Pokémon Mythology
Olá, visitante! Vejo que ainda não está conectado ao nosso fórum, faça login.
Espere, você ainda não está cadastrado? D:
Inscreva-se em nosso fórum e venha aproveitar as novidades que estamos preparando pra vocês. Conte uma história, poste uma arte ou um vídeo! Confira os guias de jogos, tire suas dúvidas e compartilhe sua jogatina. Disputa batalhas online com jogadores e participe dos RPGs. Converse sobre qualquer coisa, poste memes, faça novos amigos! Só não deixe de logar ou se inscrever.
Para cadastrar-se clique no botão 'Sign-Up' ou em 'Registrar-se' aqui abaixo. Seja bem vindo!
Naruto: Another Story - Página 4 Pikalove
Pokémon Mythology
Gostaria de reagir a esta mensagem? Crie uma conta em poucos cliques ou inicie sessão para continuar.

Naruto: Another Story

Página 4 de 5 Anterior  1, 2, 3, 4, 5  Seguinte

Ir em baixo

Naruto: Another Story - Página 4 Empty Re: Naruto: Another Story

Mensagem por Mandy-chan em Sex 23 Out 2015 - 10:52

Yo xKai, desculpa a demora de novo.

► Sobre o capítulo 15

No geral o capítulo foi só algo para adiar um pouco mais o exame, apesar de ter vários pontos importantes, como estabelecer uma rivalidade Sasuke x Taiki o que já era esperado. A luta em si foi legal, mas não pude deixar de imaginar um grito em conjunto do Taiki e do Lee dizendo "PORRADA NO SASUKE", basicamente esse é meu review da luta.
Já outro ponto que adorei foi a olhada nos outros times, principalmente no time rival, a cada aparição que esses três surgem passo a gostar mais do jeitão idiota do Kuroi e menos da atitude egoísta e orgulhosa da Shizuka enquanto sou neutra com o Renji, afinal ele ainda não teve tempo de brilhar.
A quebra de quarta parede do Masaru foi ÉPICA e deu o toque de humor que a luta do Taiki precisava.

► Sobre o capítulo 16

Finalmente o exame começou \o/ e começou muito bem, você escreveu tudo de forma perfeita inclusive as falas do Ibiki, com uma ou outra adptação ou talvez fosse por erros de legenda que vc corrigiu, não cabe a mim julgar isso hehe'
Durante a prova o Taiki usar o sharingan foi algo um tanto clichê, pois o sasuke fez o mesmo, mas dá para entender, se eles tem as mesmas ferramentas usam a mesma técnica. O mesmo aconteceu com a Ayaka que usou o Byakugan de forma similar ao Neji, porém ela surpreendeu ativando o tenketsu do Masaru para ativar a 'super inteligência" dele. Isso foi genial.

Para terminar deixo uma questão. Episódio 15 o Taiki brilhou, 16 o brilho foi da Ayaka, será que veremos o Masaru brilhar no 17? Espero que sim ^^

Kisses e até logo
tchau

________________
Naruto: Another Story - Página 4 125ltah
Mandy-chan
Mandy-chan
Membro
Membro

Feminino Idade : 23
Alerta Alerta :
Naruto: Another Story - Página 4 Left_bar_bleue0 / 100 / 10Naruto: Another Story - Página 4 Right_bar_bleue

Frase pessoal : They need a Monster ♪


Voltar ao Topo Ir em baixo

Naruto: Another Story - Página 4 Empty Capítulo 17: Terror na Floresta da Morte! Primeira parte.

Mensagem por xKai em Seg 9 Nov 2015 - 23:15

Comentários:
Mandy-Chan: Obrigado pelos elogios, mas na verdade eu fiz tudo da minha cabeça mesmo, como o exame chuunin foi uma das minhas temporadas favoritas, eu devo ter assistido umas cem vezes ou por aí... Então não é surpresa eu ter alguns diálogos inteiros já salvos em alguma parte do meu cérebro xD Assim como você apontou, no caso do Taiki e da Ayaka não tinha muito o que fazer além de explorar suas próprias "ferramentas", no caso do Byakugan e do Sharingan. Mas a ativação do Tenketsu de Masaru foi um espetáculo a parte. Se o Masaru vai brilhar, quem sabe? Isto pode acontecer, não sei se será neste capítulo ou no próximo, mas ele com certeza terá o seu momento e será algo muito importante para o grupo. Mais uma vez agradeço pelos comentários e espero que volte sempre Smile


CAPÍTULO 17



Terror na Floresta da Morte.


Academia ninja - Sala de reunião • Após a difícil primeira fase muitos dos aprovados para a etapa seguinte aproveitavam de um merecido descanso, pois o que lhes aguardaria na segunda prova seria algo no mínimo cruel, levando em consideração o grande número de jovens que estavam na competição. Porém um time em específico não se contentava em abaixar a cabeça esperando os ponteiros do relógio seguirem com o seu ritmo, eles queriam algo mais, suas cabeças ansiavam por respostas, era quase sufocante ter uma dúvida como aquela deixada de lado. Com o intuito de ter suas perguntas esclarecidas, só havia uma pessoa em que o trio poderia confiar naquele momento.

