um em cada jovem.

- Nós faremos o que vocês mandarem. – Dizem os três, estavam hipnotizados.

- Hahaha. Muito bem, como primeira missão queremos que vocês achem um jovem chamado Karistor Daron Travians e matem-no. Ele se encontra no Campo dos Aprendizes.

- Sim senhor.

Cada jovem pega um tele transporte e usa para aparecer em Alberta...


Última edição por Poké1000 em Sab 3 Jul 2010 - 18:41, editado 5 vez(es) (Razão : tamanho da letra)
Poké1000
Poké1000
Membro
Membro

Masculino Idade : 26
Alerta Alerta :
Ragnarok : O Herdeiro Travians Left_bar_bleue0 / 100 / 10Ragnarok : O Herdeiro Travians Right_bar_bleue


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ragnarok : O Herdeiro Travians Empty Re: Ragnarok : O Herdeiro Travians

Mensagem por Poké1000 em Sex 9 Jul 2010 - 21:22

Demorei um pouco para postar o cap.2 pois estou sem tempo. Pretendo ir postando os caps. semanalmente. AI está o cap.2:

Capítulo 2: Aventuras na Ilha



Quando chegaram à Ilha dos Aprendizes, Karistor e seus amigos, apenas conseguiam ver muito mato, uma ponte muito velha e bem longe um belo castelo.
Todos saíram do barco acompanhados de uma jovem de cabelos curtos e loiros chamada Aria, e foram em direção do Castelo. Chegando lá, uma mulher estava atrás de um balcão e após ver as pessoas entrando ela se levantou.
- Atenção! Peço que vocês formem quatro filas, duas para mulheres e duas para homens. – Gritava a mulher. – Vou fazer as inscrições de vocês. Aqui vocês serão divididos em grupos de cinco pessoas. Eu vou ir falando seus nomes e vocês vão indo para o quarto do seu grupo. Amélia Armstre!
Uma jovem levantou e foi para o quarto 1.
- Sheizer Alastoro! – Sheizer, o amigo de Karistor, levantou e foi em direção do quarto. – Max Thero!... Amanda Heio!... E por último Karistor Daron Travians! O grupo 1 foi formado.
Os cinco jovens do primeiro grupo entraram no quarto. O quarto era grande com janelas de vidro e cortinas brancas, havia cinco camas.
- Olá, meu nome é Amélia. E qual é o de vocês?- Pergunta Amélia, uma jovem um pouco baixa e de cabelos longos pretos. – Digam seus nomes, idade e a classe que vão ser, para nos conhecermos. Amélia Armstre, 13 anos, ninja.
- Sheizer Alastoro, 14 anos, arqueiro-caçador.
- Max Thero, 13 anos, espadachim-cavaleiro.
- Amando Heio, 14 anos, noviça-sacerdotisa.
- Karistor Daron Travians, 13 anos, mago-bruxo.
Quando Karistor disse Travians, todos ficaram com uma expressão de susto.
- Você disse Travians? – Pergunta Amanda assustada.
- Sim.
- Nossa! Esse é um dos clãs de bruxos mais fortes que já existiu!
- Caramba! É sério Karistor? – Pergunta Max.
- Sim. É verdade.
- Bem, acho que é melhor irmos dormir logo, amanhã começará nosso treinamento. – Diz Sheizer.
- Está bem! – Respondem todos os outros e vão dormir.
No dia seguinte eles acordam e reparam que tem caixas em cima de cada cama. Todos abrem as caixas curiosamente. Dentro delas havia um traje de aprendiz e uma faca para cada um, uma vembrassa e uma casca de ovo para usar como elmo. Eles se vestiram e saíram do quarto para ir ao salão principal, onde teriam sua primeira aula. Ao chegarem lá, havia algumas pessoas esperando, mas ainda faltavam 10 minutos. Quando todas as pessoas chegaram um homem vestido com uma armadura grande e com uma capa azul entrou na sala e foi em direção aos jovens.
- Bom dia pessoal, eu sou o Templário Yan. Eu sou o instrutor de batalha de vocês. Irei ensinar a vocês táticas de batalha, melhores elementos em batalha. Bem, vamos começar. Vocês sabem que em Rune-Midgard existem muitos monstros que vocês devem derrotar para se tornarem mais fortes e virarem alguma classe. E além de usar suas armas em batalhas contra monstros, há a Guerra do Emperium, em que os clãs lutam entre si para ver qual consegue dominar o castelo primeiro. Mas em todos os tipos de batalha você deve pensar bem em uma estratégia para derrotar seus inimigos, pense no elemento dele e assim você vai saber qual melhor arma para derrotá-lo. Algum de vocês sabe qual a fraqueza do elemento Terra?
- Eu sei! – Karistor levanta a mão. – É o elemento Fogo.
- Isso! Muito bem. Parece que você vai ser um Mago. Estou certo? – Pergunta Yan.
- Sim.
- Então você deve aprender bastante sobre os elementos, pois você vai usá-los muito em suas batalhas. Bem, continuando nossa aula, para finalizar gostaria dizer para vocês uma de minhas melhores técnicas de batalha, o Ataque de Corte, quando vocês querem que a batalha acabe rápido, dê três ataques na cabeça do monstro para que ele fique confuso e então você corre na direção dele com sua espada inclinada do seu lado, passe por ele fazendo um corte, depois faça o mesmo do outro lado, isso faz com que o monstro perca muita energia. Bem, minha aula acabou, a próxima aula de vocês é daqui a 5 minutos na sala da esquerda. Bom dia e Boa sorte na jornada de vocês. Tchau.