– Akane-sensei! – Ayaka a chamou, entrava naquele recinto acompanhada de seus parceiros.

– Oras... Mas que diferente, acho que não me recordo de ver os três assim tão sorridentes.

– Impressão sua. – disse Taiki um pouco encabulado com a indireta da professora, tentou disfarçar coçando o rosto.

– Pergunta logo Ayaka! – falou Masaru, jogando um pouco de pressão em cima da garota.

– A inspetora da segunda prova pediu para que nós falássemos com nossos professores a respeito da segunda prova... Você sabe do que se trata? – perguntou Ayaka.

– Ah... Alguns não foram a favor... Mas pra início de conversa este tipo de competição nunca foi feito para crianças, o fato de vocês estarem na prova... Para muitos é considerado como sorte. – proferiu a mulher com um certo pesar. – A segunda prova irá acontecer na Floresta da Morte, caso já tenham ouvido falar desta avançada área de treinamento, devem saber que ela não possui este nome a toa. – proferiu se aproximando mais dos genins. – A vida de vocês é mais importante do que qualquer provação, assim como eu os outros jounins irão estar esperando em uma torre de vigia, que será o ponto objetivo de vocês durante a prova, caso nos intrometamos, vocês estarão eliminados, mas lembrem-se... Naquela floresta as pessoas mudam, e muito! Se perceberem que estão enfrentando um inimigo que não podem vencer façam o possível, mandem um sinal que me faça saber que são vocês, eu irei imediatamente, mesmo que acarrete na eliminação de vocês.

– Sensei... – abaixando um pouco a cabeça, Taiki proferiu algumas palavras para Akane, ainda que um pouco encabulado. – Acho que você seria uma mãe incrível. – disse o rapaz.

– Jura? – disse a mulher apertando-lhe as bochechas, logo depois lhe dando um forte abraço. – Não esqueçam de dizerem isso para o Kakashi quando estiverem com ele! – exclamou a mulher nervosa, um pouco que descontrolada.

– Sensei... Está arrancando as minhas bochechas... – dizia o garoto com boa parte do rosto já dormente.

– Tenho que me lembrar também... Preciso escolher bem a roupa que usar... Afinal de contas o time do Kakashi também passou... Então ele vai estar lá também! – enquanto Akane sonhava, acabara por não perceber o que estava fazendo.

– Sensei, você está matando ele! –  dizia Ayaka, separando os braços da mulher do garoto, que naquela altura deveria ter perdido boa parte da sensibilidade que tinha em seu rosto.

–  Ops... Desculpe Tai-kun... –  desculpou-se Akane com um sorriso meio bobo.

– Masaru, vai ficar só olhando? – perguntou a garota.

– Ah... Ele tá fazendo cena... Na verdade eu aposto que ele adorou.

– Não está ajudando...

– Eu posso ajudar, na floresta. – disse Taiki recobrando os movimentos dos lábios. – Sei bem como sobreviver neste tipo de ambiente, nas montanhas de onde eu vim tem alguns bosques bem fechados... Algumas vezes meu pai e eu brincávamos lá por dias.

– Como assim brincavam? – perguntou Masaru.

– Quando eu não aprendia algo que ele me ensinava ele me levava para lá no meio da noite e disse que se eu achasse o caminho de volta eu "ganhava". Hahaha... Coisas de pai.

– Nem ferrando! – disseram juntos.

– Taiku-kun... Seu pai deve ser uma pessoa maravilhosa. – comentou Akane.

– Pode acreditar que sim... Só os castigos dele que eram meio chatos...

– "Se as brincadeiras já eram mortais... Melhor nem imaginar os castigos...." – pensou Ayaka.

O clima parecia estar bem descontraído, a tensão do exame havia sido passada para trás graças ao belo convívio que o time estava vivendo naquele instante... Muito provavelmente era a primeira vez que todos se viam naquela situação, principalmente Taiki, que parece só se mostrar mais sincero quando este fala de seu pai e de seu passado nas montanhas.






44° Área de treinamento: Floresta da morte, Entrada • A segunda etapa do exame chuunin já estava para começar. Já havia se passado um dia e todos aqueles que irão prosseguir com a prova se encontram em uma área que rodeava a floresta da morte. O interior da floresta é um perímetro circular, desta maneira existem inúmeros portões que podem ser utilizados para entrar na área cercada, que normalmente é proibida, porém para este exame a floresta se tornou aberta exclusivamente para os participantes e examinadores. Mitarashi Anko já tratava de explicar para os ninjas ali presentes como seria esta etapa.

– Antes de começarmos com a segunda fase, irei passar isto para vocês. – disse enquanto tirava um maço de papel do interior de seu sobretudo. – São formulários de consentimento, todos precisam assinar para prosseguirem com a prova. Daqui pra frente pessoas irão morrer... Então, bem eu não devo ter responsabilidade nisto, apenas vocês. Haha!

O clima estava um pouco mais pesado, mesmo com a risada descontraída da examinadora. Todos ali já imaginavam que isto podia acontecer, mas ninguém pensou que logo na segunda etapa do exame já teriam que colocar suas vidas em risco.

– Antes de começarmos com a segunda fase, irei passar isto para vocês. – disse enquanto tirava um maço de papel do sobretudo. –  Bem, então irei começar com a explicação da segunda etapa, após isso vocês deverão se dirigir aquela cabana onde irão entregar os formulários assinados. – pausou. – Serei breve, então fiquem todos calados e escutem com atenção. Todos passarão por um teste de sobrevivência.  – abriu um pergaminho mostrando um mapa da área.  – Primeiro explicarei os traços geográficos do local. A quadragésima quarta área de treinamento é uma região cercada por quarenta e quatro portões trancados. Há um rio, uma floresta e uma torre no centro. A distância entre cada um dos portões e a torre são de aproximadamente dez quilômetros. Dentro deste local todos vocês irão passar por um programa de sobrevivência, esse programa consiste em...  – fechou o pergaminho com o mapa e então puxou outros dois de seu casaco.  – Uma competição em que tudo depende destes pergaminhos! Pergaminho do céu e pergaminho da terra.  Vocês lutarão por eles. Metade dos times pegarão o pergaminho do céu, enquanto a metade restante pegará o pergaminho da terra, para serem aprovados neste exame é necessário que todos os membros de um time cheguem na torre com ambos os pergaminhos. Se um membro do time morrer ou ficar incapaz de chegar até a torre o time estará eliminado. Se forjarem de alguma forma a presença de um membro do time... O time em questão será eliminado.

Neste meio tempo em que a examinadora explicava como seria realizado o exame vários alunos tiravam suas dúvidas, que eram respondidas rapidamente pela examinadora, que parecia inclusive um pouco empolgada com o exame.

– Essa segunda etapa terá um tempo limite de cento e vinte horas, simplificando, cinco dias.

– Nesse caso não é possível que a metade dos times passem... Um tempo limite em um ambiente com criaturas perigosas, plantas venenosas e provavelmente outros grupos que podem acabar matando pessoas... – dizia Neji confrontando a examinadora.

– Exato! – respondeu a mulher.

– Mas e a comida? – perguntou Chouji, desesperado.

– Lamento, deverão usar a que trouxeram ou então devem procurar por conta própria, a floresta está repleta de recursos. – respondeu Anko.

–  Tsc... É por isso que chamam de sobrevivência, Chouji! –  disse Ino.

– Com o tempo passando terá que se mover mais rápido... Quase não haverá tempo para descansar. Hehe, parece difícil. –  afirmou Lee, com seu tradicional sorriso brilhante.

–  Também haverão muitos inimigos, não poderemos nem dormir direito. –  afirmou Sasuke.

–  Bem, pessoas se machucarão neste tempo. – dizia a examinadora. – E aqueles que não resistirem as regras desta fase, serão reprovados, é claro.

– Com licença. –  chamou Shikamaru. – Nós poderemos desistir no meio do exame? –  perguntou.

– Uma das regras desta exame é: Não desistir durante o exame. Todos passarão os cinco dias dentro da floresta, mesmo que não tenham mais vontade de participar. Já que estamos falando disto, irei uma condição, que será absolutamente proibida. Ninguém poderá abrir os pergaminhos, entenderam? A não ser que eles estejam juntos e que vocês já estejam no interior da torre.

– O que acontecerá se abrirmos? – perguntou Naruto.

– Só saberá quando olhar. Haha surpresa! Se vocês se tornarem chuunins terão em suas mãos documentos confidenciais, documentos que vocês terão que proteger com suas vidas, mesmo que desconheçam sobre o assunto. Bem, este é o fim da explicação. Agora troquem os formulários assinados por pergaminhos, ali naquela cabana. Logo depois os portões se abrirão e todos começarão a segunda etapa juntos. – disse apontando para a cabana. – Aqui vai mais uma dica... Não morram!

44° Área de treinamento - Floresta da morte, Portão 02 • Taiki, Masaru e Ayaka já haviam trocado seus termos de responsabilidade pelo pergaminho, este em questão era quase inteiramente negro, menos o centro que era branco, nele também estava o kanji que dizia "terra". Seu objetivo então era sobreviver dentro da floresta e chegar até a torre, roubando o pergaminho do céu de algum outro time. Taiki guardou o pergaminho consigo, enquanto aguardavam pelo início do exame, que aconteceria exatamente às 14:30. No instante em que o ponteiro maior atingiu o número seis a inspetora imediatamente ordenou que começasse o exame.

– Agora! Que comece a segunda fase do exame chuunin! – exclamou, de forma que os vários inspetores informassem a todos os times que estavam espalhados pelos arredores.