Todos os aprendizes saem e vão para a sala da esquerda. Nela encontram uma jovem Ferreira treinando seus golpes usando um enorme machado. Quando ela vê os jovens entrando, para, guarda seu machado e vai na direção dos aprendizes.
- Olá jovens, meu nome é Leila, sou a instrutora de vocês e vou ensinar sobre itens. Existem variados tipos de itens, os itens são classificados em: Itens de uso, itens de equipamento, e itens simples, que são usados para vender, ou para fazer armas, etc. – Então Leila pega cinco itens e os bota em cima de uma mesa a sua frente e aponta para um dos aprendizes, era Max Thero. – Você pode classificar esses itens para mim por favor?
- A poção verde é um item de uso, as Luvas são equipamentos, a asa de mosca é de uso, o Jellopy é um simples e as Asas de anjo, são itens de equipamento.
- Muito bem você acertou todos. Agora irei dar essas poções de aprendizes a vocês, elas irão ajudar nos testes de combate. Agora a próxima e última aula de vocês é na sala à esquerda. Boa sorte. Tchau.
Todos saem e vão para a última aula. Dentro da sala havia um Monge equipando suas Whaughuaks, equipamentos de ataque usados nas mãos para atacar os oponentes, e equipando também suas Lendárias Asas de Anjo, equipamentos usados na cabeça, aumentam a agilidade do usuário.
- Olá, sou Jerry, o instrutor de Habilidades. Eu irei ensinar a única habilidade de um aprendiz, Primeiros Socorros. Quando vocês estiverem em uma batalha e não estiverem com muita energia, se usarem Primeiros Socorros suas energias vão se recuperar em três segundos. Agora, vou ensiná-los como usar esta habilidade. Estiquem seus braços, bem abertos, batam palmas uma vez e estiquem os braços novamente e então gritem “Primeiros Socorros”.
Todos fizeram isso, então uma luz azul envolveu o corpo deles.
-Nossa! Vocês são muito bons, já aprenderam a usar essa habilidade. Mas precisam se aperfeiçoar nela está bem? Então Tchau pessoal, e Boa sorte com os seus testes.
Naquele dia todas as aulas haviam terminado e no outro dia eles teriam os Testes de Combate, então todos foram dormir. Mas algo acontecia do lado de fora do castelo, três pessoas usando esconderijo uma habilidade de gatuno em que a pessoa pode ficar invisível, entraram na ilha dos aprendizes, subiram no telhado e foram para a área dos testes de combate e lá ficaram escondidos até a hora do Teste.
Chegou o grande dia, a última etapa, o Teste de Combate. Todos acordaram bem cedo, quando se levantaram havia um pacote na cama de cada um. Eles abriram bem rápido, dentro tinha um Traje de Aprendiz, Sapatos de Aprendiz, uma Vembrassa, uma Casca de Ovo, que é usada como chapéu, e uma Adaga do Aprendiz. Eles se equiparam e foram para o Salão Principal. Lá tomaram o café da manhã, e se prepararam para o teste, quando chegaram no grande portão para os campos de batalha, havia um Lorde, esperando pelos aprendizes.
- Olá pessoal! Meu nome é Farlon e irei explicar as regras do Teste de Batalha. Cada grupo deve fazer 50 pontos no Campo fácil, 75 Pontos no Campo médio e 125 Pontos no Campo difícil. O Campo Fácil é constituído pelos seguintes monstros: Poring, Drops, Lunático, Pupa, Fabre, cada um valendo 2 pontos. Campo médio: Salgueiros, Condores, Esporos, Besouros Ladrões e Rockers, cada um vale 3 pontos. Campo difícil: Besouros Ladrões Fêmeas, Filhotes de Lobos, Poporings e Marins, cada um valendo 5 pontos. Esta pequena máquina irá registrar o número de pontos que vocês têm. No final quando conseguirem o total de pontos, falem com o Guarda na saída, que se localiza no Campo difícil que ele deixará vocês entrarem no Exame Escrito para serem mandados para seus locais de Testes de 1ª classe. Agora Boa sorte! E QUE O TESTE COMECE!!!!
O portão se abre, e todos os aprendizes correm para o campo. O grupo de Karistor quis se dividir.
- Bem pessoal se cada um derrotar os monstros para dropar( palavra usada para indicar os itens que caem dos monstros) os itens que precisa, iremos acabar bem rápido com isso, então vamos nos dividir. Karistor você mata Lunáticos e Fabres, enquanto vamos matar os outros monstros. – Diz Amanda.
Então eles começam a matar seus monstros, sem saber o que os aguardam no Campo Difícil.
Karistor começa a procurar por seus alvos, consegue achar bastante Fabres (pequenas larvas verdes e com espinhos) e poucos Lunáticos (coelhos brancos e com orelhas muito grandes, são tão peludos que é difícil de encontrar os olhos desses monstrinhos), mas assim vai conseguindo bastante Plumas e Felpas, depois de matar 10 monstros, ele decide matar alguns Porings e Drops(monstros de gelatina, são constituídos por uma “família”, Porings, Drops, Poporings e Marins, esses são os principais, e cada um possui uma cor que os diferencia: Porings são rosas, Drops são laranjas, Poporings verdes e Marins azuis) com seus amigos.
- Pessoal, soube que tbm precisarei de Jellopy’s no meu teste e por isso irei matar alguns Porings e Drops com vocês, tudo bem? – Diz Karistor.
- Claro! Nós já conseguimos alguns, e se você não falasse isso antes iríamos vender. – Diz Max sorrindo.
Vinte minutos se passaram rapidamente, e quando Amélia olha para o contador de pontos, vê que só falta mais dois pontos, ou seja, um monstro. Então Sheizor que iria ser arqueiro e tinha uma boa precisão pegou uns três jellopys que encontrou no chão e arremessou-os com muita força em um Poring que avistou, quando o derrotou, a máquina apitou, oque significava que eles tinham completado a quantidade de pontos. Então eles começaram a caminhar pelo campo em direção ao portal onde se encontrava o guarda da mudança de campo.
Na metade do caminho eles encontraram uma ponte estreita e meio velha, passaram um de cada vez, estavam com medo de que aquela ponte se partisse ao meio, por seu estado atual. Chegaram ao outro lado e continuaram andando até encontrar o guarda.
- Olá senhor, nós já completamos os 50 pontos. – Diz Max.
- Deixa eu ver a máquina de vocês, por favor. – Pede o guarda, e segura a máquina do grupo, entregue por Amélia. – É, vocês conseguiram, podem passar pelo portal e estarão no Campo Médio. Sigam.
- Obrigado. – Diz Karistor.
Eles passam pelo portal, eles fecham os olhos e sentem uma leve e fria brisa em seus rostos, e ao abri-los reparam que o campo em que se encontram é diferente dos que estavam antes. Esse novo campo era montanhoso e ventava bastante ali. Os monstros que mais haviam por ali eram Besouros Ladrões (pequenos besouros que adoram roubar itens das pessoas), Esporos (monstros iguais a caules e com grandes esporos na cabeça) e Rockers ( grandes gafanhotos que ficam tocando violino), os Condores (pequenos condores com o pescoço muito fino e com um bico bem apontado) voavam pelo campo, e nas partes montanhosas eram encontrados Salgueiros (monstros que tinham o corpo todo de tronco).
- Bem pessoal, irei caçar alguns Condores para recolher algumas flechas já que vou me transformar em um arqueiro, e alguns Salgueiros, pois vou precisar dos troncos que eles dropam para fazer meu teste. – Fala Sheizor ao resto do grupo.
-Tudo bem cara. E nós vamos te ajudar, iremos matar alguns Salgueiros também, então se preocupe mais com os Condores, irá precisar de bastante flechas. – Diz Max.
O grupo começa a caçar, a dificuldade estava cada vez maior, e eles estavam cada vez mais fortes também. Max atacava os monstros e se defendia deles usando sua vembrassa, enquanto seus amigos derrotavam os monstros que estavam o atacando. Alguns monstros ao serem atacados, atacam apenas quem os atacou primeiro, já alguns monstros não, atacam qualquer um do grupo, esses são monstros chamados Passivos, que só atacam se forem atacados, a não ser os monstros que são invocados através de Galhos Secos (itens usados para invocar monstros). Mas além desses, existem também os monstros Agressivos, que atacam a qualquer um que estiver por perto.
Depois de aproximadamente 25 minutos, eles tinham terminado o teste, mas Sheizor ainda precisava de mais 5 Troncos então cada pessoa do grupo foi para cada pequena montanha rochosa que haviam no campo, cinco no total, em cada uma das montanhas havia um Salgueiro, quando derrotaram os monstros cada um conseguiu um Tronco, e já podiam ir para o próximo teste. Atravessaram outra ponte, mas essa dava mais medo, pois embaixo dela, havia muitas pedras pontudas e um rio passava por lá, não era igual a anterior em que embaixo apenas tinha um campo florido. Quando chegaram do outro lado da ponte avistaram o guarda e foram logo falar com ele.
- Senhor, já conseguimos os 75 pontos para passar de campo. – Diz Amélia entregando a pequena máquina a ele.
- Está tudo certo. Vocês já podem seguir ao Campo Difícil, a última parte do teste. – Diz o guarda.
- Ok, obrigado. – Diz Max.
- Ah, e parabéns, o grupo de vocês foi o primeiro grupo a terminar o Campo Médio, e que coinscidência, vocês são o Grupo 1.
- Nossa!!! Isso é verdade? Fomos os primeiros? Que legal. – Bradou Amanda.
- Pronto, passem por aqui e chegarão no próximo campo. Boa sorte a vocês.
- Obrigado mais uma vez. – Disse Max.
E então eles entram no portal localizado atrás do guarda.



Espero que gostem e comentem.


Ragnarok : O Herdeiro Travians Quilava2


Última edição por Poké1000 em Sex 9 Jul 2010 - 21:26, editado 2 vez(es) (Razão : Problemas com tamanho da letra)
Poké1000
Poké1000
Membro
Membro

Masculino Idade : 26
Alerta Alerta :
Ragnarok : O Herdeiro Travians Left_bar_bleue0 / 100 / 10Ragnarok : O Herdeiro Travians Right_bar_bleue


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ragnarok : O Herdeiro Travians Empty Re: Ragnarok : O Herdeiro Travians

Mensagem por Sweets em Seg 12 Jul 2010 - 17:02

Aquele seu primeiro capítulo só não ficou legal pela letra imensa, o segundo ficou muito juntinho.


Separe ele um pouco mais, com dois "enters" entre as falas.

Eu não entend muito de Ragnarok, mais sua fic tem futuro.

Boa sorte com ela!^^
Sweets
Sweets
Membro
Membro

Masculino Idade : 24
Alerta Alerta :
Ragnarok : O Herdeiro Travians Left_bar_bleue0 / 100 / 10Ragnarok : O Herdeiro Travians Right_bar_bleue

Frase pessoal : Choices.


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ragnarok : O Herdeiro Travians Empty Re: Ragnarok : O Herdeiro Travians

Mensagem por juan_jrb em Seg 12 Jul 2010 - 17:53

Sua fic está de bom tamanho e com boa acetuação gráfica, só precisa melhor o separamento das falar que estão grudadas. Nunca mude o tamanho dos episodios, esta muito bom.
juan_jrb
juan_jrb
Membro
Membro

Masculino Idade : 23
Alerta Alerta :
Ragnarok : O Herdeiro Travians Left_bar_bleue0 / 100 / 10Ragnarok : O Herdeiro Travians Right_bar_bleue

Frase pessoal : b² - 4.a.c


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ragnarok : O Herdeiro Travians Empty Re: Ragnarok : O Herdeiro Travians

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